Incentivo ao Turismo Religioso no Piauí é Lei

O Governo do Piauí, Wellington Dias sancionou lei Proposta pela deputada Teresa Britto (PV), a lei nº 7.733/22que determina a divulgação do turismo religioso em todos os tipos de mídia para instituir a Campanha Estadual de Incentivo ao Turismo Religioso.

A iniciativa pretende inserir o Piauí nos roteiros turísticos nacionais e internacionais e também fazer a promoção de eventos voltados para a discussão e o aperfeiçoamento das ações turísticas piauienses.

A lei torna obrigatória a implantação de sinalização turística de caráter informativo e educativo; a preservação da identidade cultural das comunidades e populações tradicionais eventualmente afetadas pela atividade turística religiosa; e a criação, consolidação e difusão dos produtos e destinos turísticos religiosos.

Proposta pela deputada Teresa Britto (PV), a lei nº 7.733/22 determina a divulgação do turismo religioso em todos os tipos de mídia

Pela Lei, o Estado estabeleça padrões e normas de qualidade, eficiência e segurança na prestação de serviços por parte dos operadores, empreendimentos e equipamentos turísticos.

Teresa Britto enfatiza a importância de conscientizar a população sobre o valor do turismo para o desenvolvimento social e econômico. “O turismo religioso é um segmento de mercado do turismo, que compreende peregrinações, romarias, visitas locais, festas e espetáculos de cunho sagrado. Todos os anos, milhões de pessoas em todo o mundo vão em busca de locais sagrados ou importantes para as religiões que seguem”, afirma. A parlamentar chama atenção para destinos piauienses, como Santa Cruz dos Milagres, Oeiras, Floriano e Teresina. “Romeiros de todo o Brasil visitam Santa Cruz dos Milagres, o terceiro maior local de romaria da região Nordeste e o único santuário do Piauí reconhecido pelo Vaticano. Oeiras se destaca por eventos que são tradições seculares, como as procissões do Fogaréu e dos Passos e a Festa do Divino Espírito Santo, além de patrimônios religiosos, como a Catedral de Nossa Senhora das Vitórias, o Museu de Arte Sacra e o Morro da Cruz”, frisa.
Outras referências citadas pela parlamentar são a Igreja São Benedito, em Teresina, e a Paixão de Cristo de Floriano, encenada na segunda maior cidade cenográfica do Nordeste.(Tereza Val)

Deixe uma resposta