A possibilidade é grande, diz Robert Rios sobre candidatura ao governo

Nessa segunda-feira (09), o vice-prefeito de Teresina, Robert Rios, declarou que são grandes as chances de encabeçar uma pré-candidatura ao Governo do Piauí pelo Republicanos, partido liderado pelo grupo do gestor municipal Dr. Pessoa no Estado.

Robert Rios declarou que seu nome permanece a disposição do prefeito e que está disposto a ser o candidato da chamada terceira via. “Meu nome está à disposição do prefeito, em relação a candidato de terceira via nos mantemos a disposição”, declara.

O vice-prefeito afirmou que uma postura definitiva virá até as convenções partidárias, mas é provável que ele assuma a disputa no Estado. Robert Rios ainda ressaltou que não pretende fazer como os outros pré-candidatos e lançar sua candidatura antes do período estabelecido pela Justiça Eleitoral.

“Até as convenções, as pessoas são ávidas. É muito provavelmente, eu não preciso fazer propaganda eu sou conhecido no Piauí inteiro, não tem um lugar no Piauí que eu seja não seja conhecido. E a campanha tem sua hora própria e eu não vou praticar os crimes que estão praticando, campanha aberta, tanto de um lado como de outro. Não existe na legislação essa pré-campanha foi eufemismo que criaram, só tem duas coisas que eu conheço a campanha que é após as convenções e crime eleitoral. Mas [a possibilidade] é muito grande.”, afirma

Questionado sobre sua avaliação quanto a composição do Republicanos no campo proporcional, Robert Rios afirmou: “Nós temos uma chapa de federal garantida e Estadual nós temos três garantidas para que cheguemos ao quarto”, assegura.

Robert Rios já havia relevado a imprensa anteriormente ter dialogado com Rafael Fonteles em busca de aliança política. O ex-secretário de Finanças declarou que se o apoio da oposição ou da base governista não for definido, a terceira via irá se concretizar com seu nome como candidato.

“É ao contrário, se nós não tivermos um acordo com nenhum dos lados aí teremos uma terceira via, eu sou um candidato”, enfatiza.

Ao falar sobre o pré-candidato pelo União Brasil, Sílvio Mendes, o vice-prefeito explicou que o problema dele seria a cúpula do PSDB que vive em volta do ex-prefeito da capital. Para Robert Rios são pessoas rancorosas que não aceitaram a derrota das eleições municipais de 2020.

“O problema do Sílvio é que ele é cercado de pessoas rancorosas que não aceita a derrota de 2020, são magoados, então é difícil conviver com esse tipo de gente”, conclui.(Viagora)

Deixe uma resposta