Recuperação do Complexo Porto das Barcas sofre atraso

Emitido em junho de 2017, pelo Governo do Estado, o decreto de situação de emergência do Conjunto Arquitetônico do Porto das Barcas, com validade de 180 dias, já não tem valor algum, embora as prometidas obras de recuperação e revitalização do conjunto arquitetônico, principalmente na área onde fica atualmente o Museu Náutico e seu entorno, ainda estejam inconclusas. A obra era para ter sido iniciada em julho de 2017, com a conclusão prevista para 180 dias. A empresa MP Engenharia Ltda ganhou a licitação e assinou o contrato no dia 14 de julho de 2017, mas obra da reforma, estimada  R$ 8.625.412,37, só começou neste ano.

Secretário Fábio Novo visitou obras

O secretário estadual de cultura, deputado Fábio Novo, que está deixando a pasta, esteve no local na semana passada para acompanhar a obra. Segundo informou à imprensa, “ estamos concluindo a primeira etapa da reestruturação do bloco A, que era o pior local, pois estava com teto desabado. Nesse local vai funcionar o Museu do Mar, que abrigará obras de arte e será aberto ao público”, disse,  informando ainda que “cerca de 60 homens estão trabalhando em dois turnos, diariamente, para a rápida conclusão da reforma realizada pelo Governo do Estado do Piauí. Ele falou que depois da semana Santa será a vez do Bloco B, que será reformado e modernizado, com  as lojinhas de artesanato e restaurantes  para atenderem  melhor os turistas”.

Maquete

Porto das Barcas

O Porto das Barcas é um dos principais pontos turísticos de Parnaíba e fica localizado aos pés da ponte que liga Parnaíba à Ilha Grande de Santa Isabel, às margens do rio Igaraçu.

Um relatório e vistoria técnica apontou danos à estrutura devido aos impactos ambientais sofridos ao longo dos últimos 10 anos, principalmente na área onde fica atualmente o Museu Náutico e o entorno.

O Porto das Barcas foi concedido à Associação Comercial de Parnaíba, na gestão do ex-governador Wilson Martins, porém,  um decreto assinado pelo governador Wellington Dias (PT) e publicado no dia 27 de julho de 2017 no Diário Oficial do Estado anulou o termo de cessão de uso do Complexo Arquitetônico Porto das Barcas, pela Associação Comercial e Industrial de Parnaíba.

Atualmente o Porto das Barcas é a porta de entrada para o Delta do Parnaíba, concentrando diversas agências de viagens e pousadas, além de lojas de artesanato. O local conta ainda com bares, restaurantes, pousadas e amplo estacionamento. Ademais, num rápido passeio pelo local é possível encontrar as ruínas e as construções da época da colonização, espaço singular e de extrema beleza, que guarda importantes momentos da história do Piauí e do Brasil.

Texto:Camila Neto/B.Silva

Fonte:Jornal “Tribuna do Litoral”

Comércio varejista responde bem ao funcionamento aos domingos em Parnaíba

Desde que foi regulamentado seu horário de funcionamento ano passado pelo prefeito Mão Santa, o comércio varejista vem dando resultados animadores e a expectativa é de que se firme como uma nova forma de impulsionar o crescimento de Parnaíba. Assinada em 14 de março do ano passado, a lei complementar permite a abertura de lojas aos domingos.

A lei complementar assinada por Mão Santa alterava artigo 223 de outra lei complementar, a 1620 em vigor desde 1997 e que instituiu o Código de Postura do Município, regulamenta o horário de funcionamento do comércio aos domingos desde que respeitadas as convenções coletivas de trabalho. Pelo documento assinado no ano passado as repartições públicas municipais poderão funcionar aos domingos.

Por ocasião da assinatura pelo prefeito, o presidente da Associação Comercial de Parnaíba, Luís de Sousa Pessoa, declarou que este antigo pedido da categoria pela regulamentação do funcionamento do comércio aos domingos estava sendo atendido. A opinião dos comerciantes da região da Caramuru no bairro Piauí tem acompanhado a do presidente da ACP.

Um ano depois Luís de Sousa Pessoa diz que a medida foi acertada e mesmo com a pouca adesão do centro vai proporcionar uma movimentação significativa no comércio varejista, dando oportunidades aos supermercados, lojas de confecções e vestuário, restaurantes e lanchonetes, lojas de variedades e os shoppings, que foram os maiores beneficiados. “Estamos vivendo outro momento no comércio de Parnaíba”, diz o presidente Pessoa.

Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista do Estado do Piauí, Gregório Cardoso, há dezesseis anos na entidade e mais de vinte e cinco no setor, o comercio aos domingos está funcionando e responde muito bem às expectativas na zona sul onde está concentrada a maior oferta de lojas e outros estabelecimentos comerciais em toda a extensão da avenida Caramuru e Pinheiro Machado.

Segundo Cardoso, para a avenida Caramuru e a João Silva Filho, o funcionamento foi liberado, enquanto que no centro, que compreende a praça da Graça e toda a região, as atividades comerciais não funcionam nos feriados e domingos. Na semana passada foi aprovada a convenção coletiva de trabalho em Parnaíba e para todo o ano de 2018 estão previstas negociações com os supermercados.

*por Pádua Marques

Projeto Oito em Ponto lança o Àlbum Tropical Beat da Banda Carta de Nicolau

Quem gosta da mistura de ritmos que envolvem carimbó, boi, baião, brega, rock e pop não pode perder a próxima edição do Projeto Oito em Ponto. A banda Carta de Nicolau, com repertório autoral e de clássicos do cancioneiro piauiense e nordestino, se apresentará neste sábado (24) às 20h no Café Concerto do Sesc Caixeiral, em Parnaíba. A  Entrada é franca.
O primeiro álbum do grupo, “Tropical Beat”, será lançado no evento. Vozes como Jorge Vercilo, artista três vezes indicado ao Grammy, Bruno Souto da Volver e José Quaresma, integrante da banda Validuaté, fazem participações em canções no disco da Carta de Nicolau.
Conheça a banda
O grupo surgiu em 2015, na cidade de Parnaíba. O nome Carta de Nicolau é uma alusão à famosa carta enviada ao rei de Portugal pelo navegador português Nicolau de Resende, que no século XVI “descobriu” as maravilhas do Delta do Rio Parnaíba. Traz um repertório vibrante de músicas autorais e clássicos piauienses, comandados pelas guitarras e percussões de bumba-meu-boi.

Parnaíba Shopping tem programação e funcionamento especial neste fim de semana

O Parnaíba Shopping já se tornou referência em lazer com suas programações culturais e recreativas semanais, lojas variadas e uma estrutura que garante o conforto e segurança aos seus visitantes. Neste fim de semana não é diferente e a família do litoral poderá se divertir com muita música e oficinas infantis.
Além disso, algumas lojas do centro de compras têm o funcionamento diferenciado no domingo, 25. Confira os horários especiais e a programação deste fim de semana.
Funcionamento dia 25 (domingo)
Praça de alimentação e quiosques de alimentação – 10h às 22h.
Lojas e quiosques – 16h às 22h.
Cacau Show – 10h às 22h.
Lojas Americanas -12h às 22h.
Cinema – A partir das 14h.
Programação
23/03 (sexta-feira) – Felício de 20h às 22h –  Praça de alimentação.
24/03 (sábado) -Aline Bacelar de 20h às 22h – Praça de alimentação.
25/03 (domingo) – Andrea e Airton de 20h às 22h – Praça de alimentação.
25/03 (domingo) – Oficinas de páscoa com atividades recreativas (Coletivo Cabaça) de 18h às 20h – Entre a Destake e a Riachuelo.

INDIGNAÇÃO: Teste de baliza do DETRAN-PI em Parnaíba é na pressão

Hoje mais uma vez muitos foram reprovados nas provas de baliza e setas do DETRAN-PI.

Na chamada da prova de baliza, a técnica fica pressionando as pessoas que estão fazendo, tipo falta 3 minutos, falta 2 minutos.

Qualquer pessoa que tem que passar por estes teste já vai nervosa devido a pressão  destes técnicos que tratam as pessoas como idiotas. Que tipo de profissionais são estes que reprovam do nada.

Após minha reprovação conversei com várias pessoas que também foram reprovados,  sem justificativas plausíveis, que já haviam pago na faixa de 5 a 6 vezes o valor de R$ 55,60.

Fiz uma pesquisa no google e nos EUA o único teste que é exigido é o da  baliza e detalhe a pessoa tem 5 chances. Aqui os técnicos maravilhosos ficam dando pressão nas pessoas. Isso é técnico, para mim e muitas pessoas que estavam lá não passam de seres desumanos, sem ética profissional e sem respeito ao próximo.

É vergonhoso se ter uma instituição e esta equipe que vem da capital para menosprezar e humilhar centenas de pessoas.

Vem a pergunta: alguém já fez as contas de quantos  R$$$ centenas de pessoas trabalhadoras e honestas já pagaram para tirar uma CNH? E filho de rico R$$$$ passa por isso?

Peço a equipe do BLOG que não divulguem meu nome.(Blog do Pessoa)

Teatro Saraiva é inaugurado depois de mais de dez anos em construção

*Por Pádua Marques

Depois de mais de dez anos em construção e enfrentando todo tipo de dificuldades, incluindo um apagão de última hora na quarta-feira, o Teatro Saraiva, na avenida Nossa Senhora de Fátima, na zona norte em Parnaíba, foi finalmente inaugurado na quinta-feira 22 de março. Sua construção teve início em 2009, pelo ator, diretor, jornalista, professor e radialista aposentado Joaquim Lopes Saraiva, natural de Floriano.

Desde o início e empregando todos os recursos de que dispunha, Saraiva alimentou um sonho, ter seu próprio teatro e onde pudesse transmitir às gerações atuais e as futuras toda a experiência nas artes cênicas. Agora e com a ajuda da Secretaria de Cultura do Piauí, o teatro recebeu obras no piso do hall, elevador de acessibilidade, forro de gesso, repintura, luz, som, 300 poltronas, mais 50 extras e outros equipamentos.

Projeto Seis e Meia. Quando em atividade, o Centro Cultural Multiuso Teatro Saraiva vai oferecer cursos e oficinas de teatro, música, dança, pintura, saraus poéticos e se destinar a seminários, lançamento de livros, vernissage e outros eventos. O investimento da Secretaria Estadual de Cultura, segundo o diretor, foi de um milhão de reais numa parceria público-privada por cinco anos.

“O teatro ganha com esta conclusão e a cidade ganha mais espaço. É uma extensão do Teatro 4 de Setembro”, diz satisfeito Joaquim Lopes Saraiva, em meio a operários, técnicos, visitantes e clientes retardatários à procura de ingressos. Os trezentos lugares foram vendidos em poucas horas tão logo foi anunciada a atração principal, que de e ter ainda na sua programação shows de humor e apresentação de balé.

O teatro, que vai com essa parceria manter funcionários da Secretaria de Cultura, todos os impostos serão pagos por ela e o retorno financeiro para o centro cultural será de 30% de toda a bilheteria. Saraiva se mostra satisfeito com a iniciativa e elogia a sensibilidade do secretário Fábio Novo e da vereadora Fátima Carmino (PT), que na gestão do prefeito Florentino Neto foi secretária de Cultura.

A atração principal foi o cantor Paulo Ricardo, líder e vocalista da banda RPM na década de 1980 e intérprete de sucessos como Alvorada Voraz, A Cruz e a Espada, Rádio Pirata e A Um Passo da Eternidade. A apresentação de Paulo Ricardo faz parte da do Projeto Seis e Meia. Parnaíba passa a fazer parte do circuito deste projeto que deve ainda ter atrações de dois em dois meses como Alcione, Zeca Baleiro, Maria Gadu, Alceu Valença, Frejat, Agnaldo Timóteo, Amelinha, Elba Ramalho e Joana.

Agricultores de soja se dizem abandonados pelo governo

Caminhões não conseguem escoar a soja por falta de estradas
A produção agrícola do Piauí pode ser prejudicada por conta das péssimas condições das rodovias estaduais que dão acesso aos locais de plantação de grãos do Estado. Em um vídeo que circula nas redes sociais, o diretor executivo da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja-PI), Rafael Maschio, denuncia o abandono na PI-397, a rodovia Transcerrados, e da PI-392, que liga a cidade de Bom Jesus à Baixa Grande do Ribeiro.
Segundo Rafael, o trecho da rodovia está completamente defasado e o tráfego é dificultado devido aos enormes buracos que são encontrados na Transcerrados. Ele conta que há pontos de atoleiros na estrada que fazem com que o caminhão que transporta a produção tenha que ser rebocado por tratores.
“São muitos trechos de intrafegabilidade. Transportadoras de grãos não querem atuar na região devido às condições precárias da rodovia. Os custos de frete muito elevados, e em alguns casos extremos até inviabilizando o escoamento da produção agrícola do cerrado”, explica o diretor.
Procurada, a Secretaria de Transportes do Piauí (Setrans) . Segundo a Setrans, o órgão é responsável pela segunda etapa da obra da rodovia. A assessoria de comunicação da Setrans informou ainda que a obra para os reparos da rodovia já foi licitada, mas que o órgão está esperando a liberação dos recursos para realizar a melhoria da via.
A assessoria afirma que não há um prazo para a chegada dos recursos ao órgão. Segundo o órgão, a Setrans é responsável pela rodovia que vai do povoado Santa Rosa, em Uruçuí, até o povoado Palestino, em Bom Jesus. (Jornaldacidade)

“Bebemos água barrenta, com gosto de lama e suja”, diz teresinense

Hoje, 22 de março, é comemorado o Dia Mundial da Água. E, neste mês, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Banco Mundial divulgaram um relatório revelando que 40% das pessoas, em todo o mundo, estão sendo afetadas pela escassez de água e cerca de 80% das águas residuais são descarregadas sem tratamento no ambiente.
Mais de 2 bilhões de pessoas são obrigadas a beber água insegura e mais de 4,5 bilhões não possuem serviços de saneamento gerenciados de forma segura. O relatório mostra que mulheres e meninas sofrem desproporcionalmente quando falta água e saneamento, afetando a saúde e, muitas vezes, restringindo as oportunidades de trabalho e educação.

E este cenário nem está tão longe. No meio da avenida, um vazamento se arrasta por cinco anos. Há poucos metros, os moradores de uma comunidade precisam carregar baldes para abastecer suas residências e realizar as atividades básicas. Esta é a realidade da população que vive no Parque Vitória, bairro Angelim, zona Sul de Teresina.
Lá, os próprios moradores compraram canos e fizeram ligações clandestinas para conseguir ter acesso à água e, com o auxílio de uma bomba, o líquido é levado para as áreas mais altas da comunidade. Contudo, nem isso garante que toda a população seja beneficiada, obrigando que eles façam várias viagens até pontos mais baixos e encham baldes e tambores.
“Eu me sinto humilhada por morar tão perto de um lugar com água e não poder usar, não ter como dar banho na minha filha e nos meus netos. Beber água barrenta, com gosto de lama e suja. Bebemos do jeito que conseguimos pegar, porque não temos filtro nem gás suficiente para ferver. Nós fazemos tanto esforço e só queremos um pouco de dignidade”, pontua a dona de casa Ana Paula Monteiro da Silva.
Para encher os depósitos, ela vai até a residência de sua vizinha, que mora em um ponto mais baixo e a água consegue chegar à torneira. Lá, ela e seu esposo enchem um balde e utilizam o líquido no preparo da comida e atividades domésticas.
“Todo dia eu faço esse percurso. Quando tem água suficiente para encher, a gente economiza para durar três dias; mas se acaba antes, a gente fica sem ou vai pegando de garrafa, porque o corpo não aguenta tanto esforço. É triste vivem em um lugar que tem água e a gente não ter acesso. Até as pessoas que puxaram o cano não conseguem ter água, porque a pressão não é suficiente”, disse.(O Dia)

Mutirão de Emissão de Carteiras de Identidade na Ilha Grande

Por solicitação da Vereadora Cristiane Santos, a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí estará realizando um mutirão de Emissão de Carteiras de Identidade – 1º e 2º Vias – no sábado, dia 24 de março, a partir das 8 horas até às 17 horas, no CONJUNTO NOVA VIDA, Q-E, Casa 01, no município da Ilha Grande. Trata-se de uma parceria com o Secretário Estadual de Segurança Pública, Deputado Federal Fábio Abreu.
Os interessados deverão ter em mãos:
1ª VIA: Gratuita – Documentos: Xerox e Originais; 2 fotos 3×4; Registro Nascimento; Comprovante Endereço;CPF, se tiver; Se menor de idade, acompanhado dos pais. Idade Mínima, a partir de 01 ano.
2ª VIA: Gratuita – Documentos:Xerox e originais; Registro ou Certidão;2 fotos 3×4;Comprovante Endereço;Número do RG Antigo e B.O (Se houver perdido);CPF, se tiver.

Inscrições para concurso de Luís Correia encerram no dia 28

VITOR FERNANDES
DE TERESINAA Prefeitura de Luís Correia abriu concurso público para provimento de cargos efetivos, no quadro de pessoal do Poder Executivo Municipal. O objetivo é selecionar pessoal de níveis fundamental, médio, técnico e superior, para ocupação de mais de 100 vagas imediatas, além da composição de cadastro de reserva. O vencimento base vai de R$ 954,00 a R$ 4.000,00, para trabalhar em carga horária de 20 a 40 horas semanais.Os cargos oferecidos são de Agente Ambiental, Agente de Combate a Endemias, Agente de Comunitário de Saúde, Analista de Controle Interno, Assistente Social, Cirurgião Dentista (todos), Educador Físico, Enfermeiro, Fiscal de Obras, Fiscal de Tributos, Fisioterapeuta, Médico ESF, Médico Psiquiatra, Motorista, Nutricionista, Odontólogo, Operador de Máquinas, Psicólogo, Técnico de Enfermagem, Técnico em Saúde Bucal e Professor de várias modalidades. O edital n.º 002/2018 dispõe de duas vagas no cargo de Procurador Municipal.As inscrições devem ser feitas até o dia 28 de março de 2018, pela internet, no endereço eletrônico www.institutomachadodeassis.com.br. O valor da inscrição vai de R$ 58,75 a R$ 114,25.Os candidatos serão selecionados através de prova escrita objetiva, prática, prática profissional (peça processual e questões dissertativas) e de títulos, conforme o cargo pretendido. As provas serão aplicadas na data provável de 22 de abril de 2018, em local e horário a serem divulgados.Confira o edital aqui.

Mais da metade da humanidade sofrerá escassez de água doce

Desde ontem, Brasília está sediando a oitava edição do Fórum Mundial da Água, uma discussão não só oportuna, como fundamental, quando o mundo se encaminha para um cenário desolador de escassez de água. De fato, a se confirmarem as previsões do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, até meados deste século, mais da metade da população do mundo irá habitar regiões onde a água doce é escassa.
Embora seja um bem essencial à vida, a água não é preservada nem tratada na maior parte do planeta, incluindo aí o Piauí. O resultado da ação do homem, que insiste em poluir rios, lagos e mares, e de ostentar um consumo irracional está minando nossas reservas aquíferas. O aquecimento global provoca mudanças climáticas que estão tornando certas regiões mais secas que de costume.
Teresina tem o privilégio de ser banhada por dois rios, mas estes vêm sistematicamente sendo maltratados com o assoreamento e o despejo de esgotos sem tratamento em seus leitos. O resultado já pode ser visto por meio de bancos de areia que, dependendo da época do ano, chegam a se estender praticamente de uma margem a outra.
Também é comum observar-se o desperdício de água nas residências e estabelecimentos comerciais. A imagem de alguém segurando uma mangueira para molhar calçadas e quintais é frequente. Infelizmente, ainda não chegou-se à conscientização sobre a necessidade de poupar água e usá-la com moderação, antes que ela venha a se esgotar. Acostumada à fartura, a população ainda se ilude achando que é um bem infinito. Ledo engano!
(Cláudia Brandão)