Com a chegada da variante ômicron no Brasil, Sesapi reforça pedido por medidas sanitárias

Após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) confirmar que foram identificadas casos da variante ômicron no Brasil, a Secretaria Estadual de Saúde no Piauí (Sesapi) se pronunciou.

Segundo Herlon Guimarães, superintendente de atenção à saúde da Sesapi, o pedido é que as pessoas compram as medidas sanitárias já conhecidas, como o uso obrigatório de máscara, higienização das mãos, distanciamento social, entre outros.

“Com certeza irão existir mais variantes (do Covid-19) e nós temos que seguir com medidas sanitárias bem rígidas neste momento. Enquanto mantivermos, podemos fazer com que não cheguem ao nosso estado”, afirmou Herlon em entrevista à TV Cidade Verde, divulgada na manhã desta quarta-feira (1º/12).

No Piauí e em todo o Brasil pessoas que têm feito viagens para fora do Brasil estão sendo monitoradas. Nos casos confirmados, a Anvisa informou que foram enviadas para análise laboratorial confirmatória as amostras de dois brasileiros que, preliminarmente, apresentaram resultado laboratorial positivo para a variante ômicron do Sars-CoV-2, após testagem realizada pelo laboratório Albert Einstein.

Isso ocorreu após um passageiro, que desembarcou em Guarulhos no dia 23 de novembro, vindo da África do Sul , portando resultado de RT-PCR negativo, com vistas a se preparar para a viagem de regresso à África do Sul, procurar o laboratório localizado no aeroporto de Guarulhos, no dia 25 de novembro, para, já na companhia de sua esposa, realizar o teste de RT-PCR requerido para o retorno.

Naquele momento, ambos testaram positivo para a Covid-19 e o fato foi comunicado ao Cievs -SP (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de São Paulo. Diante dos resultados positivos, o laboratório Albert Einstein adotou a iniciativa de realizar o sequenciamento genético das amostras.

O laboratório notificou a Anvisa sobre os resultados positivos dos testes e sobre o início dos procedimentos para sequenciamento genético no dia 29 de novembro e, nesta terça-feira (30) informou que, em análises prévias, foi identificada a variante ômicron do Sars-Cov-2.(OitoMeia)

Deixe uma resposta