Pesquisa Amostragem / Costa Norte: Intenção de Voto Espontânea para Vereador em Parnaíba

A pesquisa de opinião pública sobre o cenário político da cidade de Parnaíba, realizada pelo INSTITUTO PIAUIENSE DE OPINIÃO PÚBLICA LTDA. – AMOSTRAGEM contratado pela TV COSTA NORTE, coletou dados entre os dias 16 a 19 de abril de 2024. A pesquisa foi devidamente registrada no Tribunal Regional Eleitora (TRE/PI) sob o número PI – 09394 / 2024, em 16 de abril de 2024.

Dados Principais:

  • Período de realização da coleta de dados: 16 a 19 de abril de 2024.
  • Margem de erro: 5,54% para mais ou para menos.
  • Número de entrevistas: 300 pessoas.

Resultados:

Gráfico 21: Intenção de Voto Espontânea para Vereador de Parnaíba

  • Batista do Catanduvas e Zé Filho: 2,00%
  • Neta: 1,67%
  • Daniel Jackson, Fortes Sampaio e Tererê: 1,33%
  • Beto, Geraldinho, Joãozinho da Unimagem, Renatinho, Ronaldo Prado e Thiago Vaqueiro: 1,00%
  • Taylon Andrade, Ana Flávia Azevedo, André Neves, Carlson Pessoa, Daniel Miranda, Diniz, Francisco Bigode, Gracinha, Hilder Monção, Irmão Marquinhos, Joseane Monção, Lucimar Lima, Paulo e Roberto William: 0,67%
  • Nenhum / ninguém: 5,67%
  • Nulo / branco: 0,33%
  • Não sabe / não opina: 60,00%

Gráfico 22: Outros Nomes Lembrados na Pesquisa Espontânea para Vereador

  • Almeida, Capela, Carlos Aguiar, Davi Soares, Dr. Reinaldo, Edcarlos Gouveia, Fátima Carmino, Francisco da Paz, Gustavo Lima, Haroldo Mercadinho, João Carlos Guimarães, João da Parnaíba, Josanha, Léo Firmeza, Mão Santa, Marone, Murilo, Netinho, Nilda, Patrícia, Rafael, Renato, Samarone, Seará do Povo, Victor Rufino Aragão, Zé Leale, Zé Pinto: 0,33% cada.

Considerações Finais:

A pesquisa revela uma dispersão significativa nas intenções de voto espontâneas para vereador em Parnaíba. Com 60% dos entrevistados afirmando não saber ou não opinar sobre seu voto e uma lista extensa de candidatos com baixos percentuais, o cenário eleitoral para a Câmara Municipal de Parnaíba ainda parece bastante aberto e indefinido.

  • Batista do Catanduvas e Zé Filho lideram a pesquisa com 2,00% das intenções de voto, seguidos por Neta com 1,67%.
  • A maioria dos entrevistados, no entanto, não mencionou nenhum candidato específico, com 5,67% afirmando que não votariam em nenhum ou não têm preferência.
  • A alta porcentagem de 60,00% de “Não sabe / não opina” destaca a necessidade de os candidatos trabalharem suas imagens e propostas para conquistar o eleitorado.

Esses dados são cruciais para entender as tendências e as preferências dos eleitores para a Câmara Municipal de Parnaíba, fornecendo insights valiosos para os candidatos e eleitores se prepararem para as eleições.

Continue acompanhando as divulgações dos dados da pesquisa nas plataformas da TV e Portal Costa Norte para uma compreensão completa e detalhada do cenário político-eleitoral de Parnaíba.

Últimos preparativos: Piauí e Governo Federal ajustam detalhes para receber representantes do G20

Um encontro híbrido, com representantes do Governo do Piauí reunidos no Palácio de Karnak e membros do Governo Federal (Ministério do Desenvolvimento Social, Ministério das Relações Exteriores e Presidência da República) em Brasília, foi realizado nesta terça-feira (23) para definir detalhes da 3ª Reunião Técnica da Força-Tarefa do G20 para Aliança Global contra a Fome e a Pobreza. O evento será realizado de 22 a 24 de maio em no Centro de Convenções de Teresina.

A reunião teve como objetivo elaboração da logística para transporte, hospedagem, comunicação e segurança, visando receber as 54 delegações estrangeiras que participarão do evento em Teresina. O superintendente de Gestão e Governança da Secretaria de Governo, Thyago Januário, afirma que o Piauí ganha destaque no combate à fome e à pobreza, o que resultou na oportunidade de sediar uma das reuniões técnicas que antecedem o G20.

Últimos preparativos: Piauí e Governo Federal ajustam detalhes para receber representantes do G20 - (Divulgação )Divulgação

Últimos preparativos: Piauí e Governo Federal ajustam detalhes para receber representantes do G20

“Nesse período, o Piauí evoluiu seu PIB, estando o crescimento entre os dez maiores do país e o maior na Região Nordeste. Vamos mostrar para os integrantes do G20 as políticas públicas de sucesso que resultaram na melhoria da condição de vida da população, para que possam ser implementadas em outras nações”, relata.

Foram selecionados 30 voluntários bilíngues para auxiliar na comunicação com as delegações e prestar apoio às coordenações. A programação está pré-definida e contará com jantar de boas-vindas, reuniões técnicas e visita de campo. O Piauí contará, ainda, com um estande oficial no evento para divulgação de produtos típicos e atrações turísticas.

G20 em Teresina

Composto pelas maiores economias do mundo, como a África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália e Canadá, o G20 discute iniciativas econômicas, políticas e sociais, além de traçar estratégias internacionais para os problemas que afligem o mundo, como o meio ambiente e as mudanças climáticas.

Este ano, o Brasil sediará o G20, com destaque para a inclusão de cidades de todas as regiões do país, inclusive Teresina, no Piauí. Os principais temas discutidos nesta edição serão o comércio, desenvolvimento sustentável, saúde, agricultura, energia e combate à corrupção.

Na capital do Piauí, o encontro ocorrerá entre os dias 22 e 24 de maio e vai tratar sobre o combate à fome, à pobreza e à desigualdade. A inclusão de Teresina e de outras capitais fora do eixo Sul-Sudeste representa uma inovação nesta edição do Brasil. A descentralização das atividades visa transformar o G20 em um fórum mais inclusivo e acessível, ampliando sua representatividade.

Além de Teresina, o Brasil vai receber reuniões do G20 em Brasília (DF), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Foz de Iguaçu (PR), Maceió (AL), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Salvador (BA) e São Luís (MA)

Lula coloca Wellington Dias em novo teste de fogo com o Congresso

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversa com o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cobrou, nesta segunda-feira (22), mais empenho de ministros na relação com o Legislativo, para aprovação de medidas de interesse do governo.

Lula deu as declarações durante evento no Palácio do Planalto de lançamento de um programa de renegociação de dívidas de microempreendedores individuais (MEIs), micro e pequenas empresas – o “Desenrola” dos pequenos negócios.

Entre os ministros citados por Lula para aumentarem o diálogo com deputados e senadores, está o piauiense Wellington Dias, hoje ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Dias, que é alvo constante de membros do chamado centrão (e até de fogo amigo), agora recebe outro teste de fogo: acalmar aqueles que buscam sua cabeça, ou melhor, sua cadeira.

Além de Dias, também foram cobrados o vice-presidente e também ministro Geraldo Alckmin, além do ministro da Casa Civil, Rui Costa. Ambos são considerados fortes interlocutores para um diálogo que impessa novas derrotas em votações importantes para o governo.

Parnaíba:Juíza determina prisão domiciliar para presas devido à falta vagas no semiaberto para mulheres

6.jpegAscom/ Defensoria Pública

Por Yala Sena

Em decisão pioneira no litoral do Piauí, a juíza Maria do Perpétuo Socorro Ivani de Vasconcelos, da 1ª Vara Criminal de Parnaíba, está determinando a soltura de mulheres da Penitenciária Mista e ordenando o uso de tornozeleiras eletrônicas em prisões domiciliares.    

O Cidadeverde.com entrou em contato com a Secretaria Estadual de Justiça e aguarda o posicionamento do órgão.

1.jpegA decisão da magistrada se deve à falta de Colônia Agrícola voltada para as mulheres e a superlotação do presídio.  Segundo a Defensoria Pública do Estado, a lotação na penitenciária mista teve um aumento de mais de 400% nos últimos anos, abrigando 652 presos quando a capacidade é de 125 internos.

Na penitenciária mista de Parnaíba existe uma ala que abriga as mulheres. No entanto, com o inchaço populacional dentro do presídio, a magistrada determinou a prisão domiciliar para as mulheres.

Na penitenciária, 40 mulheres cumprem penas e a decisão da juíza irá beneficiar sete apenadas do semiaberto harmonizado.

O defensor público, Antônio Caetano de Oliveira Filho, da 8ª Defensoria de Parnaíba, ressaltou que o fundamento da decisão não é simplesmente a superlotação, mas o fato de não ter prisão para mulheres cumprirem pena em regime semiaberto no estado inteiro.

“Só tem presidio feminino em Teresina e Picos, mas mesmo assim, sem espaço adequado para as que cumprem pena em regime semiaberto. As apenadas ficam em presídios fechados e elas precisam de espaços diferenciados”, disse o defensor. 

Na decisão, as presas podem sair para trabalhar, mas a partir das 18h até às 6h devem permanecer na residência com fiscalização eletrônica.

As apenadas são proibidas também de frequentar bares, casas noturnas, rinhas ou qualquer outro estabelecimento destinado a comércio ou armazenamento de substâncias ilegais. A Secretaria Estadual de Justiça divulgou nota sobre a decisão judicial.

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informa que, sobre a obtenção de semiaberto harmonizado para as internas da Penitenciária Mista de Parnaíba, dispõe de tecnologia e servidores do Núcleo do Monitoramento Eletrônico capazes de fiscalizar as internas do regime, conforme a decisão judicial. A Sejus ressalta e manifesta ainda que o monitoramento é eficiente e uma alternativa mais econômica para os cofres públicos, além de uma possibilidade de enfrentamento ao problema da superlotação do sistema prisional. Por fim, a Sejus segue com as obras da construção de uma nova unidade penal no Norte do Estado, em Buriti dos Lopes, abrindo mais vagas no sistema.

Zé Filho teria alterado estatuto da Fiepi para entrar na disputa em Parnaíba

Ex-governador Zé FilhoReprodução/Instagram

Fonte altamente qualificada, pedindo preservação de seu nome em provável noticiário, informou a este repórter que o presidente da Federação das Indústrias do Piauí (FIEPI), ex-governador José Filho Moraes Souza, coordenou reunião em que teria sido alterado o estatuto da entidade de modo a permitir que ele possa se afastar para disputar uma eleição sem risco de perder a presidência.

Silêncio

O redator desta coluna procurou por mensagens três vezes no início da manhã de hoje o ex-governador, mas ele não respondeu aos questionamentos.

Questionamento

A principal pergunta feita nas mensagens ao ex-governador foi se realmente o estatuto da Federação sofrerá realmente alteração.

É do MDB

Ex-governador Zé Filho – Foto: Reprodução/ Instagram

Zé Filho Moraes Souza é filiado ao MDB e só poderia ser candidato pelo partido uma vez que o prazo de filiação partidária se esgotou no último dia 6.

Partido do Dr. Hélio

Dr. Hélio Oliveira – Foto: Lupa1

O MDB é o partido do deputado estadual Dr. Hélio, já lançado candidato do Governo à Prefeitura de Parnaíba.

Duas hipóteses

Zé Filho só poderia ser candidato a prefeito pelo MDB em duas hipóteses: se Dr. Hélio desistisse ou se disputasse e vencesse a convenção do partido.

Sem sinal

Até hoje pela manhã não havia sinal de que qualquer uma das hipóteses poderia prevalecer.

Amigos espalham

Amigos do ex-governador e presidente da FIEPI espalham na cidade que o ex-governador estaria no ponto para entrar na disputa.(Fonte: Coluna do Feitosa Costa)

Segurança cria grupo com 8 órgãos para impedir atuação de milícias em grilagem no litoral

Por Roberto Araujo

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) publicou no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (19) uma portaria que institui um grupo de trabalho interinstitucional para propor medidas para impedir a atuação de organizações criminosas que atuam com grilagem de terras no litoral do Piauí.

Farão parte do grupo os seguintes órgãos:

Ministério Público Federal
Ministério Público do Estado do Piauí
Polícia Federal
Defensoria Pública da União no Piauí
Defensoria Pública do Estado do Piauí
Núcleo de Regularização Fundiária do Tribunal de Justiça do Piauí
Secretaria de Patrimônio da União
Instituto de Terras do Piauí

O grupo foi instituído após o defensor público da União José Rômulo Plácido Sales apresentar ao secretário de Segurança Pública do Piauí, Chico Lucas, denúncia de que agentes do Estado, principalmente policiais, estariam cometendo o crime de formação de milícias para dar suporte à grilagem de terras no litoral piauiense

O secretário disse que, além da formação do grupo de trabalho, iria instituir investigação por parte do Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da Polícia Civil e uma investigação da Corregedoria da Polícia Militar.

O defensor relatou, em entrevista à TV Cidade Verde na quarta-feira (17), que os levantamentos iniciais apontam que os agentes públicos do estado, incluindo policiais, estariam envolvidos em atos de destruição das moradias e das roças dos moradores locais, além de implantação de denúncias de crimes de menor grau contra os nativos.

“Eles usam da tática de denunciar qualquer ocupação de terras que essas pessoas façam, qualquer crime ambiental, por menor que seja, eles denunciam, mobilizam, jogam as forças públicas contra essas pessoas. E outra tática é se utilizar das milícias. Casas já foram incendiadas, roças já foram destruídas. Uma pessoa que foi pescar, que é pescador, quando retornou de madrugada, do mar, encontrou sua casa incendiada. Outra, tinha uma roça, foi embora para a cidade, quando chegou na roça, as cercas tinham sido destruídas, animais mortos, abordam pessoas e ameaçam com arma de fogo”, detalhou à ocasião

Questão fundiária em Cajueiro da Praia

Investigações paralelas na Polícia Federal e no Ministério Público Federal apuram as diversas denúncias de grilagem de terra em área da União, para a construção de empreendimentos. Pescadores e moradores de Cajueiro da Praia denunciam que posseiros e milicianos agem de forma violenta para coagir os moradores a deixarem suas casas.

Em novembro, duas operações da Polícia Federal cumpriram 32 mandados por grilagem de terras e venda ilegal de terrenos em Cajueiro da Praia. À época, oito pessoas foram presas na operação que apurava crimes ambientais, invasão e loteamento de terras da União. Foram removidas cercas, destruídas edificações clandestinas e devolvidos 82 hectares de terra à União.

As investigações indicaram que as invasões de terras de propriedade da União se intensificaram em 2020, durante o período da pandemia, com a destruição de cercas e o estabelecimento de novos marcos territoriais sem o conhecimento da Secretaria de Patrimônio da União (SPU), ou ainda mediante pedidos de utilização de imóvel junto a esta instituição com documentos com indícios de falsidade.

Em janeiro deste ano, o superintendente do Patrimônio da União (SPU) João Martins Neto já havia denunciado a formação de milícias e que estariam “acirrando” o conflito de terras em Cajueiro da Praia. Ele informou que as denúncias que chegaram à SPU foram repassadas à PF, à Justiça Federal e ao MPF.

“Mãosantistas” lançam em maio candidatura do “Novo Francisco”: ZH segue “comendo pelas beiradas”

O prefeito de Parnaíba  Mão Santa, que vinha relutando em falar sobre sua sucessão, finalmente resolveu marcar para 4 de maio o lançamento da pré-campanha do ex-secretário Francisco Emanuel, conhecido como “o Novo Francisco”.

Os Maosantistas precisam correr, pois o ex-prefeito Zé Hamilton está avançando na pré-campanha pelas beiradas, como diz o ditado popular. O novo Francisco precisa botar o pé na estrada para se tornar conhecido do eleitorado parnaibano.(Silas Freire/Edição:B. Silva)

PF: 15 mandados e R$ 1 mi em desvio de recursos por fraude de licitações no Piauí

PF: 15 mandados e R$ 1 mi em desvio de recursos por fraude de licitações no Piauí

PF: 15 mandados e R$ 1 mi em desvio de recursos por fraude de licitações no Piauí

A Polícia Federal, com o apoio técnico e operacional da Controladoria-Geral da União (CGU), deflagrou, nesta sexta-feira (19/4), a Operação 45 Graus, com o objetivo de desarticular associação criminosa voltada para prática de corrupção, lavagem de dinheiro e fraudes à licitação.

Policiais Federais e agentes da CGU cumprem 15 mandados de busca e apreensão, sendo 12 no município de Miguel Alves e três na capital Teresina. Todos os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Piauí. A Justiça Federal determinou ainda o desvio de bens e valores na ordem de R$ 1 milhão.

FOTO: PFPolícia Federal

Polícia Federal

As investigações, conduzidas pela Delegacia da PF em Parnaíba, iniciaram-se após auditoria técnica da CGU, que apontou diversos indícios de fraude em procedimento licitatório, realizado pelo município de Miguel Alves para contratação de empresas prestadora de serviços de manutenção e limpeza de ar-condicionado.

Os elementos colhidos com as investigações comprovam ainda o depósito de verba em contas de interpostas pessoas (“laranjas”), na tentativa de conferir uma aparência lícita ao procedimento ilegal adotado. Há indícios de participação de servidores públicos municipais mediante corrupção no esquema.

Os investigados poderão responder pelos crimes de frustração do caráter competitivo de licitação, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, associação criminosa, além de outros delitos que possam surgir no curso das investigações.

Com informações da PF

Com o Ministro da Previdência Florentino Neto garante recursos para implantação do PrevMóvel na Planície Litorânea

O deputado federal Florentino Neto, em audiência ontem(16) com o Ministro da Previdência, Carlos Lupi, apresentou sua Emenda Parlamentar que garante recursos para a implantação do PREVMÓVEL, na região da planície Litorânera, beneficiando 11 cidades do norte do Estado.O PREVMóvel é uma alternativa do INSS para facilitar o acesso da população em localidades que não têm agências fixas ou Acordo de Cooperação Técnica (ACT) com alguma entidade ou ente público, como prefeituras.

Florentino disse que expôs a urgente necessidade da implementação do Prevmóvel no Piauí. “Essa iniciativa é fundamental para desafogar o atendimento do INSS e garantir que nossos cidadãos tenham acesso rápido e efeciente aos benefícios previdenciários” – pontuou.

O asfalto de Dr. Hélio está inundando ruas do Coqueiro

O asfaltamento indiscriminado nas ruas do vilarejo Coqueiro em Luís Correia, patrocinado em 2022 pelo deputado estadual Dr. Hélio e pela prefeita Maninha, com o intuito totalmente eleitoral, agora está trazendo suas consequências.

Fonte: imagem ilustrativa de quando foi colocado o asfalto

As ruas do Coqueiro estão majoritariamente inundadas com as chuvas, ocasionando alagamentos onde nunca se tinha visto. Tudo isso acontece no maldito ano eleitoral, no momento em que o público aplaude sem saber as consequências futuras.(Silas Freire)

Governo do Estado realizando obras eleitoreiras?

O prefeito reage 

O governo do estado está fazendo obras em vários municípios, pois, visam ajudar os candidatos apoiados por Rafael Fonteles. Mas tem cidade onde o prefeito reage. 

Obras eleitoreiras 

Veja-se o caso da cidade de Porto. O prefeito Dó Bacelar foi à rua que está sendo asfaltada e exigiu a licença para a construção da obra. 
O coitado do trabalhador nem sequer conseguia  responder e, diante disso, o prefeito sem dó e piedade, disse que ia embargar a obra e mandar retirar o maquinário do local.
Foto: ReproduçãoO prefeito avisando ao operário que vai parar as máquinas na rua

O prefeito avisando ao operário que vai parar as máquinas na rua

Bom…

 O uso da máquina pública em ações visivelmente eleitoreiras  é inadequado, mas pior é não asfaltar e querer impedir um serviço que, ao fim e ao cabo, favorece a população.

Em Parnaíba…

Já pensou se Gracinha, em Parnaíba, resolve parar as obras em várias ruas que visam atrair votos para o cantuburitinense Dr Hélio? 
Ia ser uma confusão dos diabos. Porque tudo que é secretário está fazendo obras por lá. (Portalaz)

Opinião: Liberdade para usar e abusar do poder favorece ‘postes’ em disputas eleitorais

Esse hábito de lançar postes em disputas eleitorais ganhou força no Brasil nos últimos anos. Uma provável razão para isso é a libertinagem que os gestores públicos encontram para usar a abusar da máquina pública nas campanhas eleitorais. Com a estrutura do poder em mãos e a omissão da Justiça Eleitoral diante de tantas irregularidades, muitos políticos se sentem confiantes em colocar qualquer poste numa disputa eleitoral e torná-lo competitivo.

As táticas para abusar do poder e usar a máquina pública a serviço de um candidato são manjadas, mas o Poder Judiciário faz pouco ou quase nada diante de uma realidade que qualquer pessoa consegue ver. Cria-se programas eleitoreiros para promoção de candidatos, coloca-se a estrutura de mídia governamental a serviço do candidato e compram apoios com a estrutura pública, seja com cargos ou vantagens no poder.

A facilidade para emplacar os “postes” também se dá pela dependência que muitas lideranças políticas têm do poder. Com benesses de toda ordem, aceitam, muitas vezes a contragosto, a indicação de qualquer neófito por parte do chefe político maior. No interior, por exemplo, é comum vereadores nunca chegarem ao cargo de prefeito, pois, mesmo possuindo relevância política local, não têm autonomia e se sujeitam a apoiar qualquer nome.

Uma evidência de que o abuso do poder e a omissão do Judiciário favorecem o surgimento dos postes é que esse tipo de candidato quase sempre é ligado a algum grupo situacionista. Raramente são de oposição. Sem máquinas a seu favor, oposicionistas são sempre levados a escolher nomes que já apresentaram algum tipo de potencial eleitoral e que são conhecidos da população.

O regramento eleitoral brasileiro prevê que as disputas eleitorais devem acontecer com paridade de armas entre candidatos, garantindo o equilíbrio de forças. Uma regra linda no texto e utópica na prática.(Por:Gustavo Almeida)

Forças estaduais e federais abrem guerra contra grilagem no litoral do Piauí

A grilagem tem gerado violência e tensão no litoral do Piauí

A grilagem tem gerado violência e tensão no litoral do Piauí

O secretário estadual de Segurança Pública, advogado Chico Lucas, propôs a criação de uma grande Força Tarefa, composta por instituições dos governos estadual, federal e municipal, e dos poderes Legislativo, Judiciário para combater a grilagem de terras e a formação de milícias em municípios do litoral do Piaui. A ideia é “varrer” esses tipos de crimes no Estado.

O secretário Chico Lucas informou que o grupo de trabalho que está propondo contará com a participação direta do Instituto de Terras do Piauí, Secretaria de Patrimônio da União, Defensoria Pública da União e do Estado, Polícia Federal, Ministério Público Federal e Estadual, Tribunal de Justiça do Piauí e Justiça Federal.

Nesta terça-feira (16), o secretário deu início ao trabalho de combate às milícias. Ele determinou que a Corregedoria da Polícia Militar investigue a atuação de policiais na formação de milícias para dar suporte à grilagem de terras nos municípios de Parnaíba, Luis Correia e Cajueiro da Praia, no litoral do Piauí.

O pedido de apuração foi feito em decorrência de denúncia formalizada na Secretaria de Segurança e no Ministério Público Federal pelo defensor público da União, José Rômulo Plácido Sales. Segundo ele, policiais militares e civis estariam usando suas funções e equipamentos para ameaçar e intimidar pessoas humildes a mando de grileiros.

De acordo com Rômulo Plácido, as vítimas são pescadores e lavradores que sempre usaram tradicionalmente as terras para as atividades de subsistência, como crianção de pequenos animais e plantio de pequenas roças de milho, feijão e mandioca.

No ano passado houve grande confusão entre grilagem, jagunços e moradores de Barra Grande

As investigações preliminares revelam que os maiores focos da grilagem no litoral do Piauí são em Barra Grande, no município de Cajueiro da Praia, no povoado Macapá, em Luis Correia, e na Ilha Grande, em Parnaíba. Mas o secretário Chico Lucas garante que esses lugares ficarão livres de criminosos. 

De acordo com a denúncia em poder do Ministério Público e do secretário de Segurança,  os moradores são ameaçados, constrangidos e expulsos pelos milicianos para grilar as terras no litoral, como está ocorrendo na comunidade Borogodó, na área da chamada Nova Barra Grande. 

Além da apuração da Secretaria Estadual de Segurança a denúncia também foi levada ao Ministério Público Federal e já foi encaminhada para a Polícia Fedral, que já instaurou inquérito para tratar da ação desses grupos criminosos de grilagem das terras da União.

O defensor público explica que com a expansão do turismo no litoral do Piauí, notadamente em Cajueiro da Praia, as terras passaram a ter um valor econômico muito grande. “Isso trouxe a cobiça de grileiros que vão ao litoral para se apropriar das terras e explorá-las economicamente em detrimento das comunidades tradicionais que lá residem há décadas, desde quando a terra não tinha essa expressão econômica que tem hoje”, comenta Rômulo.

“Nós não somos inimigos da expansão do turismo, da indústria do turismo, que traz empregos, traz renda para o nosso estado. Mas é preciso que isso seja feito de maneira ordeira e respeitando os interesses das comunidades tradicionais, dos pescadores que lá moram há séculos. É preciso que tudo seja legalizado”, completa o defensor público Rômulo Plácido.

Secretário Chico Lucas: a ordem e acabar com a grilagem no Piauí,  doa a quem doer

O secretário Chico Lucas determinou que a denúncia da Defensoria Pública da União, uma instituição federal  seja encaminhada à Corregedoria da Polícia Militar do Piauí para investigar a participação de policiais militares e à Delegacia Geral da Polícia Civil para que seja aberta uma investigação por meio do Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO).

“Não iremos tolerar a atuação de milicianos no Piauí, e já determinamos que os agentes da Segurança que mantenham condutas públicas e/ou privadas incompatíveis com a função policial tenham punições exemplares a fim de coibir esse tipo de prática danosa na Forças de Segurança do nosso Estado”, concluiu o secretário Chico Lucas.

Relíquias de Santa Teresinha do Menino Jesus chegam hoje (16) em Parnaíba

Após 4 dias em Teresina, as Relíquias de Santa Teresinha do Menino Jesus seguem na manhã desta terça-feira (16) para o município de Parnaíba, no litoral do Piauí.

Às 8h, no Carmelo de Santa Teresa de Jesus e São João da Cruz, no bairro Angelim, zona Sul da capital, será realizada uma missa, seguida de carreata pelas ruas da cidade no carro do Corpo de Bombeiros.

Na Igreja Católica, as relíquias são partes dos corpos, objetos ou vestimentas dos santos e beatos. Nesse caso, as relíquias são um relicário que leva o fêmur e os ossos do pé de Santa Teresinha.

As relíquias vieram da França e fazem parte de uma peregrinação que está sendo realizada desde fevereiro deste ano, passando por mais de 70 cidades brasileiras em comemoração aos 150 anos do nascimento de Santa Teresinha, que foi comemorado em janeiro de 2023.

As Relíquias de Santa Teresinha já estiveram presentes no território da Arquidiocese de Teresina em 1998. Após 26 anos, as relíquias de primeiro grau retornam ao Brasil, dessa vez por meio de um pedido dos Frades Carmelitas Descalços do Brasil à Basílica de Santa Teresinha em Lisieux, na França.

Quem é Santa Teresinha?

Foto: Luiz Lopes Jr./CNBB

Marie Françoise Thérèse Martin nasceu no dia 2 de janeiro de 1873 em Alençon, na França. Teresinha, a santa das rosas, como é popularmente conhecida, é considerada uma das maiores referências religiosas dos tempos modernos. Ela viveu de maneira discreta, na simplicidade de uma comunidade monástica francesa, passando despercebida até o final do século XIX. Foi somente no início do século XX que ela despontou, evangelizando cristãos e até mesmo não cristãos através das Sagradas Escrituras e do seu testemunho de vida.

Durante sua vida, Santa Teresinha dedicou muitos escritos, poesias e orações ao Menino Jesus, seus primeiros anos da infância e sua natividade. Em 1894, ela pintou o quadro “O Sonho do Menino Jesus”, que mostra a figura do Menino Jesus brincando com flores que são oferecidas.

Jogar pétalas de rosas quando o Santíssimo Sacramento passava no ostensório, assim como jogar lindas flores no grande crucifixo que se localizava no jardim do Carmelo, estava entre as grandes alegrias de Santa Teresinha.

Ela teve seus últimos anos consumidos pela terrível tuberculose, que, no entanto, não venceu sua paciência com os desígnios do supremo. Morreu em 30 de setembro de 1897.

Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face foi beatificada em 29 de abril de 1923 e canonizada em 17 de maio de 1925 pelo Papa Pio XI. Ela, que durante toda a sua vida teve um grande desejo de evangelizar e ofereceu sua vida à causa missionária, foi aclamada dois anos depois pelo mesmo pontífice como “padroeira especial de todos os missionários, homens e mulheres, e das missões existentes em todo o universo, tendo o mesmo título de São Francisco Xavier”.

Ministério Público Eleitoral está de olho nos institutos de pesquisas

A coluna tomou conhecimento de que o Ministério Público Eleitoral começou a monitorar institutos de pesquisas no estado. Chegou até nós a informação de depoimentos de pesquisadores de campo que estranham que os dados coletados nem sempre condizem com os divulgados.

Embora as pesquisas, no ano eleitoral, precisem ser registradas e assinadas por um profissional da estatística, que é o responsável, mesmo assim tem havido muita discrepância nos números das pesquisas. Pelo menos dois institutos estariam sendo acompanhados de perto em suas sondagens. A coluna apurou que o Instituto Credibilidade e o Sensus estariam recebendo esse acompanhamento. Tomara que a Justiça aja logo, pois o eleitor está cada vez mais confuso com a avalanche de pesquisas.(Coluna de Silas Freire)

‘Saúde para o povo sempre será prioridade’, Dr. Hélio destaca evolução do HEDA

O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Parnaíba, Dr. Hélio Oliveira (MDB), reafirmou seu compromisso com a saúde pública em uma recente publicação no Instagram. “Saúde para o povo sempre será prioridade!”, declarou o deputado.

FOTO: REPRODUÇÃODr. Hélio Oliveira celebra investimentos no litoral do Estado

Dr. Hélio Oliveira

Oliveira elogiou o progresso do Hospital Dirceu Arcoverde (HEDA), que foi recentemente classificado entre os cinco hospitais da rede pública estadual de saúde como de alta conformidade pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente 2023. “O HEDA evoluiu bastante”, disse ele.

No entanto, o deputado reconheceu que ainda há trabalho a ser feito. “O HEDA requer ainda mais investimento para garantir um atendimento completo à comunidade de Parnaíba e região”, afirmou. 

“Estamos trabalhando para ampliar ainda mais a qualidade do serviço oferecido. Avante!”, concluiu o deputado, demonstrando otimismo e determinação para enfrentar os desafios da saúde pública em Parnaíba.

Secretário de Segurança viaja e deixa policiais civis em movimento de greve

O secretário de Segurança do Piauí Chico Lucas foi para bem longe do barulho que os policiais civis estão fazendo em Teresina para definir se deflagram ainda nesta sexta-feira o movimento Polícia Legal, nas delegacias. Lucas, encontra-se em evento na cidade de Cristino Castro. 

Foto: PC-PIChico Lucas, secretario de Segurança

O secretário Lucas debochou do movimento dizendo: “o movimento de vcs tá muito bom, pode continuar”

Chico Lucas acompanha o governador Rafael Fonteles que inaugura a “reestruturação do Grupamento da Polícia Militar e instala uma unidade de serviços digitais do Instituto de Identificação na cidade de Canto do Buriti. Portanto, as autoridades estão mais de 500km distantes do barulho que os agentes de polícia fazem na capital em defesa da reestruturação salarial da categoria.

Foto: ReproduçãoO secretário Lucas debochou do movimento dizendo: “o movimento de vcs tá muito bom, pode continuar”

O caixão simboliza a morte/ falência da Polícia Civl, segundo entendem os agentes
Foto: ReproduçãoSinpolpi

Um ato covarde 

Os policiais civis consideram a viagem do secretário de segurança “um ato covarde.
Secretário inventa uma inauguração fora da agenda para se esconder de manifestante. Se acovardou”, atacam eles. 

Ontem estava programada uma visita do comando do Sinpolpi ao gabinete do secretário, mas Lucas não apareceu no gabinete. Revoltados, os policiais chegaram a produzir um caixão preto, simbolizando a falência da polícia piauiense. 

“Isso é fazer chacota do movimento, está nem aí , espero que cada agente, escrivão tenha VERGONHA NA CARA E APAREÇA”, diz menagem de WhatsApp, ao pontuar que Chico Lucas ficou de dar resposta a categoria. “ não deu o mínimo, que seria chamar o presidente {Isaac} para conversar e dizer algo… quer pagar para ver, não acredita na mobilização, esse desrespeito é com cada policial civil que deve ter vergonha na cara e mostrar união”, destaca. 

O movimento Polícia Legal consiste em paralisar por setor as atividades nas delegacias. Deve ser decidido nesta sexta-feira como último ato da operação Prelúdio.

Fonte: Portal AZ

Projeto inclui Parada LGBT+ no calendário oficial de Parnaíba

Parada LGBTQIAPN+ em Parnaíba é organizada pelo Grupo Unificado de Apoio a Diversidade Sexual de Parnaíba

Parada LGBTQIAPN+ em Parnaíba é organizada pelo Grupo Unificado de Apoio a Diversidade Sexual de Parnaíba

Os deputados da Assembleia Legislativa do Piauí aprovaram em sessão plenária a inclusão da Parada LGBT+ no calendário oficial de eventos do Piauí. O projeto de autoria da Gracinha Mão Santa, também considera a Parada como Patrimônio Cultural Imaterial e seu grupo organizador, o Grupo Guará (Grupo Unificado de Apoio a Diversidade Sexual de Parnaíba), Patrimônio Cultural Material.

Conforme o texto, o reconhecimento é relevante para combater a discriminação contra a população LGBTQIAPN+. As pesquisas elencadas por Gracinha na justificativa da matéria mostram que o preconceito a esses grupos têm gerado números alarmantes de exclusão do mercado de trabalho, homicídios e até mesmo suicídio entre essa parcela de brasileiros.

Para mudar esse quadro, a deputada acredita que o Poder Público deve dar apoio a grupos como o Guará, atuante há 20 anos em Parnaíba na defesa de minorias.

“O apoio aos grupos da sociedade organizada que defendem a causa humanista, principalmente os vulneráveis, tem que estar em tempo real nos holofotes da administração pública”, justifica Gracinha Mão Santa.

O grupo já foi reconhecido como de utilidade pública em Parnaíba e em todo o Estado e defende a importância do título de Patrimônio Cultural material.

“A declaração de Patrimônio Cultural Material do Grupo será mais uma demonstração de que o Estado do Piauí está em sintonia com a promoção da diversidade. Além do mais, a declaração de Patrimônio Cultural Imaterial da Parada LGBTQIAPN+ de Parnaíba reflete a importância da proteção da cultura nacional promovida pelos grupos LGBTQIAPN+”, explica a parlamentar.

Zé Hamilton deixaria candidatura de prefeito pela possibilidade de uma aposentadoria no Senado Federal?

Com vantagem cada vez mais ampliada como o favorito para a Prefeitura de Parnaíba, de acordo com todas as pesquisas realizadas para consumo interno dos grupos políticos, o ex-prefeito José Hamilton é a bola da vez quando o assunto também é especulação e prognósticos negativos.

Apesar de tudo o que ele já disse sobre sua decisão, ratificado pelo seu pré-candidato a vice-prefeito, vereador Ricardo Véras, há quem ainda duvide que Zé Hamilton leve até o fim seu projeto de candidatura. Especula-se, por exemplo, que ele poderá optar pela possibilidade de ocupar por algum tempo a cadeira de senador, na condição de suplente do senador Marcelo Castro e encerrar sua carreira política com uma boa aposentadoria no senado federal. E o que Zé Hamilton pensa disso? Ele vai falar hoje sobre o assunto durante nossa live, a partir de 7 horas da noite, em nossas redes sociais. Acompanhe!