Covid-19: comprovante de vacina segue obrigatório mesmo com baixo número de casos no Piauí

comprovante de vacinação contra a Covid-19 segue obrigatório no Piauí apesar dos baixos números de casos e mortes pela doença. Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), até essa quinta-feira (19), apenas um caso foi registrado em todo o Estado.

A continuidade da exigência do comprovante de vacina está em um parecer técnico da Sesapi, em parceria com o Comitê de Operações Emergências (COE), publicado em março deste ano que dispõe ainda sobre a aplicação da 4ª dose da vacina contra a Covid-19 .

Apesar do uso de máscara em ambientes fechados ter deixado de ser obrigatório no Piauí, com algumas exceções, o passaporte vacinal permanece sendo cobrado para a entrada em eventos e estabelecimentos, conforme o parecer técnico. A razão pela qual o uso das máscaras foi flexibilizado está relacionada ao avanço na aplicação das vacinas contra a Covid-19. Com a imunização de quase 90% dos piauienses com o esquema vacinal completo (pelo menos as duas primeiras doses), considera-se um “bom nível de controle” da pandemia no estado.

O passaporte de vacina deverá comprovar duas doses ou dose única da vacina, ou seja, não é mais necessário que o documento conste a dose de reforço. Ele é exigido na entrada de eventos sociais, culturais, esportivos, corporativos e hotéis –  e pode ser apresentado de forma física ou digital.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) alertou os piauienses que estão em atraso com a dose de reforço, contra a Covid-19. De acordo com o último levantamento da Fiocruz até 18 de abril, 783.848 pessoas no Piauí não receberam a terceira dose .(O Dia)

Deixe uma resposta