Gracinha Moraes diz que não se envergonha de apoiar Jair Bolsonaro

Ela concedeu a declaração quando se pronunciava sobre o fato de o pré-candidato a governador do Piauí, Sílvio Mendes (União Brasil), não declarar apoio para presidente da República, embora, tenha como principal aliado, o senador licenciado Ciro Nogueira (Progressistas) que é o atual ministro-chefe da Casa Civil.

Foto: Alef Leão/GP1Gracinha Moraes Sousa

Gracinha Moraes Souza

“Nós somos bolsonaristas raiz. Mão Santa foi convidado a ser candidato a vice-presidente do Bolsonaro. Não temos vergonha e nem medo disso. Somos gratos porque Parnaíba recebeu a mão do Governo Federal, quando o Governo do Estado, até na covid, virou as costas”, argumentou Gracinha.

Ainda durante a conversa com nossa reportagem, Gracinha Moraes disse que Sílvio Mendes não vota no presidenciável Lula (PT), pois de acordo com ela, o líder do União Brasil sempre defendeu a probidade com o que é de interesse público.

“Somos gratos ao Governo Federal e respeitamos quem não é. Acredito que Sílvio não vota em Lula, em quem ele vai votar não sei, mas em Lula não. Digo isso com toda convicção, pois a todo momento Sílvio diz que não pode roubar e nem deixar roubar. Então seria uma incoerência ele votar no Lula que para mim foi o maior ladrão da história”, alfinetou a pré-candidata a estadual do PP. (Germana Chaves/GP1)

EM TEMPO: Gracinha mente descaradamente quando diz que na Covid o governo do Estado virou as costas para Parnaíba. O Mão Santa, pai dela, fechou o Hospital de Campanha Nossa Senhora de Fátima. O governador W. Dias veio a Parnaíba com o secretário de saúde Florentino, fizeram uma pareceria com a prefeitura e reabriram. Foi colocada a Promédica também como anexo do HEDA para o atendimento de casos de Covid. E a prefeitura fez o quê? Atrasou a vacinação. Inclusive porque, certo período, faltou gasolina nos carros para a entrega das vacinas nos postos. Aí mente, essa Gracinha!!!

Deixe uma resposta