Intolerância mata petista e deixa bolsonarista gravemente ferido no Paraná

O agente penal petista e o guarda municipal bolsonarista, que protagonizaram a troca de tiros em Foz do Iguaçu.

A intolerância política causou uma tragédia neste sábado, 9, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

O agente penal federal Jorge José da Rocha Guaranho matou com dois tiros o guarda municipal Marcelo Arruda.

Ainda ferido, Arruda baleou Guaranho que foi gravemente ferido e está internado em hospital local.

O boletim de ocorrência da Polícia Civil relata que os dois acabaram trocando e o petista foi morto, enquanto o bolsonarista corre o risco de morte em hospital da cidade.

Deixe uma resposta