Jogada no PSDB é chamar prévias de ‘formalidade’

João Doria venceu Eduardo Leite na disputa pela candidatura do PSDB ao Palácio do Planalto – Foto: PSDB.

A renúncia do governador gaúcho Eduardo Leite foi a “senha” para a cúpula do PSDB deflagrar a “desidratação” de João Doria, que os filiados do PSDB escolheram em novembro candidato a presidente da República em prévias que custaram mais de R$10 milhões aos cofres públicos federais. Utilizando-se de cara-lisa muito comum nas raposas políticas, Leite chamou de “formalidade” as prévias que perdeu. E parece feliz com o papel de ser usado por velhos tucanos para passar a perna em Doria.

Destilando bílis

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, antes cuidadoso em declarações, nesta terça (29) rasgou a máscara para praticamente descartar Doria.

Ora, o partido…

Para Araújo, mais importante do que os votos dos 44 mil tucanos nas prévias é o que ele chamou de “pacto” com partidos “aliados”.

Pacto com rivais

Bruno Araújo citou acordo, desconhecido, que prevê a retirada do nome de Doria, à sua revelia, em favor de candidato de outro partido.

Opções fraquinhas

Doria tem baixo desempenho em pesquisas, mas seus números são maiores que as opções Leite, Simone Tebet (MDB) e Luciano Bivar (UB)..(Cláudio Humberto)

Deixe uma resposta