Mão Santa continua ludibriando concursados: ainda restam 39 aprovados

A imagem de um dos aprovados no concurso público de 2019, para a Secretaria municipal da  Saúde, falando nas redes sociais do seu drama e chorando durante audiência pública recente na Câmara Municipal, que tratou da convocação dos aprovados no citado concurso, bem retrata quão frustrante e dolorida é a situação de quem, numa crise como a que estamos atravessando, estudou, esforçou-se para passar no concurso, ter o seu emprego, conseguiu aprovação e agora está sendo enganado pela falta de humanidade do gestor municipal.

Ah, mas já foram convocados mais de 90% e até o ano que vem vão ser convocados os demais, hão de dizer isso. Mas não interessa. Cada um é que sabe de suas necessidades e é duro a pessoa saber que conquistou o seu emprego, com estudo, esforços próprios, sem pistolão, e a Prefeitura lhe nega o direito de ser o seu salário. Bem disse o vereador Irmão Marquinhos, durante a audiência pública: “Quando se lança um concurso o município já tem um estudo completo, tanto da demanda, quanto do impacto financeiro, ou seja, todo esse processo já é previsto e nos causa estranheza a situação atual, pois já estamos com três anos e ainda hoje as pessoas que passaram ‘pela porta larga do concurso público’, precisam implorar por um direito a elas adquirido com muito esforço e dedicação. Ressalto que semanalmente tenho visitados os postos de saúde e muitos não dispõem de um vigia, sendo que temos profissionais aprovados para preencher essas vagas”.

Ainda falta a convocação de 39 aprovados: 4 maqueiros, 4 agentes administrativos, 27 VIGIAS (postos de saúde e escolas estão sem vigias); 4 auxiliares de farmácia. Não há dinheiro? Há sim. Pessoas sem a escolaridade necessária ganharam portarias de até 5 mil reais, inclusive para a secretaria de saúde. Outros ganharam portarias apenas para puxarem o saco do prefeito  e agora pedirem votos para a filha do prefeito, a menina má da prefeitura que agora querem transformar em fada. E mais: A prefeitura patrocina festas e mais festas… se há dinheiro para tudo isso, por que não existe para dar posse aos aprovados em concurso público, 3 anos depois???

Deixe uma resposta