Merlong critica aprovação de MP que autoriza empréstimos consignados

Merlong Solano critica aprovação de empréstimo para beneficiários de programas 

Merlong Solano critica aprovação de empréstimo para beneficiários de programas 

Por Arimatéa Carvalho

A Câmara dos Deputados aprovou MP que autoriza que beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e do Auxílio Brasil tenham acesso a empréstimos consignados. 

O deputado federal Merlong Solano (PT) orientou a votação do PT contrária à medida, explicando que a MP vai gerar endividamento dos mais pobres e aumentar os lucros das instituições financeiras e o assédio para a contratação de empréstimos.

Merlong informou que o PT não é contra o crédito consignado que já existe e que já permite o endividamento das famílias em até 35% da sua renda, mas destacou que o partido marca posição contrária à transferência dos recursos dos programas sociais para os bancos. 

“O BPC é um salário mínimo e o auxílio é R$ 400. Agora as pessoas, sobretudo as mais carentes, poderão comprometer até 40% – ou 45% no caso de aposentados – da sua renda tão exígua para se endividar com os bancos. O sistema financeiro já chegou no teto de endividamento da classe média e agora sua sanha se lança sobre os mais pobres. E com o apoio do governo federal, que está entregando os recursos dos programas sociais nas mãos dos banqueiros, que vão faturar às custas dos juros pagos pelos mais pobres”, disse o deputado.

O parlamentar ressaltou que essa parcela da população está mais sujeita à oferta abusiva de crédito por parte das financeiras e bancos, que oferecem inúmeras vantagens sem informar sobre as taxas de juros e o tempo de vigência dos contratos.

Deixe uma resposta