Merlong duvida da diferença de votos entre Sílvio e Rafael contada por Ciro

Por Rany Veloso

Com base nas eleições anteriores, o deputado federal Merlong Solano (PT) disse ao blog ser mentira a informação repassada pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, de que em Teresina Sílvio Mendes terá 100 mil votos de diferença de Rafael Fonteles nas eleições ao governo do Piauí. Merlong acredita que o discurso disseminado por Ciro no interior faz parte de uma estratégia para angariar mais votos para a oposição. “Isso não tem nada a ver com a realidade que a gente constata nas ruas e nas pesquisas das eleições de 2010 até agora”, esbraveja.

“Ninguém ganhou uma eleição em Teresina, seja para governador ou para prefeito, com 100 mil votos de maioria. Quem teve maior maioria foi Wellington Dias em 2014, quando ganhou por 60 mil votos. Firmino ganhou a eleição de Elmano por apenas 12 mil votos”, cita os exemplos históricos.

Os pré-candidatos Rafael Fonteles (PT) e Sílvio Mendes (União) polarizam a disputa ao governo do estado, e por isso Merlong acredita que essa diferença não será tão alta na capital, que tem o maior eleitorado.

O deputado assim como outros integrantes da base acreditam que o maior número de líderes comunitários e de partidos, deputados e vereadores na base vão fazer a diferença no resultado.

“Onde está a lógica  de Rafael tendo a apoio de 21 vereadores e de centenas de lideranças de Teresina perder a eleição na capital? A eleição aqui [em Teresina] será equilibrada. Com chance de Rafael ganhar”, faz sua análise. 

Deixe uma resposta