O fato da semana: prisão do ex-ouvidor geral de Parnaíba e protegido do prefeito Mão Santa Alan Pé de Pano

Sem dúvida alguma o fato político de maior repercussão em Parnaíba, na semana que finda, foi a prisão, na quarta-feira última, do  ex-ouvidor geral do município de Parnaíba, Alan Pereira de Sousa, conhecido como Pé de Pano. Ele também gostava de ser chamado Doutor Alan, desde que assumiu as funções de superintendente municipal da pesca.

Ex- ouvidor geral do município de Parnaíba, Doutor Pé de Pano

Boxes que eram supostamente negociados pelo Pé de Pano

Um dos protegidos do prefeito Mão Santa, Pé de Pano é suspeito de cobrar propina para permissionários de um mercado municipal – Mercado do Bairro de Fátima. Segundo a Polícia Civil, ele teria cobrado valores de R$ 1 a R$ 5 mil para facilitar a concessão de boxes no mercado quando era superintendente de Pesca, em novembro de 2021. As concessões devem ser gratuitas. 

 Boxes supostamente negociados pelo Pé de Pano

A prefeitura, para livrar a cara do Mão Santa, divulgou nota de esclarecimento afirmando que “que o senhor Alan Pereira de Souza, não faz parte do quadro de servidores deste município, desde o dia 02 de junho do corrente ano, quando foi exonerado do serviço público municipal”. Mas é bom lembrar que quando ele praticou o suposto delito ainda era servidor comissionado, sim, do município.

Secretário Fábio Barros e o também ex-secretário Municipal Fabrício Conceição também no radar das autoridades

Há suspeitas de que outros servidores comissionados da prefeitura, também protegidos do prefeito Mão Santa, como o secretário do Trabalho Fábio Barros, que já foi secretário de governo e uma espécie de “faz tudo” na gestão, também estejam envolvidos com falcatruas na administração do município.. 

Deixe uma resposta