Paralisação de professores da UFDPAR terá momento político-cultural nesta 5ª feira com participação de alunos

A atividade faz parte da semana de luta ‘Em defesa da educação pública, por condições de trabalho e reposição salarial’
Em continuidade às atividades da Jornada de Lutas e Reposição Salarial Emergencial das Servidoras e Servidores Públicos, docentes e discentes realizam nesta quinta-feira, 28, às 16h em frente a biblioteca da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPAR) um momento político-cultural para debater “a universidade que queremos”.
A ação contará com a participação dos artistas locais Daniel Felipe e Erick Farias que vão juntos com professores, alunos, servidores públicos e a comunidade debater sobre os ataques à educação pública, políticas sociais e garantia de direito que vem sendo acompanhado na conjuntura nacional e local.
De acordo com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) as universidades brasileiras necessitam de, no mínimo, R$ 1,8 bilhão a mais do que o previsto para funcionarem em 2022, que conforme a Lei Orçamentária é de R$ 5,1 bilhões para gastos discricionários com funcionamento, obras, contratação de serviços de terceirização de mão de obra e despesas com assistência estudantil.
 “Estamos lutando pelo que é necessário para um funcionamento ideal, pois esses sucessivos cortes nas verbas da educação estão ameaçando paralisar as atividades de ensino, pesquisa e extensão, além da assistência aos discentes referentes a bolsas, restaurante universitário e residência universitária” comenta o coordenador da ADUFPI regional Parnaíba, Osmar Alencar Júnior.
A atividade tem a organização da ADUFPI regional Parnaíba, diretório 3 de maio, movimento correnteza, CATUR e Centro Acadêmico de psicologia da UFDPAR.

Deixe uma resposta