Rafael e Rejane direcionam campanha para mulheres

O pré-candidato a governador Rafael Fonteles (PT) participou nessa segunda-feira (27) da plenária “Conexão Mulheres- O que nós queremos!”, realizada no Gran Hotel Arrey. O encontro, organizado pela deputada federal Rejane Dias (PT), objetivou debater políticas públicas para mulheres e discutir ações que garantem mais participação e a preservação dos direitos das mulheres, nos mais diversos setores.

“Esse tipo de evento é muito importante porque precisamos ouvir e discutir políticas que valorizem as mulheres, que coíbam a violência doméstica e priorizem a luta delas por melhores espaços de poder, inclusive na política. Nessa eleição mesmo, as mulheres terão o papel mais importante na reconstrução do Brasil e são elas que estão tendo a ousadia de enfrentar essa tragédia que é o governo federal“, ressalta Rafael Fonteles.

O Time do Povo defende a igualdade e o respeito à diversidade e prega que mulheres e homens são iguais em seus direitos. Por isso mesmo Rafael Fonteles tem um programa participativo, que conta com a colaboração de uma representatividade expressiva de mulheres. “O nosso plano de governo já foi feito com a participação de muitas mulheres que lidam nessa luta diária do combate à violência e que são a favor do empoderamento feminino, mas estamos aqui para ouvir e pedir outras sugestões, pois o nosso plano ainda está aberto para mais contribuições. Basta acessar www.rafaelfontelepi.com.br”, afirma Rafael.

O pré-candidato a governador ainda destaca que o Piauí é exemplo na participação das mulheres, na área privada e pública. “É só observar que 40% dos parlamentares federais do nosso Estado são mulheres, enquanto no Brasil esse percentual é de apenas 15%. Aqui no Piauí, a maioria dos cargos de gerente e coordenação também é ocupado por mulheres. E ainda temos a nossa Regina Sousa no cargo de governadora”, comemora Fonteles.

Ele ainda lembra algumas ações do Estado que são importantes para as mulheres, como a criação da própria Coordenadoria de Políticas para Mulheres e a construção da Nova Maternidade, que vai permitir uma melhor qualidade de atendimento não só para as mães, como para os bebês. “E queremos ampliar e melhorar esse atendimento, descentralizar o atendimento materno infantil, para garantir mais suporte e atendimento às mulheres, principalmente as de baixa renda. Além de fortalecer o apoio à geração de emprego e renda, especialmente às mulheres que são chefe de família”, comenta Rafael.

Durante a plenária, Rafael Fonteles e Rejane Dias responderam às perguntas dos participantes, relacionadas à mulher, como a questão da violência doméstica, combate à evasão escolar/educação, dentre outras.(Tereza Val)

Deixe uma resposta