“Saio com a consciência tranquila”, afirma Wellington Dias

O ex-governador Wellington Dias disse, nesta quinta-feira (31) após renunciar ao cargo, que está deixando o Governo com a consciência tranquila e sentimento de vitória por tudo o que foi feito nesses quase 8 anos de mandato.

“Saio com a cabeça erguida, com a consciência tranquila e grato a Deus, ao povo e a tanta gente que ajudou, porque ninguém faz nada só. Eu eu acho que por mais que seja uma disputa política, temos que olhar para trás e ver realmente que o Piauí teve avanço e vamos seguir avançando muito mais”, afirmou Wellington Dias.

Wellington Dias se emociona em discurso

Wellington Dias se emociona em discurso

O ex-governador ressaltou que se sente vitorioso pelas mudanças que proporcionou à população. “É um sentimento de carinho, de respeito, de conquista e de vitória, porque veja, não é uma vitória minha, é uma vitória de alguém que não tinha água, passou a ter, alguém que não tinha energia e passou a ter, morava num lugar que não tinha estrada, não tinha comunicação, não tinha cultura, não tinha tantas coisas e passou a ter. Então, eu acredito que é uma vitória bem forte de muita gente e é isso que eu acho que nos enche de energia para seguir adiante”, pontuou Wellington Dias.

“Olhando para trás, quantas pessoas melhoraram de vida por algumas das ações que fizemos ou por várias delas? Quantas pessoas que viviam na lamparina passaram a ter energia? Que não tinha água na torneira e passaram a ter? Não tinham casa, não tinha terra e passaram a ter? Quantas pessoas que não podiam ter comunicação e passaram a ter? Pessoas que moravam em lugar que não tinha uma estrada asfaltada? Então, se a gente faz um corte de 20 anos atrás, eu acho que valeu a pena. Eu posso dizer que eu saio de cabeça erguida, preparado”, explanou o ex-governador.

Por fim, o ex-governador declarou que deixa o Karnak sabendo que não deixou ninguém envergonhado por algo que tenha feito durante a sua gestão. “Poder sair, olhar nos olhos dos jornalistas, olhar nos olhos dos líderes, do povo, dos meus filhos, da minha esposa e ninguém ter vergonha das coisas que eu fiz, isso é essencial e por isso agradeço a Deus”, concluiu.(Gp1)

Deixe uma resposta