UFPI anuncia corte de R$ 7,7 milhões e diz que manutenção do custeio se agrava

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) anunciou, nesta segunda-feira (04), que sofreu um corte em seu orçamento que chega a R$ 7,7 milhões. A perda dos recursos é considerada definitiva e compromete o pagamento de despesas, como manutenção, por exemplo. Diante da situação, a instituição disse em comunicado à comunidade acadêmica que “será obrigada a intensificar a implementação de medidas de austeridade”.

Em maio, a instituição de ensino sofreu um bloqueio orçamentário de R$ 15,5 milhões. Mesmo após a queda do valor contingenciado pelo Ministério da Educação (MEC), a UFPI permaneceu com quase R$ 7,7 milhões bloqueados. 

No mês seguinte, o Ministério da Economia aplicou dois cortes definitivos, um de R$ 3,9 milhões no dia 09 de junho e outro de R$ 3,8 milhões no dia 23 de junho.  Segundo a administração da UFPI, o valor corresponde a 7,2% de todo o orçamento para o pagamento das despesas de manutenção

“Os valores suprimidos no orçamento da UFPI representam, aproximadamente, um mês do custeio da instituição, tornando-se mais expressivo com a retomada das atividades presenciais, que demanda maior aporte de recursos para manter o pleno funcionamento”, afirma o comunicado. (Breno Moreno)

Deixe uma resposta