JOÃO MADISON DIZ PREFERIR SAIR DO PMDB DO QUE VOTAR CONTRA WELLINGTON DIAS

PEEMEDEBISTA AFIRMA QUE O PARTIDO NÃO ACEITARÁ NENHUM TIPO DE PRESSÃO NACIONAL PARA QUE A SIGLA FAÇA OPOSIÇÃO AO PETISTA

Deputado João Madison afirma que o partido estará com Wellington em 2018 

Se for para votar contra o governador Wellington Dias (PT), os deputados do PMDB preferem deixar o partido. A declaração é do deputado João Madison. Segundo ele, a sigla não aceitará nenhuma pressão do diretório do PMDB nacional para apoiar a pretensão do ex-ministro João Henrique Sousa de ser candidato ao governo em 2018.
João Henrique, nomeado pelo presidente Michel Temer (PMDB) para presidir o Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI), tem percorrido o interior do Piauí em busca de apoio para ser candidato. As pretensões dele têm encontrado a rejeição dos deputados do partido.
Excluindo a deputada Juliana Falcão, que é oposição ao governo de Wellington, os demais peemedebistas da Assembleia defendem que a sigla continue no governo e indique o vice do petista. O presidente da Casa, deputado Themístocles Filho, é cotado para ser o candidato a vice na chapa do governador.
“O PMDB não vai aceitar nenhuma interferência nacional. Se for para votar contra o governador preferimos sair do partido. Saímos do PMDB, mas não traímos o governador. O acordo com ele vai até depois de 2018”, disse. (Política Dinâmica)

Deixe uma resposta