Themístocles Filho acredita em vitória de Rafael Fonteles no primeiro turno

Pré-candidato a vice-governador, o deputado estadual Themístocles Filho, presidente da Assembleia Legislativa, afirmou nesta segunda-feira, 27, ao jornalista Yeldson Vasconcelos, no Programa Bom Dia Meio Norte, que as eleições de 2022 devem ser decididas no primeiro turno.

Deputado acredita que Rafael vai ganhar vencer na capital e nas maiores cidades do Piauí (Reprodução)

Deputado acredita que Rafael vai ganhar vencer na capital e nas maiores cidades do Piauí (Reprodução)

Themístocles disse que a eleição é estadual, mas tem um peso nacional. “No Nordeste é muito forte a força do ex-presidente Lula. Ele soma bastante”, diz, ressaltando que colar na imagem do ex-presidente soma muito para os candidatos a governador e a senador.

De acordo com o deputado, Rafael Fonteles vai vencer as eleições no Piauí como um todo, inclusive, em Teresina. “Rafael vai ganhar no primeiro turno”, disse, enfatizando que esta é a primeira vez que há um candidato da capital.

“No meu entender, vamos vencer as eleições no primeiro turno e Rafael vai vencer nas maiores cidades do Piauí”, disse e disse acreditar que haverá maior número de adesão à pré-candidatura de Rafael. Para ele, é uma situação normal verificada em outros pleitos passados que quando um candidato cresce nas pesquisas, agrega e recebe mais adesões.

Em nível nacional, o deputado disse que se as eleições fossem hoje, o ex-presidente Lula levaria em primeiro turno, ressaltando que pesquisa é algo de momento.

Influência de Lula

O deputado disse que este pleito está no padrão das outras eleições. No Piauí, para deputado estadual e federal, cerca de 70% da população ainda não definiram os nomes.

“Se você estimular, para deputado deputado federal e estadual, dependendo da área de atuação do parlamentar, esse número vai lá para cima. A população bota na memória”, explica, enfatizando que para governador, na espontânea ainda há indefinição por parte do eleitorado. “Quando você estimula para governador é diferente”, diz.

Deixe uma resposta