Planalto, PGR e STF em guerra, enquanto o Brasil está morrendo

Foto: Reprodução/Carta Capital

Uma guerra de poder e orgulho entre instituições incendeia o país. O Planalto é acusado de manter um gabinete do ódio sob comando da família Bolsonaro e seguidores que seriam os chefes de uma quadrilha de assassinos da honra e da verdade nas redes sociais.

O STF, insultado, quer obstruir o poder do Executivo, às vezes até ditando a equipe de governo de um outro poder. E ainda tem a PGR, que entra no meio do fogo cruzado. Dessa vez, o Congresso todo manchado, resolveu puxar o banquinho e assistir de camarote. E o maior poder, a maior de todas as instituições, a velha sofrida população, está falindo e morrendo em meio a pandemia.

Milhares de homens e mulheres tem seus corpos e suas histórias enterradas diariamente, vítimas do covid-19, e outros milhares tem sua honra assassinada com o desemprego, a falência e a fome. Enquanto isso, a grande mídia vem jogando álcool na fogueira, com raiva por ter sido desmamada. Nos resta Deus, esse não vai abandonar nossa nação manchada pela ambição, vaidade e covardia.(Por: Silas Freire)

Governador do PI vai decretar pela 3ª vez “lockdown parcial” no fim de semana

O governador Wellington Dias (PT) vai decretar mais uma vez o “lockdown” parcial no próximo domingo (31) no Piauí. O decreto prevê o fechamento de serviços para reforçar o isolamento social e reduzir o número de casos da Covid-19 no estado. No sábado (30), os serviços vão atuar dentro da normalidade prevista respeitando as medidas sanitárias de combate ao novo coronavírus

Domingo – funcionam apenas:

– Farmácias, drogarias e serviços de saúde 
– Imprensa
– Serviços de segurança e vigilância 
– Serviços de delivery exclusivamente para alimentação e serviços de autoatendimento bancário
-Ficam garantidos ainda serviços de borracharias, postos de combustíveis, pontos de alimentação localizados às margens de rodovias, serviços de transporte de cargas e atividades agrícolas e agroindustriais. (Informações de Carlienne Carpaso)

Empresários fazem manifestação pedindo reabertura do comércio em Teresina

Na manhã desta quinta-feira (28) diversos empresários e trabalhadores protestaram em frente ao Palácio da Cidade pelo retorno das atividades econômicas na capital. Por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19), decretos municipais e estaduais proibiram as atividades desde o dia 23 de março.

Valdeci Cavalcante e Dr. Lázaro

O vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Valdeci Cavalcante, cobra que os gestores busquem outros meios de lidar com a pandemia, já que os empresários cumpriram as regras impostas pelos decretos.

“São 100 dias de pandemia declarada. São 70 dias de isolamento. A população se resignou e colaborou com as autoridades esperando que elas dessem uma resposta positiva no sentido de preparar uma cidade, preparar o estado para o enfrentamento dessa pandemia que é perigosa para todos”, afirmou o empresário.

Cavalcante disse que os empresários vão continuar lutando para continuar trabalhando. “Nós sabemos também, com a falha do estado e do município em protagonizarem uma assistência devida à população, a classe empresarial que cuida do social, que cuida da economia, que cuida do emprego, da vida e da distribuição de riquezas do país e do estado, não tem como esperar. Estamos na luta e vamos continuar. Queremos trabalhar pela vida e pela paz social”, reafirmou.

Desvio de verba pública

O vereador Dr. Lázaro também esteve presente no movimento e criticou duramente as regras impostas pelos gestores. Lázaro acredita que os gestores estão aproveitando a pandemia para desviar dinheiro público.

“É toda uma organização maléfica a fim de se criar uma calamidade com características maiores aqui na nossa cidade do que ela a natureza ou o próprio vírus iria criar. A justificativa é o desvio de dinheiro público e já mostramos isso com R$ 13 milhões que já foram depositados em uma conta de fachada. Entramos em contato com a empresa, denunciamos que estávamos sabendo, esse dinheiro foi depositado na conta da Fundação Municipal de Saúde e foi demonstrada a transição via Whatsapp para nós da comissão de vereadores”, denunciou. (ANDRESSA MARTINS- Gp10)

Com medo da PF gestores no Piauí mudam os locais de dormir

PF desmonta grupo que vendeu R$ 145 mi em ouro de garimpos ...

Imagem ilustrativa

Lá vem!
Com a Polícia Federal solta nas ruas, não dá mais para nenhum gestor dormir no mesmo endereço.
A coluna sabe, por exemplo, que três secretários de Estado, vários prefeitos e secretário municipal, um senador e um deputado federal piauiense não repetem o lugar de dormir.
Com medo de o ‘japonês da Federal’ bater à porta às seis da manhã.

Vários Estados
O STJ, por exemplo, autorizou investigações, a pedido da Procuradoria Geral da República, em São Paulo e em mais seis Estados.
Agora, não perguntem se o Piauí está na lista.

Mudando de lugar
As investigações giram em torno das suspeitas de práticas de superfaturamento nas compras de equipamentos para o combate ao coronavírus.
A coluna não cansa de repetir: assim como constroem os hospitais, melhor também construir as ‘cadeias de campanha’. (Fonte: Coluna do Arimatéia Azevedo- Portal AZ)

Coren-PI e Ministério do Trabalho firmam parceira para fiscalizar unidades de saúde no Estado

O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) e o Ministério Público do Trabalho (MPT), representado pela procuradora Dra. Maria Elena Moreira Rêgo, assinaram um termo de cooperação para realização de fiscalização conjunta dos ambientes de trabalhos. Com a parceria, a proposta é ampliar a atuação fiscalizadora nas unidades de saúde e, dessa forma, garantir a assistência dos profissionais que desenvolvem atividades laborais para contenção do novo coronavírus (Covid-19) no Estado.

Com a assinatura do termo, serão realizadas a inspeções virtuais por parte do MPT, em parceria com o Coren-PI, em unidades e estabelecimentos de saúde com o objetivo de instruir ou subsidiar a atuação final dos órgãos a partir dos diagnósticos obtidos. Para isso, o MPT também vai elaborar um Check List das Condições de Trabalhos nos Serviços de Saúde para melhor direcionar as inspeções virtuais, além de disponibilizar um relatório que será encaminhado para as entidades parceiras.

Nesse processo, o Coren-PI tem a responsabilidade de indicar um profissional para acompanhar a inspeção in loco. A presidente do Conselho, Dra. Tatiana Melo, explica que as vistorias técnicas do Coren-PI pelo Estado também continuarão de forma independente. “Essa parceria com o Ministério do Trabalho é muito importante, pois fortalece as fiscalizações no âmbito das condições de trabalho dos profissionais de enfermagem. A partir dessas ações conjuntas, os resultados obtidos serão divulgados com aprovação de ambas as partes envolvidas”, informa a presidente.(Fonte: Com informações da Ascom)

Audiências públicas vão debater redução de mensalidade escolar e fechamento da CNEC

A Comissão de Defesa do Consumidor e Meio Ambiente e Acompanhamento dos Fenômenos da Natureza realizou na manhã desta quarta-feira (27) reunião virtual para deliberar sobre a realização de audiências públicas para discutir a redução das mensalidade escolares e o fechamento das duas unidades da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) nos bairros Vermelha e Renascença em Teresina.

Deputada estadual Teresa Britto (PV) Foto: Assessoria parlamentar

Os dois pedidos para a realização dos debates, ambos na área de Educação, foram propostos pela deputada Teresa Britto (PV), que é a presidente da Comissão.  As propostas foram subscritos por vários deputados e aprovadas por unanimidade.

O primeiro requerimento pede a realização de audiência no intuito de debater os projetos dos deputados Gessivaldo Isaías (Republicanos) e Henrique Pires (MDB), a respeito da redução das mensalidades nas escolas e instituições de ensino superior privado, durante o período de que durar a pandemia da Covid-19. A audiência será realizada nesta sexta-feira (29) às 9 horas. O outro é referente ao fechamento da CNEC. Este debate deve ocorrer na quarta-feira (3) às 15 horas.

“Tivemos estes dois pedidos analisados e aprovados nesta reunião de hoje. Temos aí os dois projetos dos deputados Henrique Pires e Gessivaldo e a situação desta instituição filantrópica, a CNEC, que são de muita importância e queremos que sejam discutidos com todos os interessados”, explicou a deputada (Fonte: Alepi)

Procurador alerta que ‘provas’ no inquérito de Alexandre de Moraes são nulas

Procurador alerta que ‘provas’ no inquérito de Alexandre de Moraes são nulasEntendimento de Bruno Calabrich é o mesmo de colegas como Raquel Dodge, ex-PGR

São imprestáveis as eventuais provas recolhidas pela Polícia Federal na operação desta quarta (27) contra críticas, fake news e ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A advertência é de Bruno Calabrich, procurador da República, cujo entendimento é compartilhado por colegas como Raquel Dodge, ex-procuradora-geral da República que, ainda no cargo, comparou o STF a um “tribunal de exceção”, próprio de regimes totalitários. O papel de investigar é da polícia e missão legal de também investigar e acusar é privativa do ministério público. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Além disso, Bruno Calabrich lembrou durante entrevista à Rádio Bandeirantes que, como “vítima” dos supostos ataques e ameaças, o STF não poderia mesmo investigar os supostos crimes.

Acusações no inquérito de Alexandre de Moraes estão indo direto para a lata do lixo do ministério público, que considera as provas ilegais.

Calabrich lamenta que, com “provas” imprestáveis, o inquérito de Moraes favoreça aqueles que eventualmente tenham cometido ilegalidades. A PGR arquivou o inquérito em 2019, e o entendimento do STF é que não há o que fazer, segundo lembra o procurador Bruno Calabrich.

Coronavírus: Piauí tem 138 mortes e casos confirmados passam de 4 mil

O boletim epidemiológico divulgado na noite desta quarta-feira (27) pela Secretaria de Saúde registrou que os casos confirmados de coronavírus saltaram de 3.966  para 4.243 no Piauí.

Boletim foi divulgado pela Secretaria de Saúde do Piauí nesta quarta-feira (27)

A Sesapi confirmou mais 4 mortes e total de óbitos sobe para 138 no Estado. Trata-se de duas mulheres, de 54 e 90 anos, e dois homens, de 69 anos e 71 anos. A idosa era natural de Água Branca e as outras vítimas eram de Teresina. Todos os pacientes tínham comorbidades relacionadas como problemas pulmonar, cardiovascular ou hipertensão.

Segundo o boletim, foram confirmados mais  277 casos da doença ( 134 mulheres e 143 homens) , sendo registrados os primeiros casos em  Campo Alegre do Fidalgo, e Santana do Piauí. Com isso, 147 municípios passam a ter casos de Covid-19. Milton Brandão, que aparecia na lista com casos positivos, sai do sistema. A pessoa, embora natural do município, mora em São Paulo.

O Estado possui 5.481 casos descartados e 31.869 testes rápidos negativos. São 485 internados (325 leitos clínicos ,159 em UTI e 1 em leito de estabilização) e 422 altas. Até agora foram registrados 758 casos confirmados entre pessoas com mais de 60 anos. O percentual de mortalidades nessa faixa etária é de 71, 74%.

Secretários deixarão cargos para concorrer à prefeitura de Teresina

Apesar da pandemia da Covid-19, e a incerteza em relação à data de realização das eleições 2020, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve o calendário para que servidores públicos deixem a função para concorrer às eleições deste ano.

Simone Pereira, Fábio Novo, Fábio Abreu e Kleber Montezuma

Para concorrer à prefeitura de Teresina, três pré-candidatos terão que deixar os cargos do Governo do Piauí para participarem do pleito. São eles: Fábio Novo, secretário de Cultura; Fabio Abreu, secretário de Segurança, e Simone Pereira da secretaria de Estado do Agronegócio e Empreendedorismo.

O secretário Fábio Abreu se mostra otimista com a decisão de uma data para as eleições ainda na primeira semana do mês de junho e diz que está atento ao prazo de desincompatibilização.

Já a secretária Simone Pereira, deve deixar o cargo em 30 de maio. Fábio Novo, relata que pretende deixar a função no dia 03 de junho. O secretário comenta que irá indicar uma pessoa para assumir o cargo, mas que será anunciada pelo governo.

Kleber Montezuma, apontado como possível candidato do prefeito Firmino Filho deve deixar a Secretaria Municipal de Educação (Semec) no próximo dia 03, com o desligamento, a indicação deve se confirmar.(Viagora)

Caged: 7.659 trabalhadores com carteira assinada foram demitidos no Piauí em abril

Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (27) mostram que a queda no número de contratações contribuiu de forma expressiva para o saldo negativo de empregos formais nos primeiros quatro meses do ano.

Segundo dados do Caged, 7.659 trabalhadores com carteira assinada foram demitidos no Piauí no mês de abril, período da pandemia.

Em abril foram contratados 2.312 pessoas, deixando um saldo negativo de 5.347, relacionado aos demitidos.

Em comparação aos outros estados do Nordeste, o Piauí ficou na 8ª posição com relação ao número de demitidos no mês de abril. Em primeiro lugar aparece a Bahia com 55.652, depois o Ceará com 42.270, Pernambuco com 38.212, Rio Grande do Norte com 12.692, Maranhão com 12.102, Paraíba com 11.593, Alagoas com 9.855 e Sergipe com 6.959.

Uma inovação do Novo Caged é o agrupamento de setores da economia. Até dezembro passado, eram oito: Comércio, Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP), Extrativa Mineral, Administração Pública, Agropecuária, Construção Civil, Indústria de Transformação e Serviços.(Fonte: Com informações do Ministério da Economia)

Sindilojas envia proposta de abertura gradual do comércio

O Sindicato dos Lojistas do Piauí (Sindilojas) encaminhou ao governo do Estado e a Prefeitura de Teresina um plano para a reabertura gradual do comércio. De acordo com Tertulino Passos, presidente do Sindicato, a proposta se baseia em eixos como horário diferenciado de funcionamento, segurança dos clientes e funcionários e fiscalização do poder público.

O documento propõe o retorno de todo o comércio, com funcionamento por 6 horas, de 08h às 14h e de 09h às 15h; os shoppings abririam de 12h às 20h e as lojas de14h às 20h. Os estabelecimentos ainda seguiriam os critérios estipulados pelos órgãos de saúde, como: Cliente e funcionários só entram nas lojas usando máscara, disponibilização álcool em gel para higienização e sanitização nas lojas.  O Sindicato, agora aguarda uma resposta das autoridades estaduais e municipais.

Firmino e Wellington Dias recuam da ideia de abertura da economia

Com a curva de contaminação crescente, e a maioria dos contaminados apresentando algum tipo de comorbidade, segundo os números das pesquisas, o Governador Wellington Dias, que já falava em flexibilizar o comércio antes do dia dos namorados, voltou atrás e disse que o cenário atual precisa passar por uma grande mudança para que isso aconteça.

O prefeito Firmino vai mais longe, e diz que o quadro é muito delicado e que não adianta pressão, nem que isso lhe custe o fim de sua carreira política e que fará tudo para salvar o máximo de vidas possíveis. Os dois conhecem suas realidades de saúde, até porque, ambos ocupam a posição pela quarta vez.

A notícia de que São Paulo anuncia um plano de abertura para junho, pode até mudar o pensamento dos homens, mas a conversa dos dois é de muito tempo.(Silas Freire)

Nota de repúdio à redução de salários de servidores públicos do Piauí

O Sinte Piauí, vem a público manifestar o seu veemente REPÚDIO às medidas estabelecidas pelo governo Wellington Dias, envolvendo cortes nos salários dos servidores ativos e descontos nos proventos dos aposentados, supostamente, para custear a crise sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

O governo do Piauí, maquiavelicamente, usa como artifício o combate à emergência sanitária, para achatar ainda mais, não a curva da doença, mas os subsídios dos servidores piauienses ativos e aposentados, um processo de arrocho salarial que está sendo processado antes da pandemia.

Esta postura marca um franco ataque a classe trabalhadora deste estado, há meses denunciado pelo Sinte Piauí, pela perversidade similar ou até pior do que a perpetrada por governos anteriores, aumentando a crise sanitária e desfavorecendo o enfrentamento concreto à Covid-19.

Os servidores do estado do Piauí padecem com reformas, descontos e, agora, com o álibi de pandemia, cortes. Consequentemente, os servidores do estado terão acentuadas as dificuldades para manter a sua sobrevivência.  

Nesta perspectiva, este nefasto governo para a classe trabalhadora, vai de encontro a distintas recomendações técnica, até do próprio Fundo Monetário Internacional, que destacam como necessidade imperiosa no curso da pandemia, a garantia de renda e salários para os trabalhadores. A linha oposta, assimila a política econômica ultraliberal, se aproveitando da crise para reduzir salários.

Apelar para a redução salarial, além de degradar as condições de vida dos servidores ativos e aposentados e de suas famílias, deixa evidente o quanto é insano e monstruoso jogar a conta da pandemia sobre as costas do trabalhador piauiense.

O governador Wellington Dias pode e deve, por obrigação, no atual cenário, procurar soluções emergenciais no combate a crise sanitária, contudo, não pode, levianamente, se aproveitar desta obrigação para aumentar a perseguição que há anos exerce sobre os servidores e servidoras do Piauí.

Dessa forma, o Sinte Piauí mantendo-se aguerrido em prol dos trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede estadual, REPUDIA os atos insanos de redução salarial, especialmente pela categoria já ter sido, criminosamente, penalizada pela Reforma da Previdência.

Teresina, 26 de maio 2020.

Diretoria Sinte Piauí

Wellington responde a Valdeci Cavalcante: “fora da lei será combatido na forma da lei”

Em entrevista concedida ao GP1, na manhã desta quarta-feira (27), o governador Wellington Dias (PT-PI), se pronunciou sobre a decisão da Federação do Comércio do Estado do Piauí (Fecomércio), através de seu presidente Valdeci Cavalcante, de retomar algumas atividades econômicas, consideradas não essenciais, mesmo com o decreto em vigor que impõe o isolamento social como forma de conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Valdeci e W. Dias

Wellington advertiu que toda e qualquer decisão que for tomada em desobediência à lei será combatida legalmente. Ele informou ainda que tem dialogado com o setor e que o acerto é para apresentação de um protocolo com sugestões para retomada das atividades econômicas.

“O setor do comércio que tem dialogado com o Estado, disse que vai apresentar proposta de protocolo e receberemos de bom grado. Fora da lei será combatido na forma da Lei”, avisou o governador.

Entenda o caso

O presidente do Fecomércio, o advogado Valdeci Cavalcante, em entrevista ao GP1 na tarde dessa terça-feira (26), disse que iria retomar imediatamente as obras de construção civil do Sesc/Senac e que lojas dos bairros de Teresina vão reabrir nos próximos dias, mesmo vigorando os decretos de isolamento social por conta da pandemia de coronavírus (covid-19).

O advogado ressaltou que esse é um ato desesperado dos setores, que lutam para sobreviver em meio à crise econômica. A decisão foi tomada em reunião com diversos setores empresariais, realizada no auditório da Fecomércio na manhã de ontem.

“Alguns [setores] decidiram pela abertura, alguns vão abrir, por exemplo, o Sesc e Senac têm cerca de oito obras paradas no Piauí e nós vamos retomar todas, já mandei retomar e já estamos nos preparativos, porque a Construção Civil tem um decreto federal que se sobrepõe ao decreto estadual e municipal, o presidente Bolsonaro, com base legal editou o decreto, dizendo que Construção Civil é atividade essencial”, declarou Valdeci.(Gp1)

Parte dos respiradores que foram confiscados pelo Ministério da Saúde chegam ao Piauí

A Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (Sesapi), recebeu na tarde desta quarta-feira (27) vinte respiradores mecânicos comprados pelo Governo do Estado que haviam sido confiscados pelo Ministério da Saúde. Através de mandado de busca e apreensão, os equipamentos foram localizados em São Paulo e o governo enviou avião para o resgate imediato.

A busca e apreensão foi determinada pelo juiz Márcio Braga Magalhães, da 2ª Vara Federal, que solicitou ao Ministério da Saúde a devolução dos equipamentos ao Piauí, que haviam sido retidos a pedido do Governo Federal para distribuição em outros estados. A compra dos respiradores foi feita antes da pandemia do novo coronavírus e o Governo do Piauí foi surpreendido com o confisco do Ministério da Saúde.

Os respiradores fazem parte de um lote de 81 equipamentos adquiridos pelo Governo do Estado que estavam retidos. O restante do lote deve ser entregue nos próximos dias, já garantidos também por decisão judicial. De acordo com o secretário Florentino Neto, dos vinte respiradores, onze serão destinados à ampliação da UTI do Hospital Natan Portela; cinco vão ser colocados no Hospital de Campanha do Ginásio Verdão e quatro serão deslocados para o Hospital Getúlio Vargas (HGV).

Os respiradores são acionados nos casos mais graves da Covid-19, ajudando o paciente a recuperar a capacidade do tecido pulmonar. O secretário Florentino Neto acredita que, com a chegada dos respiradores, o sistema de saúde terá uma situação “mais confortável”. “Além de toda essa iniciativa, nós estamos em tratativas para trazer mais respiradores da Turquia em uma contratação feita pelo Estado”, diz ele. Na sexta-feira (29) mais 100 respiradores devem chegar ao Estado vindos da Turquia. A compra foi feita pelo Consórcio Nordeste.(Laurivânia Fernandes)

Grupo Elizeu Martins: Nota de Esclarecimento

O GRUPO ELIZEU MARTINS vem a público esclarecer acerca de uma mensagem falsa que circula na rede social “whatsapp” que diz existir no nosso estabelecimento localizado na guarita 15 funcionários afastados por estarem com COVID-19, e que devido a isso pede que algumas pessoas conhecidas suas para não irem realizar suas compras no estabelecimento citado, pois conhece uma pessoa que supostamente contraiu o coronavírus dentro do estabelecimento já citado, após ser convidado para trabalhar pelo representante legal do grupo Elizeu Martins.

Cabe informar que Fake News é crime, portanto a pessoa que divulga, assim como a pessoa que compartilha sem buscar conhecer a veracidade da mensagem recebida, poderá, criminalmente e civilmente, serem responsabilizadas.  O Grupo Elizeu Martins já esta tomando todas as medidas necessárias para que a(s) pessoa(s) seja(m) punida(s) na forma da lei.

E, para demonstrar que o áudio que circula no Whatsapp é mentiroso, o supermercado Elizeu Martins leva a conhecimento de todos, dois pontos importantes que contradizem o que o(a) criminoso(a) diz:

1) O estabelecimento citado tem somente 6(seis) funcionários, não estando nenhum ate a presente data com qualquer sintoma gripal;

2) o representante legal da Grupo Elizeu Martins não chama ninguém para trabalhar, pois existe um departamento especifico para realizar tal função e só começa a trabalhar quando todos os tramites necessários a admissão estão concluídos.

Diante do exposto acima, pedimos que as pessoas não divulguem e nem compartilhem noticias falsas (fake News), em especial a que já citamos, pois, além de ser crime, gera pânico a todos, agravando-se pelo fato de estarmos passando por uma pandemia, o que já deixa todos psicologicamente afetados negativamente.  Infelizmente, ainda temos que lutar contra as pessoas que se escondem atrás das mensagens falsas para disseminar inverdades, prejudicando empresas e pessoas, sem qualquer pudor.

Por fim, queremos tranquilizar a todos os nossos clientes e colaboradores, pois não existe nada de verdade no áudio que circula na rede social de que o vírus está em uma de nossas, pelo contrario, estamos realizando trabalho de higienização nos carrinhos, disponibilizamos pia com detergente liquido na entrada de todas as nossas lojas para higienização das mãos, álcool liquido e em gel 70% tanto na entrada como em outros locais específicos dentro da loja, além de terceirizar uma empresa para realizar periodicamente o processo de sanitização de toda a loja, além de só permitimos a entrada de funcionários e clientes com mascara, desta forma acreditamos que manteremos um ambiente mais saudável e seguro para todos que ali se encontram.

Parnaíba, 27 de maio de 2020

Grupo Elizeu Martins Supermercados

Coronavírus no Piauí registra triste recorde: 15 mortes em um único dia

O Piauí bateu recorde de mortes por coronavírus nas últimas 24 horas: 15 óbitos. Os números foram atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde no início da noite desta terça-feira, 26. Os municípios que registraram óbitos são Barras, Buriti dos Montes, Campo Maior, Demerval Lobão, Esperantina, Parnaíba e Teresina.

De acordo com o boletim epidemiológico, as pessoas que faleceram em decorrência do novo coronavírus são 10 do sexo masculino e 5 do sexo feminino. Os homens tinham 74 anos (Barras); 65 anos (Buriti dos Montes); 82 anos ( Campo Maior) e 47 anos, 55 anos, 62 anos, 63 anos , 67 anos , 69 anos , 69 anos (Teresina).

Já as mulheres tinham 76 anos (Demerval Lobão), 74 anos (Esperantina), 74 anos (Parnaíba) 82 anos e 85 anos (Teresina). Com exceção de um paciente de 63 e um de 69 anos, da Capital, os demais tinham comorbidades relacionadas.

Dos 246 novos casos divulgados no boletim de hoje, são 135 mulheres e 111 homens, com idades que variam de 1 mês a 98 anos.

Brasileira, Curral Novo do Piauí, Guadalupe, Milton Brandão, São João da Fronteira e Varzea Branca entraram na lista de municípios com os primeiros casos confirmados do novo coronavírus.

Agora, são 146 cidades que possuem casos registrados de covid-19. Campo Largo, que constava na relação, sai da lista de municípios com casos positivados, por conta da inconsistência de dados na notificação . No total, o Piauí possui 3966 casos positivos de Covid-19 e 134 mortes pela doença.(Nataniel Lima)

Firmino Filho torra R$ 136 mil da Covid-19 com 400.000 cartazes

#FIQUEMEMCASA – O prefeito de Teresina, Firmino Filho, continua liberando grana para publicidade a todo vapor no período da pandemia do Coronavírus.

Esta semana a gestão de Firmino pagou com dinheiro público de combate à pandemia os serviços a ADV-6, uma das agências de publicidade que a Prefeitura de Teresina contratou para divulgar suas ações nos meios de comunicação(TVs, rádios, jornais, portais etc.).

Foram pagos R$ 136 mil para a ADV-6, sendo que R$ 124 mil vão para gráfica que imprimiu 400 mil cartazes do coronavírus.

É um serviço difícil de ser atestado e fiscalizado. Daria pra distribuir cartazes para quase metade da população de Teresina, ou comprar 1.400 testes rápidos que o Prefeito está obrigando as empresas a fazerem em seus clientes.(Código do Poder)

Deputados defendem crédito para micro e pequeno empreendedor

A Frente Parlamentar em Defesa das Micro e Pequenas Empresas do Estado do Piauí debateu com o Sebrae e instituições financeiras, as dificuldades de acesso às linhas de créditos disponibilizadas aos pequenos negócios. Por meio de videoconferência, os deputados pediram ações que possam facilitar o acesso dos pequenos ao crédito diante da crise financeira provocada pela pandemia do coronavírus.

“A Frente Parlamentar está atenta aos efeitos da pandemia na economia. Nesse momento, estamos debatendo com os deputados, o Sebrae, as instituições financeiras e demais parceiros como podemos nos unir em prol dos pequenos negócios e assim minimizar os efeitos da crise”, disse o deputado Franzé Silva.

No Sebrae, o diretor superintendente Mário Lacerda disse que o serviço encontra-se alerta às necessidades dos empreendedores no momento de pandemia. 

“A reunião foi muito importante para discutirmos as principais ações no que se refere ao acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas. Todos os bancos, a Frente Parlamentar e demais parceiros estão atentos a importância desse tema para que a retomada das atividades econômicas seja efetiva”, destacou. 

Os deputados e o Sebrae participam das discussões sobre a retomada gradual das atividades econômicas.(Lídia Brito)

No governo federal, Ciro Nogueira reforça parcerias com Firmino e Mão Santa

O senador Ciro Nogueira (Progressistas) foi recebido nesta terça-feira,26, pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e acertou liberação de R$ 11 milhões para a prefeitura da capital retomar o projeto de corredores de transportes coletivos, importante segmento nas ações de mobilidade urbana em Teresina.  

Ciro também reforçou parcerias que beneficiam a gestão do prefeito Mão Santa (DEM), no município de Parnaíba. Até visita do ministro está sendo agendada nas duas principais cidades do estado.(Elivaldo Barbosa./ Edição:B.Silva)