O novo empréstimo de Wellington e as ligações suspeitas entre governos do Piauí e de Brasília

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), seguiu para Brasília nesta sexta-feira (25) com objetivo anunciado por ele de assinar contrato com o Banco Regional de Brasília (BRB) no valor de R$ 83 milhões. Sua assessoria nos informa que o dinheiro deve ser empregado na recuperação de rodovias estaduais. Ele quer, principalmente, com a contratação desse novo empréstimo a juros muito elevados se contrapor às críticas do seu antigo aliado, senador Ciro Nogueira (PP), que tem gravado vídeos mostrado a péssima condição em que se encontram as rodovias do estado. Nesta semana outro fato complica a situação, conforme publicamos: prefeitos do interior estão patrocinando a recuperação de rodovias estaduais porque o governo do estado simplesmente abandonou.

Wellington em Brasília, no Consórcio Nordeste: pauta sobre empréstimos (Foto/Divulgação)

No tocante ainda à viagem do governador, importante ressaltar que até o presente momento, mesmo depois de transcorridos vários anos, ainda não se tem notícia do paradeiro dado aos recursos do Finisa I e II. Cerca de R$ 922 milhões que foram obtidos como empréstimo junto a Caixa Econômica Federal para recuperar estradas. Ocorre que as estradas não foram recuperadas e ninguém sabe onde foi parar tanto dinheiro. Existe a suspeita de que os valores tenham sido aplicados na campanha de reeleição do governador. Agora, ninguém garante que estes contratos do BRB serão aplicados na recuperaão das rodovias. Nem mesmo o governador, simplesmente porque ele não tem nenhum projeto efetivo para o dinheiro. 

O governador deveria mostrar publicamente o contrato assinado com o BRB e o projeto para contratação dos recursos, que deveria ser bastante claro no tocante ao seu real objetivo. Sempre importante observar que estes empréstimos ocorrem em períodos pré-eleitorais e encontram respaldo no discurso do governador da imprensa aliada. Todos querem uma parte. 

EMPRÉSTIMO SUSPEITO

O empréstimo se torna alvo de possível suspeita em função das ligações mais do que estranhas entre os governos do Piauí e de Brasília, conforme noticiado ao longo da semana pelo site O ANTAGONISTA. Uma publicação: “Todo mundo já sabe que o GDF virou uma espécie de embaixada do Piauí. Pois não é que o prodígio Iohan Struck, que aos 27 anos ocupava o cargo de subsecretário de Administração Geral na Secretaria Saúde do DF, até ser preso, também tem sua conexão Piauí? O pai de Iohan, Alfonso Struck Júnior, é servidor há anos da Superintendência de Representação do Estado do Piauí no DF e há muito tempo é cedido à Câmara dos Deputados (atualmente no gabinete da deputada Rejane Dias, que vem a ser também a primeira-dama do Piauí).

Como se sabe, quem também era servidora da Representação do Piauí no DF (entre outros cargos que acumulava) é a vice-presidente do Iges-DF, Emanuela Ferraz. Iohan, que chefiava as compras na Sec. Saúde, é casado com Larissa Ferraz Struck, que logo após se casar assumiu um cargo de chefia na área de compras no… Iges-DF.” O site prossegue: “A relação do governo do DF com o Piauí vai além da família Struck. O governador Ibaneis Rocha (MDB) cresceu em Correntes (PI), onde tem fazendas, e tenta instalar uma agência do Banco Regional de Brasília (BRB) no estado.”(Toni Rodrigues)

Fábio Abreu silencia quando Governo nega direitos de professores no Piauí

Em pronunciamento gravado em vídeo e distribuído a professores da rede pública piauiense, o deputado federal Fábio Abreu, candidato a prefeito de Teresina pelo PL, afirma que é favorável à derrubada do veto atribuído pelo presidente Jair Bolsonaro ao item do projeto n° 14.057/2020, que destina 60% dos valores do Fundef aos professores. O candidato disse que é a favor das pautas em defesa de servidores. “Os professores podem contar comigo”, declarou. O pedido para gravação do vídeo/compromisso foi feito pelas entidades sindicais que representam magistério.

Fábio Abreu em vídeo distribuído aos professores: apoio à classe (Foto/Vídeo)

No Piauí, o governador Wellington Dias (PT), aliado político de Abreu, despreza as reivindicações de servidores e professores. Desde o ano passado que o Governo se nega em pagar o piso nacional de salários para professores. Este ano, o percentual a ser acrescido nos salários seria de 12,84%. Na condição de defensor da pauta dos servidores e professores não se tem notícia de que Fábio Abreu tenha procurado o governador para, pelo menos, debater o assunto. Houve também, em junho, o seqüestro do abono-férias de todos os servidores. O governador promete devolver em dezembro. De novo, nenhuma manifestação do parlamentar do PL.

Sabe-se que muitos problemas no âmbito administrativo são resolvidos através de articulações políticas. Fábio Abreu também nada disse em defesa dos professores quando o governador decidiu recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) para utilizar 30% dos precatórios do Fundef – cerca de R$ 570 milhões – no combate ao Covid 19. Transformaria os recursos em emergenciais e dispensaria licitação para seu uso. O mesmo posicionamento público se vê da parte do deputado Merlong Solano (PT). Ele anuncia apoio aos servidores quanto ao veto de Bolsonaro. Mas não diz nada quanto aos atos praticados pelo governador do Piauí, de quem foi, até recentemente, secretário de Governo. Exerce mandato em lugar do falecido Assis Carvalho. Não podia ser diferente. (Toni Rodrigues)

Arte Sacra e Artesanato: Conheça nossos produtos religiosos

A Paróquia de São Sebastião prossegue com os festejos de São Francisco, com a participação de representantes de todas as comunidades da Paróquia.

E nós os convidamos para uma visita à ARTE SACRA E ARTESANATO para adquirir o Terço Devocional do Pai Seráfico São Francisco, para que assim possamos juntos rezar durante os dias de novenas.

Você também encontra na Arte Sacra e Artesanato terços devocionais e demais artigos religiosos. Trabalhamos ainda com os artigos religiosos da Arte Sacra São Pio de Pietrelcina, confeccionados pelo Frei Ribamar Silva, de Fortaleza- Ceará. Visite-nos  e conheça nossos produtos – artesanato em geral.

Aguardamos sua visita:

Rua B, Casa 1d6, conjunto Esperança I, próximo ao cajueiro torto.

What sapp  (86)9. 95. 63.46.10/ Fone: (86)9.99.42.83. 51

Robert Rios diz: “Montezuma tem vergonha de aparecer em fotos com Ciro Nogueira”

O ex-deputado estadual do Piauí, Robert Rios (PSD), disse que Kléber Montezuma, o candidato de Firmino Filho à prefeitura de Teresina, pelo PSDB, está desesperado com o resultado das pesquisas divulgadas, nesta semana, e que por isso evita aparecer em fotos ao lado do senador Ciro Nogueira (PP).

Robert é vice na chapa de Dr. Pessoa (MDB), que lidera as pesquisas de intenção de votos, com o dobro dos números alcançados por Montezuma. Fábio Abreu, então deputado federal, aparece em 2º lugar, também à frente do indicado por Firmino. 

Consta que por este motivo o ex-secretário de educação da capital vem tentando emplacar a narrativa de que seus adversários pertencem a um mesmo embrião do palácio do governo estadual. As insistentes declarações de Montezuma geraram a dura resposta de Robert Rios. 

“Durante quatro longos anos, sob o testemunho de todo Piauí, Robert Rios e doutor Pessoa comandaram a oposição contra o governo Wellington Dias. Kleber Montezuma está desesperado preso ao piso das pesquisas. Tem até vergonha de aparecer em fotos com o senador Ciro Nogueira que desapareceu da campanha. Falta de votos leva a mentira e ao desespero”.

Ocorre que Kléber Montezuma não tem como fugir da marca do senador Ciro Nogueira em sua campanha. Foi o líder nacional do Partido Progressista que indicou o suplente de vereador, R. Silva, como pré-candidato a vice-prefeito em sua chapa. (Feitosa Costa)

PRF apreende carga de madeira ilegal em Cajueiro da Praia

Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Piauí apreendeu uma carga ilegal de madeira na manhã desta sexta-feira (25) na BR 402, no município de Cajueiro da Praia, litoral piauiense. O material é avaliado em mais de R$ 8 mil, segundo o Núcleo de Comunicação da PRF-PI.

Carga de madeira apreendida

De acordo com a PRF-PI, uma equipe de policiais rodoviários realizava fiscalização na BR 402 quando abordou um caminhão conduzido por um homem de 44 anos, que transportava de 22,10 m³ de madeira serrada, que estava sem a devida documentação ambiental.

Questionado, o motorista afirmou que a carga vinha do estado do Pará, para ser entregue no Ceará, porém, a nota fiscal indicava como destino o estado do Rio Grande do Norte. A carga era avaliada em exatos R$ 8.603,12.

Diante disso, a carga de madeira, juntamente com o veículo e o condutor foram encaminhados à Unidade Operacional da PRF na cidade de Teresina, onde estão à disposição do IBAMA, para os procedimentos cabíveis. O condutor poderá responder por Crime Ambiental.

A empresa proprietária do caminhão e da carga foram enquadradas no Art. 46 da Lei Nº 9.605/98, que dispõe sobre crimes ambientais.(Thaís Guimarães/Gp1)

Prima de Rejane Dias não declarou ao TSE Mansão que recebeu como propina na SEDUC

Baseados nos [“supostos”] crimes investigados pela Polícia Federal no âmbito da Operação Topique é possível falar muito sobre Pauliana Ribeiro de Amorim. O caráter de quem participa de uma organização criminosa que desviou recursos de transporte escolar é, claro, questionável. Sua ousadia e cara-de-pau, por outro lado, são inquestionáveis. Mas a memória dela já não parece ser mais tão “afiada”.

A Operação Topique foi deflagrada em agosto de 2018, mas Pauliana é monitorada desde muito tempo antes disso. A foto aí é de 2017.A Operação Topique foi deflagrada em agosto de 2018, mas Pauliana é monitorada desde muito tempo antes disso. A foto aí é de 2017.

Mesmo sendo um dos nomes mais envolvidos no esquema de roubo na Secretaria de Educação do Piauí, Pauliana não se escondeu: a prima e fiel escudeira de Rejane Dias (PT) resolveu ser candidata a vice-prefeita na terra berço político das duas. Destemida! E vai pra rua em busca do eleitor com verniz brilhante no rosto. Acontece que na hora de declarar os seus bens para o Tribunal Superior Eleitoral, ela afirmou possuir apenas a propriedade de apenas R$23.548,61, dinheiro em espécie.

E mais nada. Só isso.

Pauliana deixou de fora da lista uma mansão de R$ 850 mil reais que ganhou do empresário Luiz Carlos Magno Silva como propina por ajudar a estabelecer a organização criminosa dentro da pasta comandada por sua prima e primeira-dama do estado Rejane Dias. Essa linda casa situada na Zona Leste de Teresina, tem uma ampla sala de estar e jantar, e quatro quartos, sendo três deles suítes. Foi até reformada. Não é algo que uma pessoa sem sérios problemas de saúde esqueceria.

O imóvel da prima de Rejane Dias na Zona Leste de Teresina ficou de fora da relação de bens, apesar de um contrato em seu nome provar sua propriedadeO imóvel da prima de Rejane Dias na Zona Leste de Teresina ficou de fora da relação de bens, apesar de um contrato em seu nome provar sua propriedade

Não vamos arriscar diagnóstico, mas o problema de memória de Pauliana deve ser grave. Afinal, a mansão não foi a única coisa que ficou de fora da relação de bens. A prima de Rejane Dias também não lembrou de relacionar suas cotas como sócia-proprietária da AMORIM & SA CARVALHO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA, uma empresa do ramo de lavagem de dinheiro hotéis, cujo capital social é de R$ 2.000.000,00 e na qual ela tem como sócio-administrador Starley Kennedy Vieira De Sa Carvalho, que coexistiu com ela também na SEDUC e tem tudo para se tornar um nome mais conhecido dos piauienses nos próximos dias.   

Mal da cabeça também deve estar o senhor Dr. Alexandre Mendonça (PSB), que é o candidato a prefeito e aceitou esta cidadã em sua chapa. Pauliana pode ter omitido patrimônio, mas seu envolvimento com corrupção já não é segredo há muito tempo. (Marcos Melo)

Identificar fake news não é problema para 58,8% dos eleitores brasileiros

CPI mista das Fake News será instalada nesta semanaEntre pessoas de 16 a 44 anos (56% da população), a taxa dispara para mais de 67%

Uma das grandes preocupações das autoridades para a eleição deste ano, as fake news não incomodam tanto assim a população em geral.

Segundo levantamento exclusivo do Paraná Pesquisas para o site Diário do Poder, 58,8% sabe “identificar e peneirar uma notícia falsa, ou seja, uma fake news”.

Entre pessoas de 16 a 44 anos (56% da população), a taxa dispara para mais de 67%.

Já 36,1% dos pesquisados admite não ter as ferramentas para identificar essas mentiras e 5,1% não respondeu. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A faixa etária de pessoas com mais de 60 anos, é a única onde a maioria (53%) não sabe identificar uma fake news, contra 41,7%.

São 72,7% dos entrevistados com ensino superior completo que disseram saber filtrar as notícias falsas. É o maior índice da pesquisa.

A maioria (49,6%) dos entrevistados com escolaridade até o ensino fundamental admitiram não saber peneirar uma fake news.

O Paraná Pesquisas ouviu 2.008 brasileiros em 232 municípios do país, entre os dias 21 e 24 de setembro.

Secretário de Transportes anuncia possibilidade de criação de pelotão especial armado da Guarda Civil

Secretário Maurício Pinheiro Machado Jr.

O Secretário Municipal de Transporte e Trânsito, Maurício Pinheiro Machado Jr., concedeu ontem(24) entrevista à Rádio Igaraçu FM, a respeito da barbaridade ocorrida em Parnaíba na última quarta-feira, em que um mototaxista de nome Mário Véras esfaqueou dos guardas civis municipais tendo um, Marcos Vinícius, ido a óbito.

Segundo ele, na ocasião todas as providencias, de imediato, foram adotadas, “inclusive com advogados; prestamos também assistência às famílias, tanto do guarda civil que faleceu quanto à do outro colega. Nosso sentimento é de profundo pesar com as famílias dos colaboradores da guarda municipal”.

Maurício Machado lembrou que foi a atual administração municipal quem regulamentou a profissão na cidade “e, dentro da lei, conseguimos regularizar mais de mais de 370 profissionais mototaxistas, com cursos de capacitação, certidões negativas, cíveis e criminais, carteiras de motoristas, regularização das motocicletas, enfim todas as providências administrativas são tomadas anualmente por ocasião da renovação dos alvarás”.

Ele acrescentou ainda que são feitas regularmente campanhas junto à população, inclusive com distribuição folders, mostrando quais os requisitos do mototaxistas regularizado, a fim de que, da parte dos passageiros, seja dada preferência a estes. “Fazemos todas as campanhas possíveis de esclarecimento dos motoristas cadastrados junto ao município”.

Com relação a como vai ser daqui pra frente o secretário afirmou: “Vamos fazer um reestudo da escala de trabalho dos guardas e vamos providenciar dentro da guarda civil um pelotão armado, dos guardas que fizerem determinados serviços que possam trazer  riscos de vida. Nós vamos  aumentar o número deles na rondas: ao invés de uma dupla, vamos colocar 3 guardas e providenciar armas para esses grupos especiais de trabalho. (Por:Bernardo Silva)

Mão Santa declara patrimônio de R$ 431 mil à Justiça Eleitoral

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa (DEM), que concorre a reeleição neste ano, registrou candidatura na Justiça Eleitoral e declarou patrimônio de pouco mais de R$ 431 mil. As informações são públicas e estão disponíveis no site oficial do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI).

Prefeito Mão Santa

Prefeito Mão Santa

De acordo com o TRE, o atual prefeito possui exatos R$ 431.684,00 (quatrocentos e trinta e um mil, seiscentos e oitenta e quatro centavos), valor referente a dinheiro em espécie e ativos financeiros. Mão Santa não declarou ter bens móveis ou imóveis.

A quantia declarada corresponde a R$ 365 mil em espécie, R$ 63.394,64 depositado em conta corrente, R$ 2.929,36 na caderneta de poupança e R$ 360,00 de quotas de capital social de uma empresa.

Vice

Beto Teles (DEM), candidato a vice na chapa de Mão Santa, declarou patrimônio de R$ 661.380,47 (seiscentos e sessenta e um mil, trezentos e oitenta reais e quarenta e sete centavos).

Dr. Hélio

  • Foto: Lucas Dias/GP1Deputado estadual Dr. HélioDeputado estadual Dr. Hélio

O principal oponente de Mão Santa nestas eleições, Dr. Hélio, declarou patrimônio de valor bem vultoso: R$ 2.290.788,28 (dois milhões, novecentos e noventa mil, setecentos e oitenta e oito mil reais e vinte e oito centavos) em bens móveis e imóveis e ativos financeiros.(Gp1/Thaís Guimarães)

Ismar Marques desiste em Luzilândia:”Vou anular meu voto”

Ismar decidiu sair da disputa em Luzilândia (Foto: Reprodução/Instagram/Ismar)

O ex-deputado estadual Ismar Marques (Progressistas) desistiu da pré-candidatura a prefeito de Luzilândia, a 250 km de Teresina. Ele havia sido homologado em convenção no dia 16 e estava em pré-campanha, mas decidiu recuar. O anúncio foi feito na noite da quarta-feira (23). 

Com a saída de Ismar, a disputa pela prefeitura ficará entre o atual prefeito Ronaldo Gomes (Solidariedade) e Fernanda Marques (PTB), irmã da deputada estadual Janaínna Marques (PTB). Fernanda era vice-prefeita do vizinho município de Joca Marques até abril deste ano, mas renunciou para concorrer à prefeitura de Luzilândia.

Ismar Marques é tio de Fernanda e Janaínna, mas desafeto político das duas. Ambas são aliadas do governo estadual. Ao justificar a desistência, o ex-deputado disse que muitas vezes algumas indignações são em vão, falou que não concorda com as práticas políticas de nenhum dos dois grupos que concorrem no município e anunciou que vai anular o voto nas eleições.

“O Progressistas só irá requerer o registro de candidaturas de vereador. Nós não vamos pedir candidatura de prefeito e nem de vice-prefeito. Quero agradecer a todos que estiveram do meu lado até agora. Quero dizer que não concordo com as práticas políticas do grupo do governo [estadual] e nem com o grupo da prefeitura. Por isso, vou anular o meu voto”, anunciou.(Gustavo Almeida)

É bom não brincar, o coronavírus ainda continua circulando e pode ser letal

Apesar da baixa relacionada à transmissibilidade do coronavírus no estado e também em Teresina, é importante que nesse momento de retomada, os governos e a população não descuidem dos cuidados.

Ontem, o estado contabilizou mais 12 mortes provocadas pela covid-19, e entre estas a de um bebê de apenas três meses de vida, a vítima mais nova do coronavírus no estado. O melhor realmente é continuarmos seguindo as recomendações, pois o vírus ainda circula e, em alguns casos pode ser letal.

Deu na imprensa:”Rejeição do PT e W.Dias levará Mão Santa à vitória”

Em Parnaíba a campanha do Dr. Hélio, o deputado mais votado no município, não consegue empolgar o eleitor e Mão Santa, com muitos feitos, nada de braçada para conseguir a reeleição.

Em Parnaíba, o problema não é de Hélio, mas do governo do PT e do nome de W. Dias, que sempre ganhou folgado as eleições em Parnaíba, mas agora, amarga uma rejeição de atrapalhar candidaturas. (Silas Freire/Encarando)

Opinião:”Devaneios da esquerda jurássica”

Lourdes Melo

Por: José Olímpio(*)

Simplória e desconectada. É o mínimo que se pode dizer da esquerda piauiense, que consegue ser pior que a nacional em todos os aspectos e olhe que essa já não é grande coisa.

Chega a ser hilário o discurso dos comunistas que disputam a prefeitura de Teresina, Gervásio Santos (PSTU) e Lourdes Melo (PCO), cujas propostas estão completamente fora da realidade e são, além de inexequíveis, ingênuas e risíveis.

Os dois candidatos da esquerda, que são professores há alguns anos, conservam o entusiasmo dos tempos do movimento estudantil secundarista e universitário, mas não evoluíram politicamente e repetem os velhos chavões que aprenderam ao tempo em que iniciaram sua militância, como se congelados no tempo. Não perceberam que as coisas mudaram e que comunista agora toma coca-cola e veste roupas de grife.

Gervásio Santos

O primeiro diz que o objetivo do PSTU é a implantação do socialismo, mas enquanto isso não é possível, elabora um “plano emergencial” que prevê, entre coisas, a municipalização de todos os serviços,  como o transporte coletivo, água e esgotos e até o setor de saúde, além da expropriação dos mais ricos.

Lourdes Melo, por sua vez, não fica atrás em seus devaneios. Chegando ao poder em Teresina, o PCO, segundo ela, vai por em prática um programa estatizante que vai alcançar todos os setores.

No entanto, essa não é a proposta mais polêmica da candidata comunista. Ela promete como uma das primeiras medidas de seu governo – pasmem! – a extinção da Guarda Municipal, “um instrumento de opressão da classe burguesa”.

Numa cidade em que a violência avança de modo assustador, com assaltos e homicídios em plena luz do dia, não parece nada razoável a proposta da comunista, mas, quem sabe, ela não já tem uma solução para isso: a criação da figura do Inspetor de Quarteirão e de uma Milícia (Ué, isso não é coisa de bolsominion?!!) para fazer valer a vontade do soberano.

Outra prioridade do PCO seria a luta em favor da reabilitação do ex-presidente Lula, alcançado pela Lei da Ficha Limpa e inelegível, por razões que o país inteiro sabe.

Para encerrar, lembro ainda que, sem dizer de onde tirar os recursos, a candidata do PCO garante que, assumindo o poder, vai pagar aos servidores da educação um piso salarial de R$ 5.000,00. Proposta simpática, sem dúvida, mas também demagógica.

Pois é com esse programa de governo que o PSTU e o PCO querem conquistar o Palácio da Cidade, secundados por outras siglas socialistas ou comunistas de menor expressão.

(*)José Olímpio é professor e ex-presidente do Sindicato dos jornalistas Profissionais do Piauí

Delegado critica Segurança do Estado: Delegacias funcionam sem nenhuma estrutura

Circula nas redes sociais um áudio atribuído ao delegado de Polícia Civil do Piauí, Odilo Sena, no qual ele critica abertamente a política de Segurança implementada no atual Governo. O delegado afirma que está há dois anos solicitando uma viatura grande para a delegacia que ele comanda.

Sena requisita viatura há pelo menos 2 anos (Foto: Reprodução)

O delegado disse que o problema acontece há muito tempo e relata que fez apelos às autoridades do setor sem que haja qualquer atenção aos pleitos da Polícia Civil. Chega ao ponto de afirmar que a autoridade policial simplesmente não sabe mais a quem recorrer. A segurança pública, segundo ele, é totalmente negligenciada.

“O senhor Fábio Abreu me prometeu várias vezes. Tenho tudo aqui printado. Fiz apelo também ao Delegado Geral, mas sei que ele não pode fazer muita coisa. Estamos sendo notoriamente colocados de lado pela Secretaria de Segurança”, disse o delegado, referindo-se à Polícia Civil.

Segundo ele, a P2 conta com caminhonete, além de muitos carros para a Polícia Militar e uns poucos para a PC. “A P2 com caminhonete pra cima e pra baixo, né. Agora um monte de carros pra PM e uns ‘gatos pingados’ pra PC. Sendo colocados de lado pela Secretaria. Só que não nota é porque não quer. Sei que é difícil, quem sabe é que tá na ponta, essas delegacias de bairro largadas, pessoal que tá no interior. É um negócio difícil, muito difícil”, desabafou ele.

P2 a que se refere o delegado Odilo Sena é o sistema de inteligência da Polícia Militar do Piauí. (Toni Rodrigues)

Meta de alfabetizar 200 mil anunciada por Wellington é insuficiente

Cercado de assessores, entre eles o secretário de Educação, Ellen Gera, e o superintendente Herbert Buenos Aires, o governador Wellington Dias (PT) anuncia um ambicioso plano de alfabetização a ser implementado nos próximos dois anos. Ele afirma que pretende trabalhar pela alfabetização de 200 mil jovens e adultos. “Temos um desafio de nos próximos dois anos alfabetizar mais de 200 mil piauienses maiores de 15 anos que ainda não são alfabetizados”, contou o secretário.

Na prática, o chefe do Executivo estimula uma série de reflexões sobre sua atuação frente ao Governo do Estado. Perto de completar 16 anos à frente da administração estadual, é curioso que ainda haja tanta gente a ser alfabetizada. É preocupante, ainda, que até o presente momento o Governo não tenha se preocupado com esse assunto tão importante para o desenvolvimento de qualquer comunidade. O plano será executado em dois anos. Curiosamente, é mais ou menos o que falta para o fim do atual mandato. Mas é também o tempo que falta para as eleições de 2022.

Chama atenção, ainda, o fato de que não é de hoje que os organismos nacionais alertam para a precária situação do piauiense no tocante à alfabetização. Somos o segundo estado com maior índice de analfabetos no Brasil, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ressalte-se que o Governo em seu noticiário incondizente tenta sempre empurrar para o terceiro lugar. Seria uma forma de galgar mais uma posição sem o devido mérito. É como querer entrar no céu à força. O governador anuncia alfabetizar 200 mil piauienses. O Piauí conta com cerca de 600 mil que não sabem ler ou escrever. E aqueles que sabem ler e escrever não conseguem interpretar um texto simples de apenas cinco linhas.

Muitas cabeças coroadas do PT passaram pela educação estadual, a começar pelo célebre sociólogo, professor universtário e escritor Antonio José Medeiros. Difícil entender como ele, um socialista jurássico, não tenha se apercebido, em momento anterior, dessa necessidade de fazer um grande programa de alfabetização. Logo em seguida foi a primeira-dama Rejane Dias, que frente ao cargo, assim como seu antecessor, conseguiu se eleger deputada federal, depois de passar uma breve temporada na Assembleia Legislativa.

Trocando em miúdos: nos governos de Wellington Dias, a Seduc sempre foi um trampolim para a Câmara Federal. Mas é preciso seguir adiante na análise – e na denúncia. Cada vez mais, diante do anúncio do governador, os órgãos de fiscalização e controle (Ministério Público estadual e federal, TCE/PI – Tribunal de Contas do Estado do Piauí, Controladoria Geral do Estado) devem ficar atentos. Esse informe pode esconder um outro propósito, evidenciado em programas anteriores de formação e qualificação de jovens e adultos.(Toni Rodrigues)

Governo do Piauí deixa falar remédios para doentes

Falta de medicamentos é problema recorrente (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Quem mora no Piauí já se acostumou a ver reportagens sobre a falta de remédios na farmácia de medicamentos excepcionais, a Farmácia do Povo, mantida pelo Governo do Estado. No órgão que deveria ter estoque de remédios para quem sofre de doenças especiais, o descaso administrativo faz aumentar o sofrimento de pacientes e familiares.

A reportagem do Política Dinâmica esteve na farmácia duas vezes neste mês. Um dos usuários que relatam falta de medicamentos é o senhor Renato Figueiredo. Ele foi ao local buscar o medicamento da esposa, que sofre de retocolite ulcerativa, uma doença inflamatória intestinal crônica em que há inflamação e ulcerações no intestino grosso (cólon) e no reto. Segundo ele, o remédio está em falta na farmácia desde dezembro de 2019.

Renato diz que remédio falta desde 2019 (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)Renato diz que remédio falta desde 2019 (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

“Minha esposa tem uma doença chamada retocolite ulcerativa. Ela recebe o enema de um grama da mesalazina. Desde dezembro a farmácia não tem. O grupo Acronn já entrou com processo na Procuradoria alegando isso e eles dizem que vão comprar e nunca compraram. Esse remédio custa por mês R$ 690. Todo mês a gente compra porque não está tendo aqui na farmácia. Só consigo pegar em comprimido de 800 miligramas”, falou.

A Acronn citada por ele é a Associação do Portador de Doença Crohn e Retocolite do Norte-Nordeste do Brasil. Segundo Renato, a esposa precisa usar o remédio todos os dias, pelo resto da vida. “Eu acho um descaso. Eles alegam que vai chegar e nunca chega. O dinheiro vem, mas o que acontece a gente não sabe. É muito triste ver isso porque a gente precisa e todo mês estamos tendo que gastar R$ 690 porque aqui não tem”, completou.

Usuários na fila em busca de medicamentos (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)Usuários na fila em busca de medicamentos (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A compra da mesalazina é de responsabilidade do Governo do Piauí e cabe à Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) adquirir e pagar pelo medicamento, com recursos próprios. No mês de junho, a diretora-geral da Farmácia do Povo, Wanda Avelino, admitiu em entrevista à TV Clube que o remédio estava faltando. Na ocasião, ela relatou problemas de aquisição de vários medicamentos e afirmou que o processo de compra é bastante demorado.

USUÁRIO DIZ QUE FALTA GESTÃO

Outro piauiense que relata descaso na Farmácia do Povo é Paulo Lauriano, ex-vereador do município de Picos. Ele costuma ir até a farmácia pegar o medicamento para uma paciente de Jacobina, no interior do Piauí. O remédio dela não está faltando dessa vez, mas já faltou em outras ocasiões e causou muito transtorno. Ele conta que é muito comum faltar diferentes tipos de remédio na farmácia e avalia a situação como falta de gestão.

Paulo Lauriano culpa gestão estadual por problemas (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

Paulo Lauriano culpa gestão estadual por problemas (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

(Por:Gustavo Almeida)

 

Queimadas criminosas prejudicam moradores do Loteamento Morada dos Ventos

Todos os dias queimadas criminosas estão ocorrendo nas proximidades do Loteamento Morada dos Ventos, em Parnaíba, PI. A população pede medidas urgentes por parte dos órgãos competentes, para fiscalizarem e autuarem os malfeitores deste tipo de crime contra o meio ambiente e contra a saúde pública dos moradores do Loteamento.

Assista no vídeo abaixo: