A respeito da matéria da “Casa da Família Silva”

Com o título “Onde foi casa hoje é tapera”, o Portal do Catita publicou esta semana, dia 1º, para ser mais preciso, não uma reportagem, mas um pequeno comentário, com duas fotos, sobre a situação em que se encontra uma casa ´pertencente à família Silva na Pedra do Sal. Eis as fotos:

Nós do blogdobsilva, com uma pequena alteração no título, replicamos o comentário, sem nenhuma intenção de ferir susceptibilidades, mas apenas e tão somente com o intuito de lamentar a situação daquilo que já foi uma referência em termos de beleza, para todo o país.

Mas parece que alguém da família não gostou. Roberto Silva, que se manifestou a respeito, sabe que eu o amo, como tenho um carinho especial também pela Larissa, sua filha. Aliás, tenho o maior respeito com toda a família, inclusive trabalhei décadas na Rádio Educadora, quando ela estava sob o comando da família do Dr. João Silva. Não vejo razão para melindres. Se desejarem, vamos fazer uma reportagem completa e contar a história real. Eu mereço ser informado em 1ª mão, em nome da história. Tenho dito.

Reproduzo aqui um comentário do Roberto Pilim, no facebook:

OBRIGADO AO ROBERTO PELAS FOTOS DE ARQUIVO:

Em tempos de coronavírus, pesquisas são por telefone

A preocupação da maioria das pessoa é o coronavírus, mas existem aqueles que insistem em monitorar a opinião do povo nos municípios piauienses.

Pelo menos números de 4 sondagens. Em Picos, Araujinho começa a mostrar as unhas e o apoio do padre o faz crescer. Em Parnaíba, Mão Santa é seguido de perto por Zé Hamilton, mas sem candidatura de Dr. Hélio. Em Piripiri, a disputa promete entre Jôve Oliveira e o prefeito Luís Menezes. Em Floriano, dois vereadores ameaçam a reeleição do prefeito Joel, tratam-se do vereador do MDB Bilu, que é acompanhado não de muito longe pelo presidente da Câmara, Maurício Bezerra. O ideal é que não tenha eleição, mas a turma tá monitorando.(Silas Freire)

Firmino refaz decreto sobre funcionamento do comércio em Teresina

O prefeito Firmino Filho resolveu refazer o decreto que suspende o funcionamento de alguns estabelecimentos do comércio. A partir de hoje (03), lojas de material de construção e de peças automotivas não poderão funcionar.

Clínicas veterinárias e hospitais veterinários deverão fechar parcialmente. Segundo Firmino, ele havia permitido uma certa flexibilização a esses setores, mas foi constatado uma movimentação muito intensa na cidade, prejudicando a quarentena. O medo é de uma contaminação mais extensa.

Coalizão entre Dória e Lula assusta brasileiros

A aproximação do governador de São Paulo, um puta de um gestor, com o ex-presidente Lula, pareceu para o povo do Brasil, àqueles governos de coalizão do PT de Lula, com o MDB de Temer, Geddel Vieira e tantos outros.

Para os paulistas que enxergavam o governador como um guerreiro, na luta contra essa peste que assola o mundo e, no Brasil tem maltratado mais o estado de São Paulo, soou muito mal essa política do vale tudo pra derrotar alguém. Governador João Dória, tem hora que a gentileza atrapalha!(Silas Freire)

Setor público impõe sacrifícios, mas não abre mão dos seus privilégios

Área pública impõe sacrifícios, e se finge de mortaPoder público faz o setor privado pagar a conta da crise, mas não quer nem ouvir falar em sua ‘cota de sacrifícios

Representado pelos Três Poderes, o setor público cria leis e decretos e só comunica ao setor privado, que o sustenta, quanto vai custar a crise em empregos suprimidos e empresas quebradas. Inventam suspensão de contrato, põem 25 milhões de pessoas na fila do seguro-desemprego, pintam e bordam. Quanto a eles, muitos marajás, fingem-se de mortos. Nem um grama de sacrifício, nada. Continuam com salários integrais, regalias, mordomias, penduricalhos, jatinhos da FAB e carros oficiais à disposição. O Brasil gastou R$928 bilhões com servidores só em 2019.

Marajás unidos jamais serão vencidos: chefes dos poderes que têm mais marajás, Dias Toffoli (STF) e Rodrigo Maia (Câmara) têm um pacto contra a redução.

Câmara e Senado fecharam na gaveta (e jogaram a chave fora) projetos prevendo a redução ou a suspensão dos salários dos parlamentares.

Toffoli prometeu a representantes de procuradores e juízes, dias atrás, que a grana de suas excelências não será reduzida. Quanto ao País…

A pelegada das chamadas “carreiras de Estado” já se posicionou contra a redução de salários. Cinicamente, acham que “não precisa”.

Governo do Piauí fecha divisas com Ceará

Imagem ilustrativa

Ao todo são 13 pontos de acessos através de rodovias federais e estaduais  com o Ceará, estado que registra maior índice de casos confirmados de covid 19 na região Nordeste. O governo piauiense fará monitoramento 24 horas por dia nesses pontos de divisa.

Veículos das secretarias de Saúde, da Sasc e da Segurança já foram remanejados para a operação especial  que faz parte das novas medidas restritivas de prevenção ao novo coronavírus. (Elivaldo Barbosa)

CNI e federações concordam com redução de recursos do ‘Sistema S’

Por:Fenelon Rocha

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e as federações estaduais da indústria manifestaram apoio à Medida Provisória 932/2020 que reduz por três meses os recursos do Sistema S. O Sistema inclui instituições que prestam importante serviço à população, seja na área social, seja no campo do aprendizado, como SESI e SENAI (no setor da indústria), SESC e SENAC (comércio), SENAR (agricultura) e Sebrae (empreendedorismo).

A redução de repasses é determinado pela Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo estabelece a MP, nos próximos três meses, as contribuições destinadas ao Sistema S ficarão reduzias à metade. A decisão colegiada de concordância com os cortes foi comunida ainda ontem, por meio de carta enviada aos presidentes da Câmara e do Senado, bem com aos presidentes do Supremo Tribunal Federal e do TCU.

“No nosso entendimento, medida provisória não é instrumento legal nem legítimo para tal providência. Entretanto, de forma solidária, concordamos com a aprovação da Medida Provisória 932/2020, tendo em vista a gravidade do atual momento, bem como a necessidade de recursos por parte das empresas para manterem suas estruturas e preservar empregos”, afirma o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, em um dos trechos do documento.

Mas o documento também teve espaço para protestos.

Mulher de Paulynho Paixão lamenta a morte do cantor

A mulher do cantor Paulynho Paixão, Tayanne Costa, lamentou em publicações nas  redes sociais a morte do artista ocorrida na madrugada desta sexta-feira (03/04), após ter se envolvido em dois acidente no interior do Piauí.

“Só Deus sabe o tamanho da dor que estou sentindo, meu bichinho a tua hora chegou. Que Deus te receba de braços abertos. Você se foi querendo me ver… ô meu amor, porque”, publicou a cantora baiana em seus stories.

Ela também divulgou um vídeo dentro do carro em que aparecem em momento descontraído. “O meu amor porque me deixou”, legendou em outra publicação.

    Reprodução / Instagram

Os acidentes

Segundo o irmão do cantor, conhecido como Louro Cruz, no primeiro acidente o cantor capotou um carro, modelo Corolla, na BR-316, em trecho do município de Passagem Franca/PI, onde teria sofrido apenas escoriações. O segundo, que lhe tirou a vida, foi na rodovia estadual PI-225, na localidade Lagoinha, zona rural de São Miguel da Baixa Grande, em um acidente de moto, noticiou o portal T4.

Em conclusão as obras de adaptações no Hospital Nossa Senhora de Fátima

A equipe de engenharia da Prefeitura Municipal de Parnaíba deve entregar, até esta sexta-feira (3), as obras de limpeza e adequações no Hospital Nossa Senhora de Fátima, que cedeu parte de sua estrutura para a utilização de uma ala que servirá de isolamento para possíveis infectados pelo coronavírus. Antes, a ala destinada ao recebimento de pacientes do COVID-19 no Hospital passará por inspeção técnica, antes de ser oficialmente entregue à Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o prefeito Mão Santa, que esteve visitando o hospital esta semana, a UTI daquele Hospital, que estava desativada, está sendo recuperada e deverá ser preparada para receber pacientes em situação mais grave. Seriam – segundo ele, 7 leitos e UTI, mas com as adequações este número foi ampliado para 10 leitos mais atendimentos mais urgentes.

Equipamentos estão sendo adquiridos e toda a equipe da Secretaria de Saúde do Município está envidando esforços para concluir todos os trabalhos de modo a entregar para a população a estrutura totalmente adequada e receber os possíveis pacientes casos confirmados de coronavírus.

MAÇONARIA AJUDA

Membros da Loja Maçônica Templários, representados pelos maçons: Márcio Braz, Samuel Pedrosa, Helder Bontempo, Fernando Filho e Daniel Jackson, realizaram na noite desta quarta-feira (01) a doação de 120 jalecos e cerca de 600 máscaras cirúrgicas que serão encaminhadas ao Hospital Nossa Senhora de Fátima, que terá uma ala exclusiva para tratamento de casos do COVID-19.

Segundo Fernando Filho, um dos maçons que realizou a entrega, ao todo mais de 3000 máscaras serão doadas à prefeitura de Parnaíba para a proteção dos profissionais de saúde que estão na linha de frente do enfrentamento ao vírus em Parnaíba.

Após suspeitas de desvios no hospital do Verdão, governo do PI emite nota

Ranieri Pinto e W. Dias

GOVERNO NÃO DIVULGA VALORES – Após as polêmicas declarações de um radialista e do promotor Benigno Filho, o governo do Piauí, através da Superintendência de Parcerias e Concessões do Estado (Suparc), emitiu nota nesta quinta-feira (02) esclarecendo sobre a contratação da empresa empresa Progen que vai implantar a estrutura temporária de leitos na Arena Verdão.

A nota da assessoria de comunicação é uma tentativa de diminuir os efeitos negativos dos áudios levantando suspeitas sobre a gestão do empresário Raniere Pinto na Arenda Verdão, local onde o governador Wellington Dias determinou a instalação do hospital de campanha para atender vítimas do coronavírus.

Atualmente, o local é administrado pela empresa SPE Arena Verdão, que não tem Raniere Pinto como sócio, mas é dirigida pelo empresário de eventos.

NÃO HAVERÁ PAGAMENTO DE ALUGEL – Na nota, a Suparc informa que não haverá nenhum tipo de pagamento referente a aluguel ou ocupação do ginásio e que ele continua sendo propriedade do Governo do Estado.

“O modelo adotado respeita um contrato de PPP que já existe, já que o governo também não pode gerar insegurança jurídica nesse ou em qualquer projeto. No caso do hospital, serão remunerados apenas os serviços prestados para que a estrutura funcione, como instalação dos leitos, aluguel de geradores, segurança e limpeza, entre outros” diz um trecho da nota.

SUPARC CONFIRA QUE EMPRESA DIRIGIDA POR RANIERE VAI CONTRATAR – Na nota, a Suparc confirma que a SPE Arena Verdão é responsável pelo funcionamento, administração e manutenção do ginásio e, por isso, será ela quem deve contratar a empresa Progen para implantar a estrutura temporária.

VALORES NÃO FORAM INFORMADOS – O que a Suparc não deixou claro em sua nota são os valores previstos nessa contratação e como serão os repasses e onde serão as fontes de recursos para o governo do Piauí usar o dinheiro público para pagar a empresa SPE Arena Verdão. Em nome da transparência pública, o governo do Piauí não poderia deixar de esclarecer esse detalhe.(Código do Poder)

Desnecessário:”Governo W.Dias paga R$ 215 mil por serviço que a SEPLAN deveria fazer”

GOVERNO GASTA MUITO COM CONSULTORIA – Mesmo com as medidas de corte de gastos por conta da pandemia do coronavírus, o governo do Piauí continua gastando e pagando muito dinheiro por serviços de consultorias, principalmente por serviços que o próprio corpo técnico do Palácio de Karnak deveria fazer.

Os órgãos que mais possuem serviços são a Secretaria de Planejamento e Secretaria de Educação. As duas secretarias por exemplo possuem contratos assinados com a empresa do Rio de Janeiro, Macroplan Prospectiva Estratégia e Gestão. Na SEPLAN, a Macroplan teve contratos de R$ 1,2 milhão e na SEDUC R$ 2 milhões. A SEDUC possui contratos de consultoria com outras empresas para suas diversas atividades, desde o controle da frequência dos alunos, aulas virtuais e monitoramento da gestão. Mas, não se cogita suspender nenhum desses contratos para se economizar recursos públicos.

Código do Poder teve acesso à Nota Fiscal dos serviços da Macroplan que serão pagos nos próximos dias pela Secretaria de Planejamento. A nota fiscal revela que foram realizados serviços que possam melhorar o planejamento na elaboração do Plano Plurianual 2020-2023 da gestão de Wellington Dias. Ou seja, terceirização dos serviços de competência da própria SEPLAN.(Código do Poder)

Big Brother é oficialmente cancelado por conta do novo coronavírus

Por conta da pandemia do coronavírus, o Big Brother Canadá decidiu encerrar a oitava temporada sem definir um vencedor e sem planos de retomar a produção.

A apresentadora do programa, Arisa Cox, explicou a decisão da produção em um comunicado no site oficial do reality: “Big Brother Canada é feito de amor por muitas pessoas e, por mais que doa dizer adeus à temporada, é a coisa certa a se fazer”, disse Arisa.O reality estreou em 4 de março e tinha término previsto para 21 de maio. Ao todo, 12 participantes restavam na disputa. O confinamento durou por 25 dias.

Já no Brasil, a produção do BBB20 entrou em contato com a família dos confinados para garantir que todos estavam bem. Um infectologista até foi convidado para contar as novidades aos brothers, mas a participação virou meme na web.  Mais detalhes daqui a pouco no Vida de Artista as 15:25 na TV Meio Norte

Governo determina deslocamento zero na Semana Santa

Novo decreto do governo do Estado estabelece mais  restrições ao esforço das ações públicas de prevenção à covid-19. O governador Wellington Dias determinou cancelamento de transportes coletivos   em viagens  no período  da Semana Santa.

O decreto deve ser publicado ainda nesta quinta-feira, 02, e busca evitar aglomerações nos terminais rodoviários e nos ônibus. A ordem é deslocamento zero na Semana Santa, período tradicionalmente de grande movimentação de passageiros que buscam os mais variados destinos durante o feriadão

A oposição inerte só critica as ações da prefeitura de Parnaíba: Vamos ajudar?

Por: Bernardo Silva

A administração municipal neste momento, de prevenção do Coronavírus e socorro às vítimas das enchentes, não está nem um pouco preocupada com o que diz a oposição, sobre a postura do prefeito Mão Santa, tampouco sobre as ações que  estão ocorrendo, principalmente por parte da Sedesc- Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania e das Secretarias de Infraestrutura e Serviços Urbanos.

Há muito  o que fazer. Mas a oposição vesga, obtusa, estrábica, luta com todas as armas para politizar a situação, tentando minimizar a importância de tudo o que a prefeitura está fazendo, sem nenhum apoio, até agora,  do governo do Estado.

Hoje pela manhã, divulgaram vídeos alarmistas em redes sociais, falando das filas que se  formavam na calçada da Sedesc, atrás de receber uma “sacolinha” de alimentos, conforme foi dito no facebook, o que foi imediatamente contestado por uma internauta:

Sacolinha p vc que não precisa, mas pra essas pessoas é de grande valia, meu amigo as pessoas estão passando fome e fome dói, criatura. Esquece a questão política e vai lá doar algo tbm”.

Agora de manhã estivemos no local e não constatamos nenhum ato desesperador. As  funcionárias da Sedesc estavam tentando organizar filas; as pessoas mantendo calmas, com um razoável distanciamento uma das outras, enfim, muita fofoca para um momento que suscita união e solidariedade.

ENTREGA CASA A CASA

Até Agora a Prefeitura de Parnaíba não havia divulgado nada sobre essa entrega de  cestas básicas, porque não pretendia  alardear o fato a fim de evitar aglomerações. As entregas estavam sendo feitas em bairros, somente  para as famílias em estado de maior vulnerabilidade.

“Mas a população está desesperada. São pessoas carentes que estão passando fome. A cidade é muito carente e muitos estão passando necessidades. Essas pessoas, em grande parte, são autônomas, ambulantes, que a cada dia tem que ganhar dinheiro para comer, mas agora estão sem trabalhar. E nenhum município sozinho consegue manter a população em casa e abastecida. Isolamento social com fome, nunca existirá na prática. O governador em nada tem ajudado o nosso município”, comenta uma servidora da Sedesc, que não deseja ter o nome revelado.

E por que esses que estão em casa, gastando todo o seu tempo em redes sociais maquinando maldades e fofocas, por que não se somam àqueles que estão fazendo alguma coisa??? Vamos ajudar??? (Texto/fotos:Bernardo Silva)

Centro Pop continua a fornecer refeições a pessoas em situação de vulnerabilidade

Para garantir a segurança alimentar dos mais vulneráveis em Parnaíba, a Secretária Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, Adalgisa Moraes Souza, determinou aos servidores do Centro de Referência Especializado População em Situação de Rua (Centro Pop) que mantenham o fornecimento regular de alimentação a moradores de rua e pessoas assistidas pelo referido programa social.

Com a mesma sistemática de entrega utilizada pelo Restaurante Popular de Parnaíba, na qual o usuário do serviço leva a refeição, o Centro Pop também faz a entrega de “quentinhas” aos moradores de rua. Também estão sendo entregues kits de lanche aos beneficiados. Os agentes da Guarda Municipal estão ajudando a coordenar a entrega de refeições no Centro Pop e a manter a segurança no local, orientando-os da melhor forma possível. 

Apesar de decretos que determinam o fechamento dos espaços com aglomerações no estado do Piauí, a Secretária Adalgisa Moraes Souza encontrou uma forma de não interromper as ações sociais do município aos mais necessitados, como no caso do Restaurante Popular e Centro Pop. Nesses locais a entrega das refeições ocorre no modelo ‘delivery’, evitando que os usuários consumam o alimento dentro desses espaços, como determina os protocolos de segurança do Ministério da Saúde.

O Centro Pop conta com uma equipe multidisciplinar formada por psicólogo, assistente social, pedagoga, educadora social e cozinheira para que os beneficiados tenham acesso a atividades de apoio psicológico, rodas de conversa e um acompanhamento psicossocial. (SupCom)

Marden: Audiência sobre salário sem a presença de professor não vale

Por Arimatéa Carvalho

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) criticou a audiência pública realizada virtualmente para discutir sobre o reajuste dos professores da rede estadual. O parlamentar ressaltou que havia um entendimento de que durante a quarentena não haveria sessões solenes e audiências públicas

Além disso, para ele não faz sentido ter uma audiência sem a participação dos maiores interessados, neste caso, os professores da rede estadual de ensino, através dos seus sindicatos. 

“Não dá para entender, que municípios com menos recursos, como Oeiras, Piripiri e Uruçuí irão pagar o reajuste de 12,84%, de acordo com o governo federal e o Estado quer dar reajuste de 4,17%. Falta planejamento, falta vontade política e por isso sou contrário a essa proposta. Esse reajuste de 4,17% é considerado insignificante diante do reajuste federal. É preciso uma valorização maior dos professores e mais respeito a esses profissionais”, frisou Marden

Que processo a Sesapi usou para descartar quase 500 casos de Covid-19 no PI?

Conforme atualização do boletim da Sesapi, divulgado ontem (1°), até o momento, existem 19 casos confirmados de Covid-19 e 256 casos suspeitos em todo o estado do Piauí. Na contramão, 451 casos foram descartados.

Mas a pergunta que não quer calar é: Foram realizados testes nessas 451 pessoas ou o descarte se deu por falta de evolução de sintomas?

População começa a ir às ruas e Firmino chama atenção para possível ‘catástrofe’ por desobediência

O prefeito Firmino Filho (PSDB) chamou atenção para o aumento do fluxo de pessoas nas ruas de Teresina e voltou a chamar a atenção da população. Segundo o prefeito, estamos passando por um momento ainda muito delicado e é essencial que as pessoas mantenham os cuidados, o mais importante deles, o isolamento.

Firmino ainda desenhou um cenário ‘catastrófico’, caso as medidas de contenção continuem a ser desrespeitadas.(Encarando)

Deputados entram em embate em audiência virtual sobre salário dos professores

Reunião da Comissão de Administração na sala da CCJ da Assembleia Legislativa Foto: Thiago Amaral/Alepi

Os deputados da base e oposição, mais uma vez, foram protagonistas de discussões na Alepi. Dessa vez, a respeito da uma audiência virtual realizada ontem sobre o reajuste do salário dos professores. Os oposicionistas disseram que havia um entendimento de que durante a quarentena não haveria sessões solenes e audiências públicas, o que não aconteceu.

Além disso, eles alegaram que não fazia sentido ter uma audiência sem a participação dos maiores interessados, no caso os professores e propuseram remarcar uma data ao final da quarentena.

Por outro lado, O deputado Firmino Paulo (PP), presidente da Comissão de Administração Pública e Política Social da Alepi, informou que foram disponibilizadas 50 vagas na audiência pública virtual aos representantes do Sindicato dos Professores, entretanto, não houve participação da classe. No final, nada foi decidido. (Silas Freire)

Eleições: Assis Carvalho alfineta ‘coleguinhas’ e diz que PT não corre atrás de prefeitos

Saindo um pouco do tema coronavírus, vale uma observação sobre alguns representantes de partidos, que continuam o foco nas eleições municipais, como no caso do deputado Assis Carvalho (PT).

O deputado federal além de se mostrar contra o adiamento do pleito, por considerar a possibilidade “irrelevante”, ainda aproveitou para alfinetar os coleguinhas ao declarar que o PT tem uma cultura interna diferente quando o assunto é formar lideranças e “não precisa correr atrás de prefeitos”. Seria uma indireta para o senador Ciro Nogueira?(Com informações de Silas Freire)

Auxílio de R$ 600 deve iniciar a partir de 10 de abril, diz ministro

Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni
Governo Federal deve antecipar para o dia 10 de abril o pagamento do auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais que recebem o Bolsa Família. No caso de mulheres chefes de família, o valor é de R$ 1,2 mil. Quem afirma é o ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni, ao Estadão/Broadcast.
O auxílio tem validade de três meses e foi criado por causa da pandemia da Covid-19. Segundo o ministro, os beneficiários receberão a ajuda de maior valor. Ou seja, se for o auxílio emergencial, ele substituirá o Bolsa Família por três meses.
Depois dos informais com Bolsa Família, os próximos beneficiados pelo auxílio serão os trabalhadores informais. A ideia é organizar os cadastros por meio de um sistema que poderá ser acessado pelo celular e dará orientações aos beneficiários.