“Mesmo ministro, Ciro continua pré-candidato ao governo”, diz Júlio Arcoverde

Deputado Júlio Arcoverde

Deputado Júlio Arcoverde (Progressistas)

Com o nome do senador Ciro Nogueira (Progressistas) confirmado para assumir o comando da Casa Civil, a convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o presidente estadual do Progressistas, o deputado Júlio Arcoverde, disse ao Viagora que o senador fará um bom trabalho, além de destacar que o novo posto irá reforçar a pré-candidatura de Ciro ao Governo do Piauí em 2022.

De acordo com o deputado, o senador Ciro Nogueira deve assumir o comando da Casa Civil na próxima terça-feira (27) em solenidade no Palácio do Planalto, em Brasília.

Para Júlio Arcoverde, o senador fará um ótimo trabalho à frente da pasta e que a escolha do nome de Ciro foi uma decisão coerente que será boa para o país.

“O Ciro vai assumir na terça-feira. É uma maravilha, muito bom. Bom para o Brasil, porque ele é um excelente articulador, bom para o Piauí e muito bom para o presidente. Eu acredito que foi a escolha certa e tem tudo pra fazer um bom trabalho na Casa Civil porque ele já se mostrou ser um grande articulador”, comentou o deputado.

Mesmo assumindo a Casa Civil, Júlio Arcoverde garante que Ciro vai manter a pré-candidatura ao Governo do Piauí e que o prestígio que irá receber como ministro vai fortalecer o nome do senador para as eleições de 2022, além de trazer mais recursos para o estado.

“Ele continua pré-candidato, mais forte ainda. Ele precisa se desincompatibilizar somento abril do próximo ano. Nesse semestre ele vai ficar muito mais forte, vai trazer mais recursos para o estado do Piauí, usando esse prestígio. Então, vai ficar cada vez mais forte. Eu acho que foi uma sacada de primeira”, ressaltou Júlio Arcoverde.

Questionado sobre a formação da chapa para as eleições do próximo ano, o presidente estadual do Progressistas afirmou que tudo indica que os candidatos sejam Ciro e Silvio Mendes (PSDB), e que a proposta é que partido tucano indique um nome da cidade de Teresina para o cargo de vice-governador.

“Tudo indica que terá essa chapa, Ciro e Silvio. A chapa com o PSDB indicando uma pessoa de Teresina”, reforça o deputado.(Viagora)

Aumenta o número de queimadas que danificam a rede elétrica no Piauí

A Equatorial Energia faz alerta que segundo semestre no Piauí é característico pelo aumento dos focos de queimadas, agravado pelo período mais quente do ano no estado. A soma desses fatores pode causar interrupções no fornecimento de energia, trazendo transtornos para a população e para os serviços essenciais, ainda mais imprescindíveis no período de pandemia do coronavírus.

Um levantamento realizado pela Equatorial Piauí identificou que em 2020, ocorreram mais de 537 ocorrências envolvendo queimadas em todo o estado. Só na capital, ano passado, mais de 130 eventos desse tipo foram identificados. Em 2021, os números estão em uma crescente. O Centro de Operações da distribuidora já identificou 478 ocorrências relacionadas à queimadas que prejudicaram o fornecimento de energia, o que já é praticamente 90% do alcançado em 2020 somente nos primeiros seis meses, apontando para uma tendência de aumentar com a chegada do B–R–O–BRO. Em 2021, as cidades com maior ocorrência de queimadas próximo à rede elétrica são: Teresina (292 ocorrências) Parnaíba (22 ocorrências) e São João do Piauí (16 ocorrências).

“Quando ocorrem queimadas próximo à rede elétrica, o calor danifica as estruturas e cabos condutores, prejudicando o fornecimento de energia para os clientes da região. Inclusive, o fogo pode atingir vários postes e muitos metros de rede, fazendo com que o serviço para recompor a estrutura demande um tempo considerável. Ressaltamos ainda que além dos prejuízos causados, dependendo da circunstância, a prática de queimada pode configurar crime”, reforça Eduardo Abreu, Executivo de Manutenção da Equatorial Piauí.

Em casos de incêndios próximos a rede elétrica a Equatorial Piauí também deve ser acionada para tomar as medidas relativas à distribuição de energia. Quando o fogo estiver atingido uma rede elétrica energizada, não deve haver aproximação e o Corpo de Bombeiros deve ser chamado imediatamente, por meio do número 193.

Ciro Nogueira teria vazado ameaça de Braga Netto a Lira, diz colunista

Fórum – A revelação de que o general Walter Braga Netto, ministro da Defesa, ameaçou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), pela aprovação do voto impresso para as eleições de 2022 teria partido do senador Ciro Nogueira (PP-PI). O presidente nacional do PP deve assumir o ministério da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro na próxima segunda-feira (26).

Segundo informações obtidas pelo colunista Vicente Nunes, do Correio Braziliense, a divulgação da ameaça teria sido uma vingança do centrão contra o chamado Partido Fardado, que tentou intimidar o Congresso Nacional.

Reportagem de Andreza Matais e Vera Rosa, do Estado de S.Paulo, aponta que Braga Netto enviou interlocutor para falar com Lira em 8 de julho. O objetivo foi “comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável”.

A ameaça foi repetida por Bolsonaro no mesmo em conversa com apoiadores: “Ou fazemos eleições limpas no Brasil ou não temos eleições”.

O Ministério da Defesa tentou desmentir a reportagem, que teve seu conteúdo reforçado pelo Estado de S. Paulo através de seu diretor de jornalismo, João Caminoto.(pensarpiaui)

Recriação de ministério do Trabalho é retrocesso na gestão pública

É um triste retrocesso, do ponto de vista da gestão pública, a decisão do presidente Jair Bolsonaro de recriar o Ministério do Trabalho, mesmo com nova denominação, Ministério do Emprego. Invenção demagógica do ditador Getúlio Vargas para acomodar políticos do PTB e cooptar sindicalistas loucos por sinecuras, ao ser extinto existia apenas para divulgar o Caged, números de empregos com carteira assinada. Tomara que o próximo retrocesso não seja o da recriação do imposto sindical.

É a Economia, idiota

Em todo o mundo, o Ministério da Economia é o Ministério do Trabalho de fato: afinal, suas decisões afetam os empregos e o valor dos salários.

R$90,5 bi em quê?

A decisão de Bolsonaro custará caro. Em 2018, o Ministério do Trabalho teve despesas fixadas na LOA em R$90,5 bilhões. Para que mesmo?

Cara acomodação

A recriação do Ministério servirá apenas para acomodar Onyx Lorenzoni, amigo e afilhado do presidente, que será demitido da Secretaria-Geral.

Tudo outra vez?

Entregue pelo PT ao PDT, o Ministério virou alvo da Polícia Federal, que estancou a vigarice de venda de autorizações para criação de sindicatos.

Joice Hasselmann diz não lembrar como se feriu e tem cinco fraturas no rosto

Ela diz ter acordado com o rosto em poça de sangue no corredor do apartamento onde estavam o marido e uma empregada

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) divulgou apenas nesta quinta-feira (22) uma estranha história, que teria ocorrido na madrugada de domingo (18), para explicar diversos ferimentos, incluindo cinco fraturas no rosto, cortes nos lábios e no queixo e sinais de traumas no joelho, na costela, no ombro e na nuca.

Ela afirma que não se lembra de nada e que a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados investiga o que aconteceu supostamente no interior do apartamento funcional onde mora, e com o marido e uma empregada em casa. A deputada suspeita de “atentado”.

Joice diz ter acordado na caída no chão do corredor entre o quarto e o banheiro, com o rosto em uma poça de sangue. Precisou telefonar ao marido, que dorme em outro quarto porque tem problemas de ronco, para receber os primeiros cuidados. Ele é neurocirurgião.

A parlamentar deu declarações afirmando que chamou de São Paulo um segurança de sua confiança e que dois funcionários passaram a pernoitar em seu apartamento. Contou que faz curso de tiro para se habilitar ao porte de uma pistola Glock, que adquiriu e da qual não pretende se separar nem quando for dormir.

Nota

Sua assessoria divulgou nota sobre o episódio:

Informamos que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) sofreu um incidente, na madrugada do último domingo (18), em seu apartamento em Brasília. Ela acordou já caída no chão do corredor, entre o quarto e o banheiro, com o rosto em uma poça de sangue, sem saber exatamente o que aconteceu.

Após exames, foram constatados diversos traumas pelo corpo — joelho, costela, ombro e nuca— incluindo cinco fraturas na face e uma na coluna. Os médicos descartaram a possibilidade de uma queda acidental. A parlamentar está medicada, amparada e se restabelecendo rapidamente. A expectativa, no momento, é para que não seja necessária cirurgia por conta das fraturas.

O Departamento de Polícia Legislativa (Depol) foi acionado e abriu investigação sobre o caso.

Homicida procurado em vários estados é preso pela PRF na BR 343 em Parnaíba

A ação aconteceu na rodovia BR-343 no município de Parnaíba - Foto: Divulgação/PRF

A ação aconteceu na rodovia BR-343 no município de Parnaíba – Foto: Divulgação/PRF

Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, nesta quinta-feira (22), um dos homens mais procurados do país. O suspeito, de 37 anos, possuía um Mandado de Prisão Preventiva expedido pelo Tribunal de Justiça do estado de Roraima. A ação aconteceu na rodovia BR-343 no município de Parnaíba.

Os policiais receberam informações de agentes dos estados do Amazonas e Roraima e realizaram a abordagem ao veículo Toyota/Hilux que era conduzido pelo suspeito. Durante a abordagem, foi verificado que o homem possuía em seu desfavor um Mandado de Prisão Preventiva pelo crime de Homicido Qualificado expedido pelo Tribunal de Justiça do estado de Roraima.

Além disso, os policiais identificaram que o suspeito já estava sendo procurado em vários estados e possui uma extensa ficha criminal, respondendo também pelos crimes de pistolagem, ameaça e contrabando.

Diante dos fatos, o homem foi encaminhado à Central de Flagrantes na cidade de Parnaíba para as providências legais e o cumprimento do Mandado.

Peixe-boi morre após encalhar em rio no litoral do Piauí

Um peixe-boi morreu após encalhar no Rio Portinho, entre as cidades de Parnaíba e Luís Correia, no litoral do Piauí. O animal foi avistado ainda com vida, nesta quinta-feira (22), mas não resistiu. Uma equipe da Aquasis, ONG do Ceará, está no estado para coletar amostras no animal para tentar identificar a causa da morte. 

Peixe-boi encalhado em rio no litoral do Piauí. Foto registrada por Silmara Erhtal, analista ambiental do ICMBio que participou da tentativa de resgate

“O animal será trazido para que seja feita necropsia. Com as amostras coletadas, análises de exames, a gente vai buscar entender a causa morte do animal”, informou Letícia Gonçalves, técnica de resgate da Aquasis, ONG que atua no resgate e reabilitação de peixes-bois, golfinhos e baleias no litoral do Ceará. 

A tentativa de resgate contou com apoio de equipes do Corpo de Bombeiros, da Área de Proteção Ambiental Delta do Parnaíba, administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e um colaborador local.

Corpo do animal passará por necropsia. Foto registrada por Silmara Erhtal, analista ambiental do ICMBio que participou da tentativa de resgate

Onde está a assessora de Ciro Nogueira demitida após vídeo pornô?

Provável novo ministro da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) se viu em meio a uma fofoca em 2012 durante a CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) do Cachoeira. A comissão investigou a atuação de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e políticos em um esquema de jogos ilegais. Durante os trabalhos, sua então assessora parlamentar, Denise Leitão Rocha, apareceu em vídeo pornográfico vazado e que circulou na comissão.

Denise Rocha é atualmente empresária e influenciadora nas redes sociais; em 2013, participou de A Fazenda

De acordo com reportagens da época, a gravação foi vista nas telas de laptops de alguns congressistas durante sessão que ouviu o depoimento do ex-prefeito de Palmas, Raul Filho (PT). Denise trabalhava assessorando Ciro na CPMI e em outros colegiados.

Conhecida como “Furacão da CPI”, Denise acabou demitida pelo senador por causa do vídeo. Na época, ela classificou a exoneração como uma atitude “desumana” e “machista” porque o caso não tinha qualquer relação com o seu trabalho no Senado.

“​​A CPI é para investigar o quê? É para investigar a minha relação sexual ou o Carlinhos Cachoeira?”, disse ao G1 em 2012. Ela afirmou também que teria dificuldades de prosseguir na carreira de advogada. Devido à fama advinda com o episódio, Denise passou a dar entrevistas a programas de televisão e fechou contrato com a revista Playboy.

Em entrevista ao Programa do Jô, na Rede Globo, a ex-assessora disse que decidiu posar nua para poder pagar o processo contra um ex-namorado que, de acordo com ela, seria o responsável pela divulgação do vídeo com as cenas de sexo. A edição em que foi capa foi publicada em setembro de 2012. O ensaio foi feito pelo fotógrafo J.R. Duran e teve inspiração sadomasoquista.

Em 2013, ela participou da 6ª edição do reality show A Fazenda, exibido pela Record, e ficou em 2º lugar na competição. No programa, protagonizou brigas permeadas por xingamentos, empurrões e cuspes com Andressa Urach. Dois anos depois, em 2015, as duas fizeram as pazes em um encontro em Brasília.

Em 2014, ela tentou disputar uma vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal pelo DEM, mas desistiu da candidatura ao cargo de deputada distrital porque alegou não ter recebido o apoio combinado com o partido.

Atualmente, Denise é empresária e modelo, e seu registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) consta como cancelado. Ela também é influenciadora nas redes sociais com 644 mil seguidores no Instagram e 141,2 mil no Twitter.(pensarpiaui)

‘Ameaça’ de ministro da Defesa às eleições é considerada ‘fake news’

Arthur Lira e Braga Netto negam que a conversa e a “ameaça” tenham ocorrido

Não houve a conversa do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, noticiada nesta quinta-feira (22), em que ele teria ameaçado o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), não haver eleições, em 2022, sem a aprovação do voto impresso. A conversa não existiu, segundo o ministro e o presidente da Câmara.

A suposta ameaça, por meio de “recado”, teria ocorrido em 8 de julho, na presença dos comandantes militares.

O deputado Arthur Lira negou enfaticamente ter ouvido qualquer tipo de ameaça do ministro da Defesa e disse ainda que divulgará nota oficial sobre a a notícia falsa. O ministro já divulgou sua nota.

Ministro não manda recados

O ministro Braga Netto já divulgou nota a notícia “que atribui a mim mensagens tentando criar uma narrativa sobre ameaças feitas por interlocutores a Presidente de outro Poder”.

“O Ministro da Defesa informa que não se comunica com os Presidentes dos Poderes, por meio de interlocutores”, disse ele. “Trata-se de mais uma desinformação que gera instabilidade entre os Poderes da República, em um momento que exige a união nacional”, destacou.

“O Ministério da Defesa reitera que as Forças Armadas atuam e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição”, disse o general Braga Netto em sua nota. “A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira são instituições nacionais, regulares e permanentes, comprometidas com a sociedade, com a estabilidade institucional do País e com a manutenção da democracia e da liberdade do povo brasileiro.”

Decisão é do Legislativo

No final de sua nota, o general defende a implantação do sistema de impressão do voto, argumentando que “todo cidadão deseja a maior transparência e legitimidade no processo de escolha de seus representantes no Executivo e no Legislativo em todas as instâncias”, mas lembra que a decisão será do Poder Legislativo:

– “Por essa razão, a discussão sobre o voto eletrônico auditável por meio de comprovante impresso é legítima, defendida pelo Governo Federal, e está sendo analisada pelo Parlamento brasileiro, a quem compete decidir sobre o tema.”

Tanto Arthur Lira quanto Braga Netto conversaram com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luiz Roberto Barroso, e negaram a conversa e a ameaça de que trata notícia falsa divulgada nesta quinta-feira.

COMUNICADO PARA A SOCIEDADE PARNAIBANA

O Instituto Doutor Abreu, Pessoa Jurídica de Direito Privado, sem finalidade lucrativa, no formato de Associação, previsto no Código Civil Brasileiro vigente, está inscrito no CNPJ Nº 40.800.200/0001-43, e no Conselho Municipal de Assistência Social com o nº 145/2021.
Estando como Presidente o Médico Dr. Manoel Moreira de Abreu Filho, o Instituto dará amplitude ao trabalho já realizado pela Clínica de Repouso de Parnaíba, que desde o ano de 2001 vem contribuindo com a Saúde Mental das pessoas vulneráveis, mental e economicamente da nossa cidade, através de Internações – Dia Psiquiátricas, tendo o Sistema Único de Saúde (SUS),como a nossa única fonte de subsistência.
“Nossa missão Institucional  é  cuidar de Pessoas / Pacientes diagnosticados com distúrbios mentais, promovendo políticas públicas assistenciais de combate a essas patologias nervosas, que tanto vem assolando o mundo atualmente, com a finalidade de recuperá-los e inseri-los com dignidade na sociedade” – explica Dr. Abreu Filho. E conclui o médico: “Foi um projeto idealizado por mim e minha família, há 20 anos, desde o ano de 2001, por gratidão com esse povo, que me abriu as portas dessa amada cidade”.
Dr. Manoel Moreira de Abreu Filho
Presidente do Instituto Doutor Abreu

Ciro Nogueira ameaçou romper com Bolsonaro e ganhou Ministério

Comenta hoje o jornalista Arimatéia Azevedo, no Portal az, que o senador Ciro Nogueira só foi convidado para assumir a Casa Civil porque ameaçou romper com Bolsonaro. Pouca gente sabe disso.

Ciro Nogueira chateado com a atitude de Paulo Guedes

O motivo é que ele teria acusado Paulo Guedes de ter aprovado um empréstimo de R$ 800 milhões para o governo Wellington Dias. Ciro Nogueira foi bater no Palácio do Planalto para se queixar ao Presidente. Bolsonaro, segundo informações de Brasília, teria feito o convite para que ele assumisse a Casa Civil. “Você aqui vai manter o controle e evitar que isso aconteça”, disse Bolsonaro.

Ciro Nogueira quer comando do Cade, mas Guedes resiste

Ciro foi “choramingar” junto ao presidente da república

O presidente teria dado carta branca ao senador piauiense dizendo: “agora tudo passará por suas mãos”. Ontem se especulava que Ciro ainda tentará barrar o empréstimo autorizado por Paulo Guedes ao governo piauiense, através do Banco do Brasil.

ADEUS À CANDIDATURA

Sendo ministro da Casa Civil Ciro Nogueira lança mão da candidatura ao governo do Estado. Já se especula, dentro do Progressistas, que ele pode apoiar Silvio Mendes ou João Vicente Claudino – JVC. (Editado por BERNARDO SILVA)

Ciro Nogueira pode colocar Gil Paraibano no Senado Federal

O prefeito da cidade de Picos do Piaui é o 2º suplente de Ciro Nogueira no Senado Federal. Comenta-se nos bastidores que Gil Paraibano pode ir para Brasília caso o líder do Progressistas seja nomeado para o Ministério da Casa Civil.

É que a primeira suplente é a mãe de Ciro, a Srª  Eliane e Silva Nogueira. Mas, consta que ela não pretende assumir o posto.

Neste caso, Gil deve assumir o poder máximo de Senador da República Federativa. Uma cargo de grande importância para a história de Picos.

ENTENDA

O Senador Ciro Nogueira, líder nacional do Partido Progressista, está sendo cotado, pelo menos na grande mídia, para assumir o Ministério da Casa Civil. Conforme matéria da CNN, o presidente Jair Bolsonaro já estaria preparando a nomeação do piauiense.

No Ministério, será ele quem vai receber deputados, senadores e prefeitos para ouvir as demandas de cada setor.

Na prática, Ciro sabe o que os políticos querem e precisam às vésperas das eleições (parcerias para ajudar os estados e municípios).

Vaga de Vice

Indo para o lugar do General Luiz Eduardo Ramos, Ciro se fortalece mais ainda na cúpula do governo e reforça os rumores de que poderá compor a chapa de Bolsonaro, nas eleições de 2022, como vice. (Feitosa Costa)

Piauí ganha distribuidora de álcool

O governador Wellington Dias recebeu quarta-feira (21) o diretor do Grupo Olho D’Água (Comvap), Luís Fernando, com quem tratou sobre a nova empresa do grupo que está em operação no estado, a All Green, distribuidora de álcool combustível produzido a partir da cana-de-açúcar.

“O grupo Olho D’água está na cidade de União e tem gerado um número destacado de empregos para o nosso estado. São mais de três mil empregos anuais e, agora, nos apresenta uma ampliação na produção do álcool. Isso permite que o Piauí tenha uma distribuidora com capacidade para armazenamento. Até o mês de agosto, devemos inaugurá-la oficialmente. É bom destacar que é a primeira do Piauí, em um momento que o Brasil não está tendo muitos investimentos”, disse Wellington Dias.

A Comvap processa hoje cerca de 1,4 milhão de toneladas de cana, cinco vezes mais do que o período em que foi comprada pelo grupo Olho D’água, que atua no Piauí desde 2003.

“Os investimentos da Comvap no estado são constantes e a All Green é um desses exemplos. Totalmente verde, ela já produz álcool que é entregue diretamente aos postos do Piauí chegando aos consumidores numa condição mais vantajosa. Tivemos o apoio do Governo do Estado do Piauí. A indústria está funcionando há alguns meses e não foi inaugurada por causa do período da pandemia”, explicou o diretor Luís Fernando.

Barra Grande: eventos liberados em bares e barracas com até 50 pessoas

A Prefeitura de Cajueiro da Praia, no litoral do Piauí, liberou eventos em bares, barracas, restaurantes e congêneres em um novo decreto publicado nesta terça-feira (20) com validade até o dia 08 de agosto. Nesses locais é permitido o limite máximo de 50 pessoas com som ambiente e música ao vivo, com as seguintes restrições: ambiente fechado com mesas com até seis pessoas e distanciamento de 1,5 metros.No decreto consta ainda que não é “permitido nenhum tipo de dança”. 

Na cidade, passou a ser permitida também a realização de eventos esportivos, sem a presença de público, proibida a aglomeração de pessoas, sendo realizados em espaços abertos. 

Por outro lado, o decreto manteve a proibição do estacionamento de ônibus de excursões provenientes de outras cidades e estados no povoado Barra Grande, que tem uma das mais belas praias do litoral piauiense. As ruas mais movimentadas da cidade permanecem com o tráfego de veículos proibido, o que coincide com o período de férias. O acesso está proibido nas ruas Pedro de Castro Medeiros, da Pousada do Fred e Pontal da Barra, nos horários de segunda a quinta, das 17h à 00h; sexta, sábado a domingo nos horários de 06h a 00h. (Graciane Sousa)

Motoqueiro morre após ser arrastado por 300 metros por caminhonete em Parnaíba

Um motoqueiro, não identificado, morreu por volta das 20h desta quarta-feira (21/07), em um acidente de trânsito na BR-402, cidade de Parnaíba-PI, sentido Barra Grande, litoral do Piauí. As informações são do Repórter Ponto 50.

A moto modelo Fan seguia pela BR sentido Parnaíba, mas sem a iluminação traseira. A camionete F250 andava na mesma direção e possivelmente o condutor não viu o motoqueiro e o colheu, arrastando-o cerca de 300 metros. 

O impacto foi tão forte que a moto parece ter se ‘fundido’ às ferragens do carro, como mostra a imagem.

O motoqueiro morreu na hora. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas chegando ao local a vítima já estava sem vida. A perícia de trânsito foi acionada, assim como o Instituto Médico Legal (IML).

Sílvio Mendes passa a ser opção para Governo com Ciro na Casa Civil

Sílvio Mendes

O ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes (PSDB) passa a ser a primeira alternativa da oposição para a disputa pelo Governo do Piauí nas eleições de 2022, com a ida do senador Ciro Nogueira (presidente nacional do Progressistas) para o Ministério da Casa Civil.

As discussões preliminares apontavam Ciro Nogueira como principal opção para o Palácio de Karnak em uma dobradinha com Sílvio na vaga de vice-governador da chapa majoritária oposicionista. No entanto, após o senador aceitar o cargo no Planalto o cenário se modifica e o ex-prefeito de Teresina se torna a primeira opção do grupo.

Fortalecimento da oposição

Em uma reunião virtual de mais de duas horas realizada com os líderes que compõem seu grupo, nesta quarta-feira (21), o senador ressaltou que ocupar um espaço de tamanha relevância no plano nacional terá impacto positivo para a estratégia política eleitoral de seu time, conforme revelou ao GP1 um interlocutor de Ciro Nogueira.

Foto: Lucas Dias/GP1Ciro Nogueira

Ciro Nogueira

Os aliados de Ciro contam ainda que essa visibilidade em alta servirá como uma espécie de atrativo para fortalecer a oposição e atrair mais aliados para o confronto com o candidato que vier a representar a base do Palácio de Karnak no ano que vem.

Candidato a vice-presidente

Ainda foi revelado à nossa reportagem, que existe a possibilidade do futuro ministro ser indicado para o cargo de candidato a vice-presidente no projeto de reeleição de Jair Bolsonaro. Ainda de acordo com a fonte, o presidente nacional do PP terá papel fundamental e agirá como um bombeiro para apagar os focos de incêndio no Palácio do Planalto a partir de agora.

Uma conversa pré-agendada entre Ciro e Bolsonaro vai debater os principais pontos a serem trabalhados para melhorar a imagem do presidente perante a opinião pública e os líderes políticos.

Ciro na Casa Civil

Nesta quarta-feira (21) Ciro Nogueira aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro e vai assumir a Casa Civil. A informação foi confirmada ao GP1 pelo ex-prefeito de Sílvio Mendes (PSDB). Com a ida do senador ao Planalto, a mãe de Ciro, Eliane Nogueira, assumirá sua vaga no Senado Federal.(Germana Chaves)

Chefes Militares avisam: “eleições só com voto impresso”

Braga Neto

Jair Bolsonaro não está isolado em seu projeto de implantar uma ditadura no Brasil. Ele conta com o apoio do general Braga Netto, seu ministro da Defesa e homem de confiança. É o que revelam as jornalistas Andreza Matais e Vera Rosa, em reportagem publicada no Estado de S. Paulo. “No último dia 8, uma quinta-feira, o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), recebeu um duro recado do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, por meio de um importante interlocutor político. O general pediu para comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável. Ao dar o aviso, o ministro estava acompanhado de chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica”, apontam.

A portas fechadas, Lira disse a um seleto grupo que via aquele momento com muita preocupação porque a situação era “gravíssima”. “Lira considerou o recado dado por Braga Netto como uma ameaça de golpe e procurou Bolsonaro. Teve uma longa conversa com ele, no Palácio da Alvorada. O presidente da Câmara disse ao chefe do Executivo que não contasse com ele para qualquer ato de ruptura institucional. Líder do Centrão, bloco que dá sustentação ao governo no Congresso, Lira assegurou que iria com Bolsonaro até o fim, com ou sem crise política, mesmo se fosse para perder a eleição, mas não admitiria golpe”, informam as repórteres.

“O recado dos militares e a reação de Lira são de conhecimento de um restrito grupo da política e do Judiciário”, acrescentam. As duas jornalistas também procuraram o Ministério da Defesa, que não se pronunciou.(pensarpiaui)