Seis aeroportos estão sem combustível.

 

Último balanço da Infraero divulgado na noite de sexta-feira, 25, informava que seis aeroportos administrados pela concessionária estavam sem combustível: São José dos Campos, interior de São Paulo, Uberlândia, em Minas Gerais, Ilhéus, na Bahia, Goiânia, em Goiás, Carajás, no Pará e João Pessoa, na Paraíba.

Somente alguns voos estão atrasados na manhã deste sábado, 26, vindos de Brasília e do Rio de Janeiro. Porém, não há a informação exata se é por falta de combustível ou imprevisto da empresa aérea.

O aeroporto de Brasília informa que adotou medidas emergenciais em razão da indisponibilidade de combustível de aviação. A administração acrescenta que trabalha para diminuir os impactos do desabastecimento causado pela paralisação dos caminhoneiros.

Na tarde de sexta-feira, 25, ao menos 11 aeroportos pelo País estavam sem combustível devido a greve de caminhoneiros, segundo dados da Infraero.

Eram eles: Carajás, São José dos Campos, Uberlândia, Ilhéus, Palmas, Goiânia, Juazeiro, Maceió, Recife, Joinville e Maceió. Outros ainda tinham reserva. Já o do Galeão, no Rio de Janeiro, tem oleoduto próprio e não sofre desabastecimento. A situação dos aeroportos, porém, mudou ao longo do dia. Fonte: Infraero. Fotos: FM/folhauol. Edição: APM Noticias.

Assinada Garantia da Lei e da Ordem em todo país até 4 de junho.

 

 

O presidente Michel Temer assinou o decreto determinando o uso das forças federais para liberar as rodovias e reabastecer o país com os produtos retidos nas estradas.

O decreto, publicado na noite dessa sexta-feira (25), em edição extra do Diário Oficial da União, autoriza o emprego das Forças Armadas no contexto da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) até o dia 4 de junho.

Com isso, os militares darão apoio às forças policiais, como a Polícia Militar (PM), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Força Nacional, na liberação das estradas. Além disso, as Forças Armadas poderão requisitar veículos e levá-los para distribuição dos produtos que carregam, mas isso só será feito caso o dono do caminhão – seja a empresa ou o próprio motorista – se negar a seguir viagem.

“A requisição de bens é um item do menu de opções que o governo tem em qualquer circunstância. Na medida que as coisas não voltarem à normalidade, o governo vai usar o instrumento que tem. A requisição é um ato de posse. Requisita, utiliza e devolve. É uma hipótese.

Poderá ser utilizada na medida que for necessária”, disse o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sergio Etchegoyen, em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira no Palácio do Planalto, horas antes da edição do decreto.

Além de disponibilizar motoristas para o caso de requisição de veículos, as Forças Armadas também podem escoltar caminhões que transportam produtos essenciais, oferecer ao serviço policial caminhões-tanque e outros veículos necessários para o cumprimento da GLO.

A paralisação dos caminhoneiros chegou ao quinto dia nesta sexta-feira. Mesmo após o acordo, várias estradas continuaram obstruídas, ainda que parcialmente, pelos grevistas.

De acordo com o governo, no entanto, as interdições reduziram de 938 para cerca de 500, sendo que em nenhuma das restantes houve interrompimento total do trânsito. Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, as informações são passadas pelos postos da PRF espalhados pelo país. Fonte: Agência Brasil. Fotos: NewsBRA/AGC. Edição: APM Notícias.


Saco de carvão.

 

 * Pádua Marques.

Outro dia uma de minhas irmãs achou de, depois de uma latumia danada do vendedor na nossa porta, comprar um saco de carvão. Fazia tempos que aqui na nossa casa de Parnaíba eu não encontrava uma mercadoria dessas. Veio à lembrança quando morávamos no bairro de Fátima e ainda minha mãe estava longe de ter na cozinha um fogão a gás, um luxo pra poucos naquela época.

Meu pai, homem de pouco dinheiro na burra, tinha das suas de vez em quando e numa dessas, pra encurtar caminho e se livrar dos atravessadores, meteu naquela cabeça branca de comprar carvão, vindo no trem da tarde. Esse carvão, assim como galinhas poedeiras ou prontas pra ir à panela, franguinhas de primeira pena, melancias, maxixes, quiabos, tapiocas, beijus e leitões cevados, tudo descia na Esplanada da Estação.

Também vinha muita gente feia e triste, vinda de Marruás, Vidéo, Bom Princípio, Cocal e até da muito longe Piracuruca. Toda essa gente e coisas vinham direto´pra estação ali no bairro de Fátima. Papai comprou vários sacos de carvão. Antes, pediu a um amigo seu jumento pra depois do negócio levar a carga pra nossa casa. Ora, aquele carvão todo daria pra consumo de vários dias e até meses.

Eu e meu irmão ficamos encantados com aquela aventura de ir da estação de trem até nossa casa tangendo o jumento carregado de carvão, que depois de chegado e descarregado e medido numa lata de querosene, foi colocado nos fundos da cozinha à espera de sua utilidade.

O tempo passou, vieram outros e um dia, quando as coisas melhoraram em casa, minha mãe escasquetou e acabou comprando um fogão a gás marca Jangada. Não sei ao certo se na Rosemary ou no Décio Lobão. Como diria minha mãe, outra realidade! O carvão passou a ser mercadoria pra se comprar de vez em quando. Já ninguém olhava pro monte que se formava no canto da cozinha. Servia quando muito pra queimar no ferro de gomar.

O monte de carvão servia agora pra ser lugar e ninho de galinha com choco e que dentro de poucos dias sairia de porta pra fora com uma dúzia de pintos procurando o que comer. O saco de carvão foi perdendo importância. Ora vejam só! Mas de vez em quando entrava em cena no fogareiro que por precaução minha mãe conservou num canto em caso de emergência.

Olhando pra fora, o tempo e as coisas foram melhorando na Parnaíba. De uns tempos pra cá não se encontra mais na rua ao sol das oito horas os carvoeiros gritando a mercadoria enquanto estalavam o relho no lombo dos jumentos querendo pressa.

Mas todo esse rodeio que eu fiz teve e tem um propósito de chegada. Pra os políticos, os carreiristas de palanques, os demagogos de toda sorte, o povo é feito aquele saco de carvão. De quatro em quatro anos eles estão na sua porta vendendo uma mercadoria  que não tem estoque, exceto aos domingos quando alguém resolve fazer um churrasco. O saco de carvão, que é o povo, fica esquecido, dormente, aguentando tudo. Os meninos de casa nunca passam perto. O carvão se livrou de ser queimado dentro de um ferro de gomar porque hoje o que não falta é ferro elétrico de todo tipo, tamanho e marca. Carvão suja as mãos e quando aceso enche a cozinha de fumaça.

E se serve de ninho pra galinha choca, acaba empestando a cozinha e a despensa de piungas. As eleições estão chegando. A campanha pesada vai ser depois da Copa da Rússia. Será um refrigério. Se esquecem de tudo em quanto: preço da gasolina, quebra-quebra, carnê do Paraíba, prestação da casa própria, reforma da Previdência, Lava Jato, o Lula. Quando a gente se espantar é a campanha e a propaganda na televisão e nos outdoors.

Os políticos vão entrar em sua casa com a maior cara limpa. Se deixarem, eles são capazes de ir até a cozinha. Se descuidar eles são capazes de abrir a panela. São capazes de beijar e colocar nos braços crianças catarrentas e dar abraços em velhas vestidas de chambres e com a baba da noite nos cantos da boca. Carvão é coisa pra se comprar baratinho hoje em dia. Tem nos supermercados, postos de gasolina, nalguma padaria ou vendinha de subúrbio.

Povo, gente, gente pobre e ignorante é feito saco de carvão. O político compra o voto dessa gente prometendo saúde, educação e segurança. Só promete mais hospitais, médicos a rodo e a toda hora. Político compra voto dessa gente com uma cédula de cinquenta contos, pagamento de uma prestação da Macavi ou do Armazém Paraíba, uma bolsa de estudos pra um sobrinho e por aí vai. Depois que está eleito e feito na vida se esquece do povo, que vira saco de carvão. *Pádua Marques é jornalista e escritor, membro da Academia Parnaibana de Letras.

               

 

 

 

Temer autoriza forças federais para desbloquear rodovias.

 

O governo federal autorizou o uso de forças federais de segurança para liberar as rodovias bloqueadas pelos caminhoneiros caso as estradas não sejam liberadas pelo movimento.

O anúncio foi feito há pouco pelo presidente Michel Temer, em pronunciamento no Palácio do Planalto. A decisão foi tomada após reunião no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que contou com a participação de ministros e do presidente.

Ontem (24), os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Eduardo Guardia (Fazenda) e Carlos Marun (Secretaria de Governo) anunciaram acordo para suspensão dos protestos da categoria por 15 dias,. Depois disso, as partes voltarão a se reunir.

Hoje (25), no entanto, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que ainda não registra desmobilização de pontos de manifestação de caminhoneiros nas rodovias do país.

Em seu pronunciamento, Temer disse que uma “minoria radical” está impedindo que muitos caminhoneiros cumpram o acordo e voltem a transportar mercadorias. O presidente enfatizou que o governo atendeu às principais demandas da categoria. “O acordo está assinado e cumpri-lo é naturalmente a melhor alternativa. O governo espera e confia que cada caminhoneiro cumpra seu papel.”

O ministro Eliseu Padilha disse, também nesta sexta-feira, que o governo confia no cumprimento do acordo firmado ontem com as lideranças do movimento.

A decisão de suspender a paralisação não foi unânime. Das 11 entidades do setor de transporte, em sua maioria caminhoneiros, que participaram do encontro, duas delas, a União Nacional dos Caminhoneiros (Unicam) e a Associação Brasileira dos Caminhoneiros que representa 700 mil trabalhadores, recusaram a proposta.

Hoje a associação divulgou nota na qual afirma que, ao contrário de outras entidades, “que se dizem representantes da categoria, a Abcam, não trairá os caminhoneiros”. “Continuaremos firmes com pedido inicial: isenção da alíquota PIS/Cofins sobre o diesel, publicada no Diário Oficial da União”, diz o texto. Fonte: Agência Brasil. Foto: G1. Edição: APM Noticias.

Preços na Ceasa de Teresina  começam a subir devido a paralisação.

A greve dos caminhoneiros começou a ter reflexos mais expressivos no abastecimento de alimentos de Teresina. Na Ceasa, a movimentação de clientes é normal, mas somente dois caminhões haviam conseguido chegar ao local até esta manhã, levando carregamentos de tomate e cheiro verde.

A qualidade dos produtos também já está sendo afetada. Não há um colapso como o que está acontecendo no Sudeste do país, mas a situação começa a preocupar os permissionários. O preço do quilo de alguns produtos já subiu:

– Abacate: subiu de R$ 3,80 para R$ 5 e em alguns lugares já está em R$ 6;
– Melancia: subiu de R$ 0,90 para R$ 1,20;
– Batata: subiu de R$ 2,79 para R$ 3,50.

Ontem, a maior parte dos comerciantes fechou a banca mais cedo e a tendência deve ser a mesma nessa sexta-feira (25). Fonte: cidadeverde. Foto: G1Pi. Edição: APM Notícias.

Lagoa do Portinho provoca audiência do Ministério Público do Piauí.

Discussões pertinentes para o fortalecimento das ações do Ministério Público do Piauí serão tratadas no 2º Encontro Regional que será realizado entre os dias 07 e 09 de junho em Parnaíba.

Na oportunidade será realizada uma audiência pública sobre a Lagoa do Portinho com os diversos seguimentos da sociedade com vistas a melhorar a situação que vem passando o lugar, que secou por diversos problemas.

Segundo o promotor Cristiano Farias Peixoto, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Parnaíba, os problemas da lagoa do Portinho são de ordem climática, intervenções de empresários e moradores. Disse que os setores envolvidos serão convocados a participar.

A também a 2ª Promotoria de Justiça de Parnaíba, especializada na defesa de direitos difusos, coletivos e individuais homogêneos vai funcionar na Cidade Judiciária. Fonte: MPPI. Foto: proparnaiba. Edição: APM Notícias.

 

Ex-prefeita de Luis Correia, Adriane Prado perde os direitos políticos.

 

 

 

O juiz de direito da Vara Única da Comarca de Luís Correia, Willmann Izac Ramos Santos, condenou a ex-prefeita do município Adriane Maria Magalhães Prado e o servidor Leandro Brito dos Santos em ação civil de improbidade administrativa. A sentença foi dada nessa quarta-feira (23).

Segundo denúncia do Ministério Público do Estado do Piauí, houve desvio de finalidade do ônibus pertencente ao Município de Luís Correia, ligado ao Projeto Caminho da Escola, na festa católica realizada na Paróquia do Município de Cocal, constando foto do veículo mencionado na festa.

Oficiada, a então secretária de Educação de Luís Correia, Karla Oliveira, se manifestou afirmando desconhecer o caso, atribuindo que o chefe do setor de transportes, Elizomar Eloi Rodrigues, seria a pessoa adequada para os esclarecimentos acerca da viagem do ônibus até Cocal.

Ouvidos no Inquérito Civil instaurado no âmbito da Promotoria de Justiça de Luís Correia, o Ministério Público concluiu por indícios de responsabilidade das quatro pessoas processadas nos presentes autos.

No decorrer do processo, o órgão ministerial requereu a absolvição dos réus Elizomar Eloi Rodrigues e Karla Oliveira por entender que não foram responsáveis pela improbidade administrativa perpetrada. Leandro Brito alegou que o ato praticado não causou nenhum prejuízo à administração do Município, vez que as pessoas que foram transportadas se cotizaram e custearam as despesas com a manutenção do ônibus do Município.

Já a ex-prefeita argumentou que desconhecia inteiramente a questão implementada por Leandro Brito dos Santos em conduzir os pais e alunos num dia de domingo até a cidade de Cocal, para festejos católicos.

Sentença

Na sentença, o juiz destacou que “não se pode admitir que o administrador permita que terceiros possam lançar mão de equipamentos públicos para o atingimento de finalidade particular, no caso, ao conceder a utilização do ônibus pelos particulares o senhor Leandro Brito dos Santos praticou desvio de finalidade, ou seja, praticou ato com o fim diverso daquele previsto, sem o procedimento legal necessário, praticou ato de improbidade administrativa”. Fonte: Jornaldaparnaíba. Foto: GP1. Edição: APM Notícias.

 

Governo e caminhoneiros fecham acordo e paralisação será suspensa.

 

 

Governo e representantes de caminhoneiros chegaram a um acordo e a paralisação será suspensa por 15 dias. Em troca, a Petrobras mantém a redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 30 dias enquanto o governo costura formas de reduzir os preços.

A Petrobras mantém o compromisso de custear esse desconto, estimado em R$ 350 milhões, nos primeiros 15 dias. Os próximos 15 dias serão patrocinados pela União. O governo também prometeu uma previsibilidade mensal nos preços do diesel até o final do ano sem mexer na política de preços da Petrobras e irá subsidiar a diferença do preço em relação aos valores estipulados pela estatal a cada mês.

O governo também se comprometeu a zerar a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) para o diesel até o fim do ano e negociará com os estados buscando o fim da cobrança de pedágio para caminhões que trafegam vazios, com eixo suspenso.

“Chegou a hora de olhar para as pessoas que estão sem alimentos ou medicamentos. O Brasil é um país rodoviário. A família brasileira depende do transporte rodoviário. Celebramos esse acordo, correspondendo a essas solicitações, dizendo humildemente aos caminhoneiros que precisamos de vocês”, disse o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Fonte: Agência Brasil. Foto: Edição: APM Notícias.

Dr. Pessoa minimiza declarações de Mão Santa.

 

 

O deputado estadual Dr Pessoa, presidente estadual do Solidariedade, não quis entrar em confronto direto com o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, que nesta quinta-feira (24) afirmou não reconhecer a presidência da legenda no Estado.

O parlamentar, pelo contrário, tentou apaziguar as declarações do gestor e garantiu não ter desavenças com o prefeito. “Eu não tenho culpa se ele não reconhece. Mando um abraço pro Mão Santa e para todos de  Parnaíba”, disse em entrevista  à TV Cidade Verde.

Durante visita do pré-candidato do Solidariedade à presidência da República, Aldo Rebelo, à Parnaíba na manhã desta quinta-feira, Mão Santa disse que considerava Flávio Nogueira como presidente do partido, não reconhecendo a liderança do deputado. Fonte: cidadeverde. Foto: Edição: APM Notícias.

Projeto Rotas da Conservação é apresentado aos pescadores de Ilha Grande.

 

Em reunião na Colônia de Pescadores Z-7 de Ilha Grande, na primeira quinzena de maio, o Instituto Tartarugas do Delta apresentou o Projeto Rotas da Conservação. Durante a apresentação foram repassadas imagens das espécies em estudo, tartaruga-de-couro e camurupim, e apresentadas etapas de desenvolvimento da pesquisa via satélite, a metodologia que será utilizada, período do trabalho e área de abrangência da pesquisa.

Após a palestra pescadores se manifestaram colocando seus pontos de vistas em relação à importância desse trabalho para garantir a manutenção do camurupim, da importância de capturar peixes maiores e soltarem os peixes pequenos ‘reforçando uma reflexão sobre a gestão compartilhada dos recursos pesqueiros’.

“O camurupim é uma espécie de valor comercial que foi inserida recentemente na Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção de acordo com a Portaria MMA nº445/2014. Os resultados obtidos através do Projeto Rotas da Conservação vão contribuir com informações relevantes que subsidiarão o plano de manejo dos recursos naturais” destacou Werlanne Magalhães, coordenadora do projeto. Fonte: ascomTartarugasdodelta. Fotos: ascomtartarugasdodelta. Edição: APM Notícias.

 

 

Prédio do Fórum Salmon Lustosa pedido para instalação do Arquivo Municipal.

 

 

 

Através de ofício enviado ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, desembargador Erivan José da Silva Lopes, o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, está solicitando a cessão por comodato por um prazo de 20 anos do prédio do Fórum Salmon Lustosa, na Avenida Presidente Vargas, centro de Parnaíba.

 

Segundo Mão Santa a solicitação é para que no prédio seja instalado o Arquivo Municipal que necessita de grande número de salas que o referido prédio oferece para uma acomodação ideal, tendo em vista que a atual sede do órgão não atende à velocidade de sua expansão.

 

O prefeito justifica seu pedido lembrando que a Prefeitura Municipal de Parnaíba cede servidores ao Tribunal de Justiça arcando com despesas e ainda coloca veículos à disposição para cumprimento de quaisquer missões solicitadas por órgãos vinculados ao poder Judiciário. O novo fórum está instalado desde a semana passada na Cidade Judiciária, na zona leste. Fonte: blogdopessoa. Foto: blogdopessoa. Edição: APM Notícias.

 

Sérgio Moro convidado a receber medalha e homenagens no Dia da Parnaíba

 

 

O prefeito de Parnaíba, Francisco de Assis Moraes Souza, o Mão Santa, enviou ofício ao Juiz Federal Sérgio Fernando Moro, em Curitiba, o convidando a vir receber a Medalha do Mérito Municipal, dia 14 de agosto, Dia da Parnaíba, pelo merecido destaque e reconhecimento que tem em todo o Brasil.

 

No documento enviado ao juiz, Mão Santa cita que Parnaíba recebeu do Imperador D. Pedro I o título de “Metrópole das Províncias do Norte”, por ser a primeira cidade na província do Piauí a lutar pela independência do Brasil, garantindo ainda a integridade do território brasileiro que seria dividido em dois.

 

O prefeito lembrou que Parnaíba, terra de nascimento do jurista Evandro Lins e Silva, tem identidade libertária e é inspirada na justiça. O Maranhão e o Pará, argumenta o prefeito no documento encaminhado ao juiz Sergio Moro, estavam dispostos a permanecer obedientes a Portugal. Fonte: SupeCom. Foto: Edição: APM Notícias

 

Cresce a venda de revistas em quadrinhos e álbuns de figurinhas.

 

 

A proximidade da Copa do Mundo na Rússia tem contribuído para a procura e o aumento nas vendas de figurinhas e álbuns. A única loja especializada neste segmento na região central de Parnaíba vem a cada dia mostrando as últimas coleções com uma expectativa muito boa até o próximo mês.

Gilton de Moura Batista, que está no segmento há sete anos, diz que sua loja na rua Pires Ferreira, é a unica especializada em revistas em quadrinhos e vem diversificando outros produtos como CDs, DVDs, álbuns nacionais e importados, discos de vinil e vai iniciar com a venda de cédulas e moedas antigas.

O inicio do negócio foi apenas nas redes sociais, mas devido à procura crescente e constante resolveu abrir uma loja física. Sobre o perfil dos colecionadores e dos clientes, Batista acrescenta que não há necessariamente um tipo comum. Em muitas das vezes o cliente acaba divulgando para outros interessados.

São estudantes do ensino médio e universitários, colecionadores jovens, pais, professores e até pessoas da chamada terceira idade. Com vistas a dar mais conforto e divulgação do negócio a loja deve mudar de endereço no próximo mês. “A ideia do negócio foi atender os jovens, mas acabou a gente atendendo todo mundo”, concluiu Batista. Por Pádua Marques. Fotos: APM Notícias.

Azeredo se entrega à Polícia Civil na capital mineira.

 

O ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB) se entregou à 1ª Delegacia Distrital da Polícia Civil, no Bairro Funcionários, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, por volta das 14h50 desta quarta-feira. Desde o início da manhã, a defesa do tucano estava em negociação para que ele se entregasse.

O carro em que Azeredo e o advogado Castellar Neto estavam, entrou direto na garagem da unidade policial e o ex-governador só desembarcou quando já estava dentro do prédio.

Azeredo teve o ato de prisão lavrado e, às 16h15,  deixou a delegacia em direção ao Instituto Médico-Legal (IML), onde passa por exame de corpo de delito. Ele foi levado em uma Pajero da Polícia Civil, escoltado por outras duas viaturas.

 

Um helicóptero acompanhou o trajeto, que durou cerca de 20 minutos. O tucano ficou apenas 9 minutos no IML. Foi levado na mesma viatura para o Corpo de Bombeiros, onde chegou às 17h10. Fonte: EMinas. Foto: SQN. Edição: APM Notícias.

 

Ministros cancelam visita a Teresina e Parnaíba nessa quinta-feira.

 

 

As agendas com os ministros Moreira Franco e Antônio de Pádua Andrade, marcadas para esta quinta-feira, 24 de maio em Teresina e Parnaíba, foram canceladas.

 

Eles foram convocados pelo presidente Michel Temer para discutir sobre a situação do preço dos combustíveis, diante da paralisação dos motoristas de caminhões, que hoje chegou ao seu terceiro dia. Fonte: Fotos: cidadeverde. Edição: APM Notícias.

 

Aeroporto de Teresina tem combustível só até para sexta-feira.

 

 

 

O aeroporto Senador Petrônio Portela, em Teresina, tem combustível apenas até esta sexta-feira (25). Caso não seja reabastecido, em razão da mobilização dos caminhoneiros, existe o risco de que o aeroporto feche para pousos e decolagens. A informação consta do relatório do Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago) divulgado nesta quarta-feira (23), em Brasília.

O relatório aponta que o aeroporto tem capacidade de permanecer sem abastecimento por dois dias. Os aeroportos de Palmas (Tocantins), Recife (Pernambuco), Maceió (Alagoas) e Aracaju (Sergipe) têm combustível disponível apenas até hoje (23). Outros cinco aeroportos tem a mesma autonomia de combustível do Piauí de no máximo dois dias: Goiânia-GO, Campo Grande-MS, Ilhéus-BA, Foz do Iguaçu-PR e Londrina-PR.

Em nota, a Infraero disse que está monitorando o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais e já alertou aos operadores de aeronaves que avaliem seus planejamentos de voos para que cada um possa definir sua melhor estratégia de abastecimento de acordo com o estoque disponível na origem e destino do voo.

“Ao mesmo tempo, a Infraero está em contato com órgãos públicos relacionados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa.Sobre o relatório mencionado pela reportagem, trata-se de um levantamento diário da Infraero e que ajuda a empresa a monitorar a situação do fornecimento de querosene de aviação pelas fornecedoras, além de auxiliar na proposta de ação por parte do Poder Público no sentido de garantir o abastecimento das aeronaves”, afirma.

Aos passageiros, a Infraero recomenda que procurem suas companhias para consultar a situação de seus voos. Aos operadores de aeronaves, a empresa orienta que façam a consulta sobre a disponibilidade de combustível na origem e no destino do voo programado. “A Infraero compreende o direito de manifestação, mas entende que os protestos devem ocorrer sem afetar o direito de ir e vir das pessoas, bem como a segurança das operações aeroportuárias”, encerra a nota.

Os caminhoneiros em Teresina fizeram nesta quarta-feira (23) o primeiro protesto contra o aumento do diesel no país. Ontem (22), os caminhoneiros no município de Uruçuí iniciaram as manifestações. A categoria está protestos nas estradas federais e estaduais em todo o Brasil, os atos chegam a contar com interdições parciais e totais das rodovias em alguns momentos. Cerca de 300 caminhoneiros aderiram à manifestação em Teresina e estão parados no Posto Fiscal da Tabuleta, Zona Sul de Teresina.

Pelo 3º dia seguido, nesta quarta-feira (23), caminhoneiros continuam protestando em rodovias federais e estaduais, além de vias importantes em 23 estados do país mais o Distrito Federal. Alguns atos ocorrem diante de refinarias, impedindo a saída de caminhões-tanque.

Supermercados correm risco de desabastecimento, prevê ABRAS.

 

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) afirmou em nota que identificou dificuldades de abastecimento em diferentes Estados brasileiros em meio à paralisação dos caminhoneiros. A entidade considerou que os problemas poderão se estender para todo o Brasil “se algo não for feito”.

“Mesmo com o esforço do setor de supermercados para garantir o perfeito abastecimento da população brasileira, identificamos que alguns Estados já começaram a sofrer com o desabastecimento de alimentos, e que isso poderá se estender para todo o Brasil nos próximos dias, se algo não for feito”, diz a entidade.

A Abras afirma que “está buscando sensibilizar o governo federal para que uma solução seja tomada imediatamente, evitando, assim, que a população sofra com a falta de produtos de necessidades básicas e com uma eventual elevação nos preços”. Fonte: JB. Foto: DCI. Edição: APM Notícias.

Azeredo deve se entregar dentro poucas horas, dizem policiais civis.

 

 

A defesa de Eduardo Azeredo e a Polícia Civil fecharam um acordo para que o ex-governador de Minas se entregue. Pelo acordo, o político tucano deve se entregar nas próximas horas.

 

O advogado Castellar Guimarães Neto, no entanto, não informou o local e horário, segundo ele, por orientação da polícia. De acordo com o delegado Carlos Cipriano, ainda falta definir alguns detalhes para a apresentação de Azeredo, como o local.

 

Desde cedo a imprensa está de plantão na porta da 1ª Delegacia Distrital de Belo Horizonte, no Bairro Santo Antônio. A expectativa era de que o ex-governador se entregasse nesse local, que foi apontado pelos advogados na terça-feira. Fonte: Estadodeminas. Foto: veja/ o Globo. Edição: APM Notícias.

 

Amigos mandam celebrar nesta quarta-feira missa de sétimo da morte de Herculano Moraes.

 

 

Escritores, jornalistas e membros da Academia Parnaibana de Letras e da Associação dos Comunicadores de Parnaíba mandam celebrar no final da tarde desta quarta-feira 23, missa em intenção de Herculano Moraes, falecido na quinta-feira da semana passada em um hospital de Teresina.

Membro da Academia Piauiense de Letras, escritor com várias obras publicadas, jornalista e ex-vereador de Teresina, Herculano era considerado um articulador e interlocutor cultural muito importante na vida intelectual do Piauí.

Crítico literário, cronista, romancista, poeta, promotor de cultura e terceiro ocupante da cadeira 18 da Academia Piauiense de Letras, Herculano Moraes foi colaborador de vários jornais de Teresina, entre eles o O Dia. Fonte: APAL. Foto: O Dia Edição: APM Noticias.

 

 

Pagamento da taxa do Enem termina nesta quarta-feira.

 

Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até esta quarta-feira (23) para pagar a taxa de inscrição de R$ 82. O pagamento deve ser feito por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança), que é gerada ao fim da inscrição.

A guia pode ser paga em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios, respeitados os horários de compensação bancária.

A inscrição só será confirmada após o processamento do pagamento. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a inscrição cujo pagamento não tenha sido feito até esta quarta-feira não será confirmada. É responsabilidade exclusiva do participante acompanhar a situação de sua inscrição e a divulgação do local de prova no endereço http://enem.inep.gov.br/participante.

O prazo de inscrição terminou às 23h59 de sexta-feira (18). O último balanço divulgado pelo Inep foi na manhã desse dia, quando o número de inscritos tinha chegado a 6 milhões. No ano passado, 6,7 milhões de pessoas se inscreveram para participar do Enem.

Ao todo, 3.361.468 pessoas foram beneficiadas com a gratuidade por se enquadrarem em um dos quatro perfis que davam direito à isenção.

As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro. Fonte: Agência Brasil. Foto: Edição: APM Notícias.