“Mesmo ministro, Ciro continua pré-candidato ao governo”, diz Júlio Arcoverde

Deputado Júlio Arcoverde

Deputado Júlio Arcoverde (Progressistas)

Com o nome do senador Ciro Nogueira (Progressistas) confirmado para assumir o comando da Casa Civil, a convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o presidente estadual do Progressistas, o deputado Júlio Arcoverde, disse ao Viagora que o senador fará um bom trabalho, além de destacar que o novo posto irá reforçar a pré-candidatura de Ciro ao Governo do Piauí em 2022.

De acordo com o deputado, o senador Ciro Nogueira deve assumir o comando da Casa Civil na próxima terça-feira (27) em solenidade no Palácio do Planalto, em Brasília.

Para Júlio Arcoverde, o senador fará um ótimo trabalho à frente da pasta e que a escolha do nome de Ciro foi uma decisão coerente que será boa para o país.

“O Ciro vai assumir na terça-feira. É uma maravilha, muito bom. Bom para o Brasil, porque ele é um excelente articulador, bom para o Piauí e muito bom para o presidente. Eu acredito que foi a escolha certa e tem tudo pra fazer um bom trabalho na Casa Civil porque ele já se mostrou ser um grande articulador”, comentou o deputado.

Mesmo assumindo a Casa Civil, Júlio Arcoverde garante que Ciro vai manter a pré-candidatura ao Governo do Piauí e que o prestígio que irá receber como ministro vai fortalecer o nome do senador para as eleições de 2022, além de trazer mais recursos para o estado.

“Ele continua pré-candidato, mais forte ainda. Ele precisa se desincompatibilizar somento abril do próximo ano. Nesse semestre ele vai ficar muito mais forte, vai trazer mais recursos para o estado do Piauí, usando esse prestígio. Então, vai ficar cada vez mais forte. Eu acho que foi uma sacada de primeira”, ressaltou Júlio Arcoverde.

Questionado sobre a formação da chapa para as eleições do próximo ano, o presidente estadual do Progressistas afirmou que tudo indica que os candidatos sejam Ciro e Silvio Mendes (PSDB), e que a proposta é que partido tucano indique um nome da cidade de Teresina para o cargo de vice-governador.

“Tudo indica que terá essa chapa, Ciro e Silvio. A chapa com o PSDB indicando uma pessoa de Teresina”, reforça o deputado.(Viagora)

Ciro Nogueira teria vazado ameaça de Braga Netto a Lira, diz colunista

Fórum – A revelação de que o general Walter Braga Netto, ministro da Defesa, ameaçou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), pela aprovação do voto impresso para as eleições de 2022 teria partido do senador Ciro Nogueira (PP-PI). O presidente nacional do PP deve assumir o ministério da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro na próxima segunda-feira (26).

Segundo informações obtidas pelo colunista Vicente Nunes, do Correio Braziliense, a divulgação da ameaça teria sido uma vingança do centrão contra o chamado Partido Fardado, que tentou intimidar o Congresso Nacional.

Reportagem de Andreza Matais e Vera Rosa, do Estado de S.Paulo, aponta que Braga Netto enviou interlocutor para falar com Lira em 8 de julho. O objetivo foi “comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável”.

A ameaça foi repetida por Bolsonaro no mesmo em conversa com apoiadores: “Ou fazemos eleições limpas no Brasil ou não temos eleições”.

O Ministério da Defesa tentou desmentir a reportagem, que teve seu conteúdo reforçado pelo Estado de S. Paulo através de seu diretor de jornalismo, João Caminoto.(pensarpiaui)

Recriação de ministério do Trabalho é retrocesso na gestão pública

É um triste retrocesso, do ponto de vista da gestão pública, a decisão do presidente Jair Bolsonaro de recriar o Ministério do Trabalho, mesmo com nova denominação, Ministério do Emprego. Invenção demagógica do ditador Getúlio Vargas para acomodar políticos do PTB e cooptar sindicalistas loucos por sinecuras, ao ser extinto existia apenas para divulgar o Caged, números de empregos com carteira assinada. Tomara que o próximo retrocesso não seja o da recriação do imposto sindical.

É a Economia, idiota

Em todo o mundo, o Ministério da Economia é o Ministério do Trabalho de fato: afinal, suas decisões afetam os empregos e o valor dos salários.

R$90,5 bi em quê?

A decisão de Bolsonaro custará caro. Em 2018, o Ministério do Trabalho teve despesas fixadas na LOA em R$90,5 bilhões. Para que mesmo?

Cara acomodação

A recriação do Ministério servirá apenas para acomodar Onyx Lorenzoni, amigo e afilhado do presidente, que será demitido da Secretaria-Geral.

Tudo outra vez?

Entregue pelo PT ao PDT, o Ministério virou alvo da Polícia Federal, que estancou a vigarice de venda de autorizações para criação de sindicatos.

Joice Hasselmann diz não lembrar como se feriu e tem cinco fraturas no rosto

Ela diz ter acordado com o rosto em poça de sangue no corredor do apartamento onde estavam o marido e uma empregada

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) divulgou apenas nesta quinta-feira (22) uma estranha história, que teria ocorrido na madrugada de domingo (18), para explicar diversos ferimentos, incluindo cinco fraturas no rosto, cortes nos lábios e no queixo e sinais de traumas no joelho, na costela, no ombro e na nuca.

Ela afirma que não se lembra de nada e que a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados investiga o que aconteceu supostamente no interior do apartamento funcional onde mora, e com o marido e uma empregada em casa. A deputada suspeita de “atentado”.

Joice diz ter acordado na caída no chão do corredor entre o quarto e o banheiro, com o rosto em uma poça de sangue. Precisou telefonar ao marido, que dorme em outro quarto porque tem problemas de ronco, para receber os primeiros cuidados. Ele é neurocirurgião.

A parlamentar deu declarações afirmando que chamou de São Paulo um segurança de sua confiança e que dois funcionários passaram a pernoitar em seu apartamento. Contou que faz curso de tiro para se habilitar ao porte de uma pistola Glock, que adquiriu e da qual não pretende se separar nem quando for dormir.

Nota

Sua assessoria divulgou nota sobre o episódio:

Informamos que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) sofreu um incidente, na madrugada do último domingo (18), em seu apartamento em Brasília. Ela acordou já caída no chão do corredor, entre o quarto e o banheiro, com o rosto em uma poça de sangue, sem saber exatamente o que aconteceu.

Após exames, foram constatados diversos traumas pelo corpo — joelho, costela, ombro e nuca— incluindo cinco fraturas na face e uma na coluna. Os médicos descartaram a possibilidade de uma queda acidental. A parlamentar está medicada, amparada e se restabelecendo rapidamente. A expectativa, no momento, é para que não seja necessária cirurgia por conta das fraturas.

O Departamento de Polícia Legislativa (Depol) foi acionado e abriu investigação sobre o caso.

Onde está a assessora de Ciro Nogueira demitida após vídeo pornô?

Provável novo ministro da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) se viu em meio a uma fofoca em 2012 durante a CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) do Cachoeira. A comissão investigou a atuação de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e políticos em um esquema de jogos ilegais. Durante os trabalhos, sua então assessora parlamentar, Denise Leitão Rocha, apareceu em vídeo pornográfico vazado e que circulou na comissão.

Denise Rocha é atualmente empresária e influenciadora nas redes sociais; em 2013, participou de A Fazenda

De acordo com reportagens da época, a gravação foi vista nas telas de laptops de alguns congressistas durante sessão que ouviu o depoimento do ex-prefeito de Palmas, Raul Filho (PT). Denise trabalhava assessorando Ciro na CPMI e em outros colegiados.

Conhecida como “Furacão da CPI”, Denise acabou demitida pelo senador por causa do vídeo. Na época, ela classificou a exoneração como uma atitude “desumana” e “machista” porque o caso não tinha qualquer relação com o seu trabalho no Senado.

“​​A CPI é para investigar o quê? É para investigar a minha relação sexual ou o Carlinhos Cachoeira?”, disse ao G1 em 2012. Ela afirmou também que teria dificuldades de prosseguir na carreira de advogada. Devido à fama advinda com o episódio, Denise passou a dar entrevistas a programas de televisão e fechou contrato com a revista Playboy.

Em entrevista ao Programa do Jô, na Rede Globo, a ex-assessora disse que decidiu posar nua para poder pagar o processo contra um ex-namorado que, de acordo com ela, seria o responsável pela divulgação do vídeo com as cenas de sexo. A edição em que foi capa foi publicada em setembro de 2012. O ensaio foi feito pelo fotógrafo J.R. Duran e teve inspiração sadomasoquista.

Em 2013, ela participou da 6ª edição do reality show A Fazenda, exibido pela Record, e ficou em 2º lugar na competição. No programa, protagonizou brigas permeadas por xingamentos, empurrões e cuspes com Andressa Urach. Dois anos depois, em 2015, as duas fizeram as pazes em um encontro em Brasília.

Em 2014, ela tentou disputar uma vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal pelo DEM, mas desistiu da candidatura ao cargo de deputada distrital porque alegou não ter recebido o apoio combinado com o partido.

Atualmente, Denise é empresária e modelo, e seu registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) consta como cancelado. Ela também é influenciadora nas redes sociais com 644 mil seguidores no Instagram e 141,2 mil no Twitter.(pensarpiaui)

‘Ameaça’ de ministro da Defesa às eleições é considerada ‘fake news’

Arthur Lira e Braga Netto negam que a conversa e a “ameaça” tenham ocorrido

Não houve a conversa do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, noticiada nesta quinta-feira (22), em que ele teria ameaçado o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), não haver eleições, em 2022, sem a aprovação do voto impresso. A conversa não existiu, segundo o ministro e o presidente da Câmara.

A suposta ameaça, por meio de “recado”, teria ocorrido em 8 de julho, na presença dos comandantes militares.

O deputado Arthur Lira negou enfaticamente ter ouvido qualquer tipo de ameaça do ministro da Defesa e disse ainda que divulgará nota oficial sobre a a notícia falsa. O ministro já divulgou sua nota.

Ministro não manda recados

O ministro Braga Netto já divulgou nota a notícia “que atribui a mim mensagens tentando criar uma narrativa sobre ameaças feitas por interlocutores a Presidente de outro Poder”.

“O Ministro da Defesa informa que não se comunica com os Presidentes dos Poderes, por meio de interlocutores”, disse ele. “Trata-se de mais uma desinformação que gera instabilidade entre os Poderes da República, em um momento que exige a união nacional”, destacou.

“O Ministério da Defesa reitera que as Forças Armadas atuam e sempre atuarão dentro dos limites previstos na Constituição”, disse o general Braga Netto em sua nota. “A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira são instituições nacionais, regulares e permanentes, comprometidas com a sociedade, com a estabilidade institucional do País e com a manutenção da democracia e da liberdade do povo brasileiro.”

Decisão é do Legislativo

No final de sua nota, o general defende a implantação do sistema de impressão do voto, argumentando que “todo cidadão deseja a maior transparência e legitimidade no processo de escolha de seus representantes no Executivo e no Legislativo em todas as instâncias”, mas lembra que a decisão será do Poder Legislativo:

– “Por essa razão, a discussão sobre o voto eletrônico auditável por meio de comprovante impresso é legítima, defendida pelo Governo Federal, e está sendo analisada pelo Parlamento brasileiro, a quem compete decidir sobre o tema.”

Tanto Arthur Lira quanto Braga Netto conversaram com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luiz Roberto Barroso, e negaram a conversa e a ameaça de que trata notícia falsa divulgada nesta quinta-feira.

Ciro Nogueira ameaçou romper com Bolsonaro e ganhou Ministério

Comenta hoje o jornalista Arimatéia Azevedo, no Portal az, que o senador Ciro Nogueira só foi convidado para assumir a Casa Civil porque ameaçou romper com Bolsonaro. Pouca gente sabe disso.

Ciro Nogueira chateado com a atitude de Paulo Guedes

O motivo é que ele teria acusado Paulo Guedes de ter aprovado um empréstimo de R$ 800 milhões para o governo Wellington Dias. Ciro Nogueira foi bater no Palácio do Planalto para se queixar ao Presidente. Bolsonaro, segundo informações de Brasília, teria feito o convite para que ele assumisse a Casa Civil. “Você aqui vai manter o controle e evitar que isso aconteça”, disse Bolsonaro.

Ciro Nogueira quer comando do Cade, mas Guedes resiste

Ciro foi “choramingar” junto ao presidente da república

O presidente teria dado carta branca ao senador piauiense dizendo: “agora tudo passará por suas mãos”. Ontem se especulava que Ciro ainda tentará barrar o empréstimo autorizado por Paulo Guedes ao governo piauiense, através do Banco do Brasil.

ADEUS À CANDIDATURA

Sendo ministro da Casa Civil Ciro Nogueira lança mão da candidatura ao governo do Estado. Já se especula, dentro do Progressistas, que ele pode apoiar Silvio Mendes ou João Vicente Claudino – JVC. (Editado por BERNARDO SILVA)

Chefes Militares avisam: “eleições só com voto impresso”

Braga Neto

Jair Bolsonaro não está isolado em seu projeto de implantar uma ditadura no Brasil. Ele conta com o apoio do general Braga Netto, seu ministro da Defesa e homem de confiança. É o que revelam as jornalistas Andreza Matais e Vera Rosa, em reportagem publicada no Estado de S. Paulo. “No último dia 8, uma quinta-feira, o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), recebeu um duro recado do ministro da Defesa, Walter Braga Netto, por meio de um importante interlocutor político. O general pediu para comunicar, a quem interessasse, que não haveria eleições em 2022, se não houvesse voto impresso e auditável. Ao dar o aviso, o ministro estava acompanhado de chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica”, apontam.

A portas fechadas, Lira disse a um seleto grupo que via aquele momento com muita preocupação porque a situação era “gravíssima”. “Lira considerou o recado dado por Braga Netto como uma ameaça de golpe e procurou Bolsonaro. Teve uma longa conversa com ele, no Palácio da Alvorada. O presidente da Câmara disse ao chefe do Executivo que não contasse com ele para qualquer ato de ruptura institucional. Líder do Centrão, bloco que dá sustentação ao governo no Congresso, Lira assegurou que iria com Bolsonaro até o fim, com ou sem crise política, mesmo se fosse para perder a eleição, mas não admitiria golpe”, informam as repórteres.

“O recado dos militares e a reação de Lira são de conhecimento de um restrito grupo da política e do Judiciário”, acrescentam. As duas jornalistas também procuraram o Ministério da Defesa, que não se pronunciou.(pensarpiaui)

Povo usa o SUS, mas paga planos de saúde milionários nas estatais

Médicos e enfermeiros em ação em hospital de campanha. Foto: Mário Oliveira/Agência Senado.

Médicos e enfermeiros em ação em hospital de campanha. Foto: Mário Oliveira/Agência Senado

Um dos maiores ralos por onde some dinheiro público está nos planos de saúde nas estatais. É uma farra. O BNDES, banco das caixas pretas, tem 4.219 empregados, mas paga 100% do plano de saúde de 10.034 pessoas, incluindo dependentes. Isso custa escandalosos R$177,3 milhões (valores de 2020), segundo relatório da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), do Ministério da Economia. As estatais de portos também merecem virar caso para Polícia Federal: o País banca até 91% dos seus planos de saúde.

Uma farra medonha

Em outras estatais a farra é medonha. Na ECT, pagamos R$1,5 bilhão pelo plano de saúde de funcionários e dependentes, e seus pais e avós.

Tira mão do meu bolso

Na Codeba (Cia Docas da Bahia), o País banca 90% do plano de saúde de 1.450 privilegiados (623 funcionários), ao custo de R$17,3 milhões.

Essa carteira é minha

Na Codesa (Docas do Espírito Santo), pagamos 91% do plano de saúde de 991 pessoas (337 funcionários). A tunga nos leva R$5,6 milhões.

Minoria privilegiada

Na Codesp (Docas de SP), o povo do SUS gasta R$14,3 milhões com plano de saúde. Na Codern (RN), o privilégio deles custa R$2,5 milhões.(Cláudio Humberto)

Decreto orienta sobre a realização de eventos em Cajueiro da Praia

Prefeitura Municipal de Cajueiro da Praia publicou um novo decreto acerca das medidas de combate e enfrentamento da propagação da Covid-19 no município. A publicação traz medidas complementares que devem ser seguidas no período de 20 de julho a 8 de agosto.

As medidas seguem o último decreto estadual, que destaca orientações sobre isolamento e fluxo das atividades econômico-sociais, além de ações sanitárias de enfrentamento da pandemia. Também reforça as decisões do decreto municipal publicado no início do mês de julho.

ACESSE AQUI O DECRETO
Decreto orienta sobre a realização de eventos em Cajueiro da Praia - Imagem 1

Continua proibido estacionar ônibus de excursões provenientes de outras cidades e estados no povoado Barra Grande. Após o desembarque dos passageiros, os veículos devem seguir para a rodoviária, localizada na entrada da comunidade.

Os eventos em bares, barracas e restaurantes são permitidos sem aglomerações, com no máximo 50 pessoas, com som ambiente e música ao vivo, mas sem dança. Os eventos esportivos ficam permitidos sem a presença de público. 

“Devem ser priorizadas atividades em locais abertos, com distanciamento e uso de máscara sempre. Essas medidas são importantes para evitar a disseminação do coronavírus em Cajueiro da Praia, portanto vamos continuar vigilantes”, afirma o prefeito Felipe Ribeiro.

Vídeo de Ciro Nogueira chamando Bolsonaro de fascista e elogiando Lula bomba na internet

Cogitado pelo governo para ser ministro da Casa Civil após a nova reforma ministerial, o senador Ciro Nogueira (PP-PI), membro do centrão, chamou Jair Bolsonaro de fascista em 2017 durante programa do jornalista Amadeu Campos, da TV Meio Norte. Na ocasião, o parlamentar também fez elogios ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que atualmente lidera todas as pesquisas eleitorais. 

“Ele tem um caráter fascista, preconceituoso”, afirmou Ciro sobre Bolsonaro. “É muito fácil você ir para a televisão dizer que vai matar bandido”, acrescentou. 

Ao fazer referência a Lula, o senador afirmou que o petista foi “o melhor presidente da história desse país, principalmente, para o Piauí e para o Nordeste”. “Não me vejo votando contra o Lula por tudo o que ele fez, tudo o que ele tirou de miséria do povo”. 

A pesquisa Datafolha divulgada neste mês apontou tendência de vitória do petista no primeiro turno. Lula alcançou 58% dos votos contra 31% de Bolsonaro.

Veja o vídeo:

(pensarpiaui)

Mãe de Ciro Nogueira vai assumir vaga no Senado Federal

Com a ida do senador Ciro Nogueira para o Ministério da Casa Civil, confirmada nesta quarta-feira (21), Eliane e Silva Nogueira Lima, primeira suplente e mãe do parlamentar, vai assumir a cadeira no Senado Federal.

Eliane Nogueira sendo diplomada como suplente do filho Ciro Nogueira

Eliane Nogueira sendo diplomada como suplente do filho Ciro Nogueira

Eliane Nogueira também é filiada ao Progressistas, partido presidido nacionalmente por Ciro Nogueira, e nunca ocupou cargo político. O segundo suplente de Ciro é o prefeito de Picos, Gil Paraibano.

Ciro é um dos principais líderes do Centrão, bloco que sustenta o governo Jair Bolsonaro. Ele foi reeleito para o Senado Federal em 2018 com mandato até início de 2027.

O senador vai substituir Luiz Eduardo Ramos. Além dele, Onyx Lorenzoni também deverá ser substituído.(Wanessa Gommes)

Ciro Nogueira aceita convite de Bolsonaro e vai assumir a Casa Civil

Ciro Nogueira e Bolsonaro

O senador Ciro Nogueira aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro e vai assumir a Casa Civil. A informação foi confirmada ao GP1 nesta quarta-feira (21) pelo ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes (PSDB).

Sílvio explicou que a informação foi repassada para o grupo de aliados pelo próprio senador durante uma reunião virtual realizado há poucos minutos, onde foram expostos os números de uma pesquisa interna que mostraram resultado positivo para oposição quanto o processo eleitoral do ano que vem.

“O senador Ciro confirmou que vai assumir a Casa Civil depois de muitos pedidos do presidente Bolsonaro. Ele disse isso aos aliados durante reunião virtual de duas horas com os aliados informando disso, falando está voltando do México e que vai assumir na próxima semana. Estavam a Teresa Britto, Luciano Nunes, Kleber e outros amigos”, contou o ex-prefeito à nossa reportagem.

“Ele ainda nos falou de uma pesquisa onde aparecemos muito bem em nosso grupo. Claro que ele no ministério pode impactar aqui no Piauí. De certo é que ele aceitou ontem ainda o pedido do presidente”, acrescentou Sílvio.

O presidente nacional do Progressistas vai assumir o lugar de Luiz Eduardo Ramos. Ciro comanda o maior partido da base aliada de Bolsonaro sua articulação política no Senado foi decisiva para a escolha do chefe do executivo nacional.(Gp1)

Diretor da Equatorial visita a Assembleia Legislativa e recebe demandas do litoral

Na manhã desta quarta-feira (21/07), o presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Themístocles Filho (MDB), recebeu a visita do diretor institucional da Equatorial Piauí, Arquelau Siqueira, e do ex-prefeito de Luís Correia, Kim do Caranguejo. Também participou do encontro o senhor Daniel Cabrinha.

Graças à intermediação do deputado Themístocles Filho, o ex-prefeito entregou um documento à direção da Equatorial, no qual solicita a instalação, via Programa “Luz para Todos”, da rede de distribuição de energia nas comunidades Camurupim, Lajeiro, Carapebas, Lagoa do Barro, Macapá, Brandão, Boa Esperança e Brejinho, todas localizadas na periferia do município de Luís Correia.

O diretor da Equatorial recebeu o documento que também solicita a troca das redes provisórias de energia, que ainda existem em vários povoados do município.(180)

Ciro Nogueira – sua ideologia: dinheiro e Poder

Ciro Nogueira não tem ideologia. Suas crenças políticas estão no dinheiro e no poder.
Ciro apoiou FHC, Lula, Dilma, Temer e Bolsonaro.
Em 2017, chamava Bolsonaro de fascista.
Em 2018, apoio Haddad para a presidência.
Em 2019, se tornou o principal aliado de Bolsonaro.
No Piauí, finge que é oposição a Wellington Dias e tem até convencido uma parte da direita – mesmo mantendo cargos no Governo do Estado.
Ciro sempre está do lado do poder: suas derrotas são apenas temporárias pois, imediatamente, ele irá mudar para o lado do vencedor.
Ciro é Bolsonaro. Ciro é PT. Ciro é quem estiver no poder.
CIRO NOGUEIRA PODERÁ IR PARA A CASA CIVIL DO GOVERNO BOLSONARO
Segundo informações da CNN, o presidente Jair Bolsonaro planeja a nomeação de Ciro Nogueira para a Casa Civil. O senador estaria insatisfeito com o Governo pela falta de espaço e também porque, recentemente, o Ministério da Economia realizou um empréstimo de R$ 800 milhões para o Governo do Estado do Piauí.
Na sua opinião, Ciro Nogueira seria um bom nome para a Casa Civil no Governo Bolsonaro? (Fonte: O Piauiense)

Filhos de Cid Moreira pedem para que pai seja interditado e madrasta, presa

DCM – Após divulgarem a denúncia de abandono afetivo, os filhos de Cid Moreira, de 93 anos, foram à Justiça contra o pai.

Cid Moreira

Nesta terça (20), Rodrigo Radenzev Simões Moreira, 52, e Roger Moreira, 45, entraram com uma ação de interdição no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Eles também abriram inquérito contra Fátima Sampaio, 58, mulher do veterano, no Ministério Público do Rio de Janeiro, com pedido de prisão provisória.

Os herdeiros acusam a madrasta de transferir os bens do jornalista para o nome dela.

O portal Notícias da TV teve acesso aos autos protocolados nesta tarde. Na ação de interdição com tutela de urgência, os irmãos alegam que o pai é “pessoa idosa, senil e tem problemas psiquiátricos ocasionados pela idade”.

Já Fátima é acusada de “depenar totalmente o idoso, em puro estelionato senil, apropriação indébita e formação de quadrilha”. Segundo eles, a madrasta vem “subtraindo tudo o que o idoso recebe, e transferindo tudo o que pode para parentes”.(Pensarpiaui)

Mais de 70% das Emendas Impositivas do Estado vão para festas e eventos culturais

Um levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Estado revelou que as Emendas Impositivas apresentadas pelos deputados – aquelas que devem constar no Orçamento Estadual e não podem ser alteradas pelo Poder Executivo – estão desrespeitando a Constituição Estadual. De acordo com os números apurados pelos técnicos do TCE-PI, a grande maioria das emendas executadas (76,66%) são para a área de cultura, incluindo aí a realização de festas e contratação de bandas musicais.

A Constituição Estadual estabelece que 30% do total emendas impositivas sejam destinadas a ações nas áreas de saúde, educação e cultura.  Mas, na prática, a área cultural – ou festiva – tem abocanhado quase todo o valor do orçamento impositivo. No ano de 2018, a Educação e Saúde ficaram apenas com 6,18% do total das emendas impositivas. Até 31 de julho de 2019, esse percentual era de apenas 4,19%.

O TCE vê indícios de irregularidades na execução de despesas oriundas desse tipo de emenda parlamentar. A contrato superfaturado de bandas musicais para a realização de festas já demonstrou ser uma fonte de desvio de recursos públicos. Como esse contrato costuma ser feito por dispensa de licitação, políticos desonestos encontram aí uma porta para obter vantagem financeira.

O relatório do Tribunal foi encaminhado às Secretarias de Planejamento e de Governo do Estado, bem como ao presidente da Assembleia Legislativa do Piauí e à Procuradoria Geral do Estado para conhecimento e providências cabíveis.

Senador Ciro Nogueira é cotado para assumir Casa Civil

O presidente Jair Bolsonaro tem sido pressionado pelo Centrão a mexer na articulação política do governo e a substituir os ministros Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) e Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral). Um dos nomes cogitados para a cadeira de Ramos é o do senador Ciro Nogueira (PI), presidente do Progressistas. Aliados do governo avaliam que Bolsonaro precisa contemplar o Senado, principalmente agora quando está acuado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

Senador Ciro Nogueira

A possível entrada de Ciro Nogueira no governo, no entanto, é vista como uma manobra arriscada.

A possível entrada de Ciro no governo, no entanto, é vista como uma manobra arriscada até mesmo por seus pares. Motivo: ele comanda o principal partido da base aliada e Bolsonaro nunca poderia demiti-lo, sob pena de perder apoio. Para o lugar de Onyx um nome citado é o do senador Davi Alcolumbre (AP), que também é do DEM.

Além de abrigar a CPI da Covid, o Senado também vai avaliar em agosto, após o recesso parlamentar, a indicação do advogado-geral da União, André Mendonça, para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal. Alcolumbre preside a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde Mendonça será sabatinado, e tem mostrado resistências à indicação dele para a vaga no Supremo.

Dirigentes do Centrão avaliam que Onyx só trabalha para construir sua candidatura ao governo do Rio Grande do Sul, em 2022, e não ajuda na articulação política. Além disso, a percepção desses aliados é que a forma como ele atacou o deputado Luis Miranda (DEM-DF) – que acusou o governo de acobertar um esquema de corrupção nas negociações para compra da vacina indiana Covaxin – provocou efeito bumerangue e acabou levando Bolsonaro para o meio da crise.

Onyx tem muitos desafetos no Centrão e não são poucos os que dizem que ele tem exposto o governo a situações vexatórias. Em março, por exemplo, o ministro disse que lockdown não funciona para frear a disseminação da covid-19 porque insetos podem transportar o vírus. Foi desmentido em seguida por especialistas.(Gp1)

Bolsonaro vetará ‘fundão eleitoral’ pornográfico aprovado no Congresso

Eleito em 2018 gastando R$2 milhões, Bolsonaro tem autoridade para vetar R$5,7 bilhões extraídos dos cofres públicos

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou na noite desta terça-feira (20) sua decisão de vetar o fundo eleitoral (ou 2fundão”) de R$5,7 bilhões aprovado pelo Congresso Nacional na semana passada, para financiar a campanha eleitoral de 2022 com dinheiro público.

A decisão do presidente da República ao “fundão eleitoral” pornográfico foi antecipada pelo jornalista Cláudio Humberto, colunista do Diário do Poder.

Eleito em 2018 gastando R$2 milhões, Bolsonaro tem autoridade para vetar essa tunga. Além disso, é a única maneira de demonstrar que não participou da armação que resultou na aprovação da medida. O Congresso deverá derrubar o veto e, assim, assumirá totalmente o ônus da decisão que revolta os brasileiros.

“Defendemos, acima de tudo, a harmonia entre os Poderes, bem como a sua autonomia. É partindo deste princípio que jogamos, desde o início, dentro das quatro linhas da Constituição Federal. Dito isso, em respeito ao povo brasileiro, vetarei o aumento do fundão eleitoral”, escreveu o presidente em uma rede social.

Ontem (19), o presidente havia reiterado à Rádio Nacional, em entrevsta, a intenção de vetar o valor aprovado pelos parlamentares.

“A tendência nossa é não sancionar isso daí em respeito aos trabalhadores, ao contribuinte brasileiro”, disse o presidente. Ele defendeu que o recurso poderia ser melhor aplicado na construção de pontes e construção de malha rodoviária, por exemplo.

O fundo de financiamento de campanha foi criado após a proibição do financiamento privado, em 2015, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), sob o argumento de que as grandes doações empresariais desequilibram a disputa eleitoral. Nas eleições de 2018, o valor reservado para as candidaturas foi R$ 2 bilhões. O veto presidencial, se confirmado, precisará ser analisado pelos congressistas, que podem derrubá-lo.

Prefeito Joel Rodrigues vai abandonar Ciro e apoiar candidato de Wellington

Joel Rodrigues, Prefeito de Floriano

Joel Rodrigues, Prefeito de Floriano

Conhecida lanchonete no Médio Parnaíba é uma espécie de parada obrigatória para quem está de passagem pela BR 343, para um pit stop alimentar, ou mesmo uma pausa para descansar antes de seguir viagem.

Recentemente, os prefeitos Dr. Wagner, de Uruçuí, e Joel Rodrigues, de Floriano, estavam em animado bate papo, recarregando as energias antes de retomar viagem rumo a capital.

Em dado momento, fonte da colunista pôde ouvir trecho da conversa, quando o prefeito de Floriano, que é Progressista, declarou que “não tinha condições de marchar com Ciro Nogueira em 2022 e, ao que tudo indica, votaria no candidato governista rumo ao Karnak”. Joel Rodrigues é por demais conhecido por ser pragmático e não dar ponto sem nó!(Raisa Brito)