Quase 70% dos prefeitos podem tentar a reeleição no Piauí

Grande parte dos atuais prefeitos pode se candidatar (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgou estudo esta semana em que aponta que 69,2% dos prefeitos do Piauí podem disputar a reeleição este ano. 

Na contramão desse percentual, em 30,8% das cidades os atuais gestores já estão exercendo o segundo mandato seguido e por isso não podem concorrer nesse pleito.

Em todo o Brasil, a CNM aponta que 78,7% dos prefeitos podem se candidatar à reeleição. (Gustavo Almeida)

Veja os artigos de luxo que estavam na mala do candidato a governador Ciro Nogueira

O candidato a governador do Piauí nas eleições de 2022, senador Ciro Nogueira (Progressistas), provou que tem bom gosto. Em um processo contra a LATAM, por ter a mala extraviada no decorrer de uma viagem para São Paulo, é possível observar a seleta lista de artigos de luxo que acompanham o senador diariamente.

Em uma mala de apenas 18 quilos o senador conseguiu acomodar itens que somavam quase R$ 60 mil. Conforme o inventário de bagagem, os artigos de luxo eram das marcas renomadas Armani, Yezzy, Louis Vuitton, Gucci, Veneta, Jitrois e Rimowa.

Dentre os itens estão um casaco da Jitrois, deR$ 24 mil; um cinto da marca Bottega de R$ 2 mil, uma mochila da Prada de R$ 5 mil, um terno azul Ricardo Almeida de R$ 6 mil e uma necessaire Louis Vuitton, de R$ 2,5 mil. Todos estes itens foram comprados na Europa.

O senador pede a condenação da Latam em R$ 60.825,00 (sessenta mil oitocentos e vinte e cinco reais), mas abre mão do valor que exceder o teto de 40 salários mínimos, que é o máximo das ações nos Juizados Especiais.

Pobre Piauí! Enquanto o candidato a governador Ciro Nogueira ostenta riqueza com artigos de luxo, os piauienses enfrentam filas para receber o Auxílio Emergencial e não padecer de fome durante a pandemia…

Confira abaixo os itens que estavam na mala do senador:

  • Foto: ReproduçãoItens da mala do senador Ciro NogueiraItens da mala do senador Ciro Nogueira
  • (Fonte;Gp1/Herbert Sousa)

Sinte-PI denuncia descaso do governo com a educação em outdoor

O SINTE-PI está com campanha de outdoors espalhados pela cidade de Teresina e outras cidades do Piauí, e também nas redes sociais denunciando os desmandos e o decaso do governo estadual com a educação pública do Estado.

A campanha “Duas caras” traz a face do governador zombando dos servdires da educação com arrocho salarial, descontos e massacre. A outra face traz a parte boa da isenção de tributos para os empresários.

O SINTE-PI reivindica:

  • – reajuste salarial 2019 e 2020, para ativos e aposentados;
  • – Promoções;
  • – mudanças de classe e de nível;
  • – Suspensão e devolução do desconto da previdência dos aposentados;
  • – os 60% do precatório do Fundef 
  • – e não retornaremos às aulas presenciais, porque defendemos a vida!
  • – dentre outros pontos. (Sinte-PI)

Candidato a prefeito compra curtidas nas redes sociais para mostrar popularidade

Wallas Rocha está no desespero para mostrar popularidade

O Candidato a prefeito pelo município maranhense de São Benedito do Rio Preto, Wallas Rocha, estaria nitidamente apelando para compra de curtidas nas redes sociais. Com um grupo limitado e sem adesões, ele estaria fazendo uso de uma pratica ilegal de compras de pacotes de curtidas, forma essa de interação em redes sociais chamada “curtidas” para demonstrar uma falsa popularidade para os eleitores do município.

Como não tem curtidas provenientes do eleitorado de São Benedito do Rio Preto, Wallas estaria usando deste artifício, onde pode-se acompanhar observando as curtidas sendo de maioria de pessoas de São Paulo, Rio Grande do Sul e outros estados, o que diverge da realidade.

Para melar mais ainda o projeto de Wallas Rocha, quando se compara  os comentários em suas publicações, que são pouquíssimos, são de pessoas próximas ao candidato.(Parlamento Piauí)

FIEPI realiza reunião com empresários e executivos do Banco do Nordeste

A Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI) realizou nesta quinta-feira (17) um café da manhã com empresários e o Sr. Anderson Aorivan da Cunha Possa, novo Diretor de Negócios do Banco do Nordeste do Brasil, o Sr. Diogo Martins, novo Superintendente do Banco do Nordeste no Piauí e o senador Ciro Nogueira.

De acordo o presidente da FIEPI, Zé Filho, o encontro teve como objetivo permitir uma maior aproximação entre os industriais e os principais executivos do BNB.

“Precisamos recuperar o tempo perdido por conta da pandemia que afetou todos os setores de negócios. O que a gente deseja é que o banco agilize a liberação de recursos para que os empresários possam voltar a investir e o desenvolvimento econômico retorne o mais rápido possível”, explica Zé Filho.

A reunião foi articulado pelo senador Ciro Nogueira e contou também com a presença do prefeito Firmino Filho, do Diretor Superintendente do Sebrae Mário Lacerda, dirigentes da FIEPI e empresários de vários segmentos.

O Diretor de Negócios do BNB, Anderson da Cunha, fez uma apresentação sobre a atuação do banco e respondeu alguns questionamentos dos empresários. Ele mostrou otimismo em relação a retomada da economia e o fortalecimento dos negócios no Nordeste.

“Nós temos uma grande uma expectativa em relação a recuperação da economia. Percebemos que já está acontecendo. Efetivamente de uns 30 dias para cá essa retomada está sendo verificada de forma bastante consistente. Aqui mesmo no Piauí já aplicamos até o momento recursos superiores aos aplicados no mesmo período do ano passado, apesar da pandemia”, reforça Anderson da Cunha.

 * Com informações da Ascom/ Fiepi

Governo W. Dias usa foto de 2017 para gastar de novo em ruas já pavimentadas em 2020

O Tribunal de Contas do Estado vai ter que suspender a Tomada de Preços 011/2020 da Secretaria das Cidades, comandada pelo secretário Gustavo Henrique Xavier. O valor previsto é de R$ 1,2 milhão.

A gestão do secretário deve ter ter se enganado e está fazendo uma licitação para calçamentos em ruas do município de União que já foram objeto de pavimentação. Assim, corre o risco dos cofres públicos serem prejudicados com mais esse engano do governo de Wellington Dias.

Segundo uma denúncia apresentada no Tribunal de Contas do Estado, a Secretaria das Cidades está usando as fotos acima (ano de 2017) para justificar os gastos novamente com as mesmas ruas.

“Por meio de uma simples vistoria in loco consegue-se observar que as Ruas: Travessa Quintino Bocaiuva, Travessa Benedito Craveiro, Vicente de Castro, Areolino de Abreu e Quintino Bocaiuva, do Município de União-PI, já estão contempladas com a pavimentação em paralelepípedo. Observou-se que algumas das ruas descritas já estão contempladas com a pavimentação em paralelepípedo, ou seja, possivelmente existe uma sobreposição dos serviços do procedimento licitatório em questão”, diz o teor da representação assinada por uma advogada (não identificada).

O setor de Engenharia do TCE vai precisar fazer uma vistoria no local e saber os motivos dessa prática se repetir na gestão do governo do Piauí, que gosta de gastar mais de uma vez pelos mesmos serviços de pavimentação nas prefeituras do interior.

A denúncia (TC 010521/2020) já está no gabinete do conselheiro Kléber Eulálio.(Código do Poder)

Eleições 2020: TSE registra quase 26 mil pedidos de candidaturas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já registrou, até as 18h desta quinta-feira (17), 25.952 pedidos de registros de candidatura para concorrer aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas Eleições Municipais de 2020. Desse total, 1.250 requerimentos são para o cargo de prefeito, 1.252 de vice-prefeito e 23.450 de vereador. Os partidos e coligações têm até as 19h do dia 26 de setembro para a apresentação dos pedidos à Justiça Eleitoral.

Na página de estatísticas eleitorais disponível no Portal do TSE, é possível fazer uma ampla pesquisa sobre os números de registros de candidaturas contabilizados no DivulgaCandContas. Informações sobre gênero, estado civil, faixa etária, raça, grau de instrução e profissão dos candidatos, além de dados das prestações de contas dos concorrentes podem ser acessados na página.

Até o momento, o estado com a maior quantidade de registros de candidatos ao cargo de prefeito é Minas Gerais (216), seguido pelo Rio Grande do Sul (169), Bahia (119), Pará (36) e Goiás (35). Já o partido com a maior quantidade de pedidos de candidatura para todos os cargos – somando prefeitos, vice-prefeitos e vereadores – é o PP (2.207), seguido pelo MDB (2.012) e pelo PSD (1.937).

Sessenta e sete por cento dos candidatos são do sexo masculino, sendo a maioria (15,73%) na faixa etária de 40 a 44 anos. Apenas 33% das candidaturas são de mulheres, a maioria delas (17,17%) também com idades entre 40 e 44 anos.

Do total de candidatos já registrados na Justiça Eleitoral, 16,20% estão na faixa etária de 40 a 44 anos; 15,28% têm entre 45 e 49 anos de idade; e 14,34%, entre 50 e 54 anos.

As estatísticas eleitorais trazem ainda dados sobre o grau de instrução dos candidatos às próximas eleições. Trinta e sete e meio por cento têm o ensino médio completo; 26,53% concluíram o ensino superior; 12,33% possuem o ensino fundamental incompleto; e 11,76% completaram o ensino fundamental.

Quanto à cor/raça, do total de candidatos já registrados, 52,93% se declararam brancos; 34,79% são pardos; e 9,95% se declararam negros.

Os servidores públicos municipais representam 7,21% dos candidatos aos cargos eletivos. Já 6,9% são agricultores; 6,62% são empresários; e 17,61% informaram ter outras profissões.

Bolsonaro manda o MEC orientar volta às aulas: “Só tá faltando nós”

Com a camisa da Portuguesa, presidente realiza mais uma live semanal. Foto: Captura/YoutubeEm sua live semanal, Bolsonaro conta que mandou o ministro da Educação orientar estados e municípios a se prepararem para a retomada do ensino

O presidente Jair Bolsonaro determinou ao ministro Milton Ribeiro (Educação) que oriente prefeitos e governadores a prepararem o retorno às aulas, após a suspensão de atividades das redes de ensino durante a pandemia. A informação foi um dos temas da live semanal do presidente nas redes sociais, nesta quinta-feira (17). Veja o vídeo abaixo.

O presidente reconheceu que a decisão da política de retomada do ensino é das autoridades locais, mas disse que o Ministério da Educação vai orientar estados e municípios nesse sentido, pois “é inadmissível perdermos o ano letivo”.

“Nós somos o país com o maior número de dias com a molecada sem aula. Só tá faltando nós”, disse o presidente.

Bolsonaro também criticou sindicatos de professores, que “é um pessoal de esquerda radical” e que para quem está “muito bom ficar em casa”.

“Pra eles, pro sindicato, eles não trabalham, eles ficam em casa… E colabora para que a garotada não aprenda mais coisas, não volte a aprender, a se instruir”.

PT vai enfrentar eleição difícil e pode sair dela como um partido nanico

PT ainda é campeão de faturamento com dinheiro público do fundo partidárioPartido já não administra nenhuma das 100 maiores cidades do País

Pesquisas recentes indicam que o PT de Lula, que virou sinônimo de corrupção, tem chances reduzidas de conquistar prefeituras nas capitais, este ano.

Seu desempenho tem mostrado trajetória declinante há oito anos, em eleições municipais.

Elegeu 630 prefeitos em 2012, antes da Lava Jato e do impeachment de Dilma, e caiu para 256 em 2016. Queda de 60%.

O partido já não administra qualquer das 100 maiores cidades do País agora parece a caminho de um destino inexorável: virar nanico. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Candidatos do PT não têm bom desempenho nas pesquisas nem mesmo nos estados que governa: Bahia, Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte.

A melhor chance do PT em capital é com Marília Arraes, que aparece bem nas pesquisas no Recife, apesar do partido. Ela tem luz própria.

A ex-prefeita Fortaleza Luzianne Lins está no páreo para voltar ao cargo, mas aparece empatada com Heitor Férrer (Solidariedade) em 2º lugar.

A deputada Benedita da Silva se lançou candidata no Rio de Janeiro, mas por enquanto consegue um 3º lugar em alguns levantamentos.

Wilson Martins faz crítica aos que querem antecipar as eleições de 2022

Wilson critica antecipação das eleições de 2022 (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O ex-governador Wilson Martins (PSB) afirmou que tratativas dele com o governador Wellington Dias (PT) devem se acentuar depois das eleições municipais deste ano. 

Em entrevista à Teresina FM, Wilson admitiu a possibilidade de se aliar ao petista e voltou a dizer que não se faz política olhando pelo retrovisor. Ele ainda criticou os que usam a eleição de 2020 para fazer campanha para 2022, algo que, segundo ele, nunca deu certo.

“Nós estamos só observando o andamento. Estamos numa pré-campanha eleitoral para os municípios e eu acho que o momento melhor pra gente conversar é depois dessas eleições, para ver qual o sentimento, o que deu a eleição, o que vai ser. O problema é que tem muita gente já antecipando, fazendo eleição em 2020 pensando em 2022. Isso nunca deu certo em lugar nenhum do mundo e não vai dar certo aqui também. Você não pode fazer uma eleição pensando em outra. O PSB está fora disso”, falou o ex-governador.

Derrotado nas duas últimas eleições para senador, em 2014 e 2018, Wilson deixou claro que os confrontos de eleições anteriores não devem interferir nas tratativas com o governador. 

“Você não pode construir uma história na política olhando pelo retrovisor. Mágoa, ressentimentos, isso não faz parte de quem quer fazer política. Esse é nosso sentimento, de conversar com todo mundo e trilhar um caminho que seja o melhor para o Piauí”, disse. (Gustavo Almeida)

MP instaura inquérito para apurar uso de caixa 2 na campanha de Fábio Abreu

O Ministério Público Eleitoral instaurou Procedimento Preparatório Eleitoral para investigar a suposta ocorrência de crime de caixa 2, na campanha de Fábio Abreu, para as eleições municipais.

A denuncia diz respeito a um contrato celebrado entre a pasta da Secretaria de Segurança Pública do Piauí e a Imobiliária Lima Aguiar, contratada, por meio de seu administrador Guilherme José Lima, amigo íntimo de Fábio Abreu Costa, segundo a representação, no valor de R$ 25.000 reais por mês, pelo imóvel localizado entre a Rua Clodoaldo Freitas e a Rua Rui Barbosa, no Centro, de Teresina, sob a justificativa de que no local seria abrigado de complexo das delegacias especializadas. Entretanto, segundo a representação, o imóvel NUNCA foi utilizado e, portanto, diante disso, apresenta indícios de captação e desvio de recursos públicos, que, de acordo com o MPE, está sendo usado como Caixa 2, com o objetivo de ser aplicado na campanha eleitoral municipal deste ano, em favor de Abreu. Silas Freire)

Atuação de Rafael Fonteles nas eleições municipais, de olho em 2022

O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, continua cumprindo agenda de eventos no interior do estado. Ontem, no último dia de convenções, ele esteve, ao lado do deputado João Madison (MDB), na cidade de Corrente, para a homologação da candidatura de Filemon Nogueira Paranaguá (PSD) a prefeito da cidade.

O secretário se tem feito cada vez mais presente em eventos interioranos, segundo informações, buscando um entrosamento com aos líderes locais visando apoio já para 2022, já que Fonteles é contado para suceder Dias no governo. (Silas Freire)

Projeto torna crime agressão a profissional de imprensa no exercício de suas funções

Projeto torna crime agressão a profissional de imprensa no exercício de suas funçõesO texto altera o Código Penal estabelecendo uma pena de detenção de um a seis meses, acrescida de multa

Citando levantamentos de entidades internacionais sobre crimes contra a imprensa no Brasil e exemplos de “intolerância da atual conjuntura política”, o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) propõe transformar em crime as hostilidades a profissionais de imprensa no exercício de suas funções.

O texto do PL 4.522/2020 altera o Código Penal estabelecendo uma pena de detenção de um a seis meses, acrescida de multa, a quem praticar hostilidades com o objetivo de impedir ou dificultar a atuação dos profissionais de imprensa. A pena será aumentada em caso de emprego de violência ou vias de fato que se considerarem aviltantes.

Ao defender seu projeto, Contarato entende que não se pode falar em democracia quando os veículos de comunicação se veem impedidos de cumprir a missão que a Constituição lhes estabelece. Ele sublinha que nos últimos anos o Brasil tem verificado um aumento das ofensas e ameaças contra esses profissionais, resultando em atos cada vez mais violentos, e citou, como exemplo, as agressões sofridas pelo fotógrafo do Estado de S. Paulo, Dida Sampaio, em manifestação em Brasília em 3 de maio deste ano.

A justificação do senador capixaba acrescenta dados do Comitê de Proteção dos Jornalistas (CPJ), que, em ranking internacional de impunidade em crimes praticados contra a imprensa, coloca o Brasil em posição “muito próxima de países como a Síria e o Afeganistão”, e da ONG Repórteres Sem Fronteiras, segundo a qual a “deterioração do ambiente para jornalistas” fez o Brasil cair para a 107ª posição na classificação mundial de liberdade de imprensa.

Frisando que o objetivo da legislação é proteger a própria liberdade de imprensa, Fabiano Contarato acrescenta que “o Estado democrático de direito não subsiste em um cenário onde a hostilidade se transforma em arma para tentar silenciar opiniões, dados ou fatos que desagradem a um determinado grupo.”

Sobre seu projeto, o senador comentou em mensagem no Twitter: “Para combater as violências, ofensas e ameaças crescentes contra profissionais de imprensa, apresentei projeto de lei punido com prisão os agressores. Não há democracia sem liberdade de imprensa!”( Com informações Agência Senado)

Rafael Fonteles quer incluir nomes de devedores do IPVA e ICMS no SERASA

CONTRATO DE R$ 630 MIL COM O SERASA – O governo Wellington Dias prepara uma surpresa nada agradável para os contribuintes estaduais nas próximas semanas.

O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, já está em contato com a Procuradoria Geral do Estado para que seja retomado o contrato com a SERASA EXPERIAN para incluir nomes de empresas ou pessoas físicas que estiverem com pendências tributárias de ICMS ou IPVA.

Rafael Fonteles já adotou essa medida nos anos de 2015 e 2016, mas com isso não conseguiu recuperar nem R$ 8 milhões, embora a SERASA tenha faturado quase meio milhão de reais no período.

Agora, o secretário Rafael Fonteles busca autorização da PGE para contratar a SERASA EXPERIAN novamente, desta vez por por R$ 630 mil.

Para cada contribuinte piauiense que a SERASA incluir em seus cadastros, a Secretaria de Fazenda vai pagar quase R$ 3,00. Assim, o contribuinte ficará com o nome “sujo” e impedido de obter créditos no comércio.

É uma medida nada agradável para os contribuintes que estão tentando se recuperar após a quarentena e o isolamento social adotado pelo próprio governo do Piauí. (Código do Poder)

Governo do PI renova aluguel de R$ 53,6 mil/mês de imóvel do Grupo Claudino

O governo do Piauí publicou no Diário Oficial do Estado do dia 15 de setembro a renovação por mais 12 meses do contrato mensal de R$ 53,6 mil referente à locação do prédio da esquina da rua Álvaro Mendes com rua David Caldas.

O imóvel pertence ao Grupo Claudino e comporta órgãos estaduais como a Coordenadoria de Fomento à Irrigação, Instituto de Águas e Esgotos do Piauí, a Coordenadoria de Fomento ao Saneamento Rural (incorporada pelo IAEPI) e a Coord. de Desenvolvimento Social e lazer (incorporada pela Fundespi).

A área aproximada é de 2.046,65 m² distribuída entre subsolo, térreo, sobreloja e mais 05 pavimentos. O contrato existe desde o ano de 2015, quando o valor mensal era de R$ 40 mil. (Código do Poder)

Produtores indignados com uso político do agronegócio pelos senadores do Piauí

Não convidem para a mesma mesa os produtores de soja da região de Bom Jesus e os senadores Marcelo Castro (MDB), Elmano Férrer (Podemos) e Ciro Nogueira (Progressistas). O motivo do desgosto está num quesito que os produtores da região têm batido na tecla há muito tempo: estradas.

Os produtores consideram que os senadores estão fazendo politicagem

A queixa é de que estão usando o sucesso de agronegócio do Piauí para se dar bem politicamente e junto ao Governo Federal já que a obra da BR-235 em quase nada beneficia o escoamento de grãos do cerrado. O que dizem os produtores de Bom Jesus é que a obra leva o nada a coisa nenhuma no que diz respeito ao nosso agronegócio.  Há até estudo mostrando que no raio de influência da obra não existem unidades nem fazendas produtoras de grãos e no entanto a divulgação tem sido de que o setor está sendo beneficiado.

A pressão também vem do agronegócio nacional, que tanto apoiou o presidente Jair Bolsonaro, e deve chegar em relação ao tema. A questão colocada pelos produtores é que o Governo Federal e o ministro Tarcísio Gomes podem até vir ao Piauí inaugurar obras, mas que os “caciques” não usem o agronegócio como bandeira, já que as obras não trazem benefício ao setor.

O novo anúncio de um aeroporto em Bom Jesus feito pelos senadores Ciro Nogueira, que esteve com produtores da região, Elmano Férrer e agora Marcelo Castro, causou estranheza. O motivo é a falta de estradas. Para alguns produtores de soja da região as prioridades estão invertidas.(Parlamento Piauí)

36 sindicatos dificultam soluções e a vida dos funcionários dos Correios

Auditoria analisa o balanço e conclui: os Correios estão quebradosAlém dos sindicatos, há mais duas federações para representar os cerca de 100 mil funcionários

Um dos motivos do declínio dos Correios, que já foram a instituição mais respeitada do Brasil, é a radicalização do impressionante número de sindicatos, um mais radical que o outro. Atualmente, são 36 entidades pretendendo “liderar” quase 100 mil funcionários. Empenhada em manter regalias, a pelegada agora é questionada pelos funcionários convencidos do erro promover greve em plena pandemia. Poucas greves apontaram de modo tão eloquente a privatização da estatal como solução definitiva. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

De 5 a 9 empregados são liberados do trabalho para ficar à disposição de cada um dos sindicatos e 11 para cada uma das duas federações.

Todos os liberados mantêm, além dos salários e assistência médica, os vales Alimentação e Refeição, vale-peru e vale-cultura. Sem nem corar.

Além das regalias, o acordo coletivo obriga viabilização de cooperativa habitacional, palestras e cursos, além de reembolso de gasto com babá.

Ciro Nogueira pede votos contra o próprio partido para não se juntar com o PT em São João do Piauí

Embora o Partido Progressista tenha fechado apoio ao candidato do MDB, Ednei Amorim, na cidade de São João do Piauí, Ciro Nogueira foi para a convenção do candidato opositor, Eduardo Moura (PSD), nesta terça-feira (15).
O Senador teria desrespeitado a decisão municipal de seu próprio partido para não se juntar ao grupo do atual prefeito e petista Gil Carlos, que é sobrinho de Ednei Amorim.

Com vereador em exercício, o Progressista é liderado na cidade pelo deputado estadual Hélio Isaías. A manobra de Ciro deixou o parlamentar numa situação desconfortável.

Num dos trechos da transmissão da convenção de lançamento da candidatura de Eduardo Moura, nas redes sociais, Ciro recomendou que o grupo faça uma grande bancada para não precisar da oposição.

Ele pediu ainda para trabalharem para derrotar seus próprios filiados. Ou seja, contra os membros do Progressista que fazem parte da base de Ednei.

Há quem diga nos bastidores que Ciro prega essa prática, mas faz o contrário, à nível nacional, depois que consegue se eleger. (Feitosa Costa)

GOVERNO DO PIAUI LEVA BOMBA NO IDEB

O governo do Piauí celebra melhoras no IDEB. Mas não há razões para festa na educação estadual. Isso porque na área em que o estado deveria ser mais presente e efetivo, o ensino médio, a nota do Piauí é reprovativa.
O IDEB do Piauí no ensino médio em 2019 ficou em 3,7. A meta era um pouco maior, de 3,8. Em 2017, deveria ser de 3,6, ficou em 3,3.
A rede estadual de ensino teve nota reprovativa nas séries finais do ensino fundamental. A nota foi de 4,3, abaixo de meta de 4,4.
O governo deveria concentrar suas energias no ensino médio, que não atinge as metas, mas as dispersa com ensino fundamental, uma atribuição própria das redes municipais. Assim, nem faz bem a tarefa do ensino médio nem a do ensino fundamental. Leva bomba nos dois. (por: Cláudio Barros- jornalista)

Descontão da impunidade: Maus gestores terão desconto de 80% nas multas aplicadas pelo TCE

Por Rômulo Rocha – Do Blog Bastidores

Os maus gestores, maus administradores da coisa pública, ou o particular que empregou mau o dinheiro público e que tiverem sido alvo de alguma multa aplicada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) terão a chance de obter desconto de até 80% após promulgação da lei que concede descontos sobre multas da Corte de Contas. A proposta foi apresentada e votada pela Assembleia Legislativa do Piauí e promulgada pela presidência da Casa. 

Segundo o TCE, que orienta os interessados através de publicação em sua página institucional, “a lei prevê descontos para recolhimento integral, em uma única parcela, das multas aplicadas pelo TCE/PI em andamento na esfera administrativa ou judicial, parceladas ou não”.

É um presentão, principalmente para quem é mau gestor ou deixou de observar os princípios básicos da administração pública, incidindo em alguma conduta que acarrete multa.

“O desconto será de 80% sobre [o] valor total das multas para os interessados que o solicitarem no prazo de 90 dias a contar da data publicação da lei, em 02/09/2020. Aos que solicitarem o desconto no prazo de 120 dias será concedido um desconto de 60%, e de 50% para os que fizerem a solicitação em até 180 dias”, explica a Corte de Contas.