Mais de 20 mil estudantes da UESPI estão sem aula por falta de professores, diz sindicato

Mais de 20 mil estudantes estão sendo prejudicados por falta de professores em quase 600 disciplinas na Universidade Estadual do Piauí (UESPI). A denúncia é feita pelo sindicato dos docentes da instituição, que aponta má vontade do governo piauiense para valorização da categoria. 

Em nota oficial, publicada ontem (22), o ADCESP – Sindicato dos Docentes da UESPI revela que o governo do Estado não está cumprindo uma decisão do Tribunal de Justiça (TJ-PI), expedida em 2019, que determina a nomeação de professores aprovados no último concurso público para o quadro efetivo da Universidade. 

“O Governo protela nossa nomeação, enquanto a UESPI está nesse sucateamento, principalmente com relação a necessidade do corpo docente”, diz a nota do ADCESP. 

Fonte:Carta Piauí (Feitosa Costa)

Pacote anticrime começa a valer a partir desta quinta

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participam do lançamento da campanha publicitária do Projeto Anticrime, do governo federal

Começa a valer a partir desta quinta-feira (23) o pacote anticrime sancionado em dezembro do ano passado pelo presidente Jair Bolsonaro. A nova legislação altera pontos do Código Penal, do Código de Processo Penal e da Lei de Execuções Penais.

Entre as principais mudanças estão as novas regras para acordos de delação premiada, o novo critério para definir a legítima defesa e a previsão de prisão imediata após condenação pelo tribunal do júri.

No entanto, quatro dispositivos que fazem parte do pacote não terão aplicação imediata sendo eles: a criação do juiz de garantias, novas regras para o arquivamento de inquéritos, o critério em que aponta ilegalidade de prisões caso os detidos não passem pela audiência de custódia em até 24 horas e a proibição de que juízes decidam processos nos quais acessaram provas consideradas inadmissíveis.

A nova lei anticrime estabelece: pena máxima de 40 anos de prisão, a inclusão de agentes de segurança que previnem agressões ou risco na configuração de legítima defesa, a possibilidade de prisão de condenados depois da decisão do júri, novas regras para progressão de regime, mudanças nas regras para a liberdade condicional, proibição da saidinha para presos que cometerem crime hediondo com morte neste ano, entre outras modificações que podem ser consultadas.

Em Teresina oposição entra em campo e aguarda candidato de Firmino

PL faz pré-lançamento da candidatura de Fábio Abreu

Enquanto o prefeito Firmino Filho prende a bola da sucessão, sem anunciar o candidato do PSDB, a oposição entra em campo.

Já estão em campanha pela Prefeitura de Teresina os pré-candidatos do MDB, Dr. Pessoa, e do PT, deputado Fábio Novo, secretário de Cultura.

Ontem, o PL botou o seu bloco na rua, com o pré-lançamento do secretário de Segurança, deputado federal Fábio Abreu.

Junto com o candidato do PT, Fábio Abreu é cara nova na disputa pela Prefeitura.

Dr. Pessoa é um velho conhecido dos teresinenses, já tendo concorrido a duas eleições majoritárias, com expressivas votações na capital.

Uma foi em 2016, quando disputou a Prefeitura, e a outra em 2018, quando concorreu ao Governo.

A estas alturas do campeonato, os times que disputarão a Prefeitura ainda estão na fase da escalação, que consiste na definição de candidaturas e de alianças.

Em abril, vem o aquecimento, mas o jogo só começa para valer depois de abril, após o prazo das desincompatibilizações e de filiações.(Por:Zózimo Tavares)

Lula vai caindo no esquecimento do brasileiro

A primeira pesquisa de opinião pública do ano, sobre uma eventual corrida presidencial, aponta o presidente Bolsonaro, com cerca de 30 pontos, percentuais e o ex-presidente Lula com 17 pontos.

O resultado, de certa forma, foi uma frustração para esquerda, que fez um carnaval danado com a soltura do ex-presidente. Parece que o brasileiro está apagando Lula da lembrança e seria bom a esquerda começar a procurar um novo nome.

Atenção bancada federal! Exército do Piauí vai duplicar a BR-135 no Maranhão

Está aí um bom exemplo para bancada federal do Piauí; O 3° Batalhão de Engenharia do Exército de Picos, já está em Bacabeira, no Maranhão, para duplicar a BR-135 na faixa maranhense.

Que tal essa opção para nosso estado, onde nos locais que obras emperraram, seja possível a utilização dessa mão de obra, sem burocracia e sem pendengas judiciais com empreiteiras? Fica a dica! (Fonte:Silas Freire-Encarando)

Tem jeito não: Prefeito de Campo Maior, do PT, desviou dinheiro do Fundef

Depois do prefeito afastado de Bertolínia, Luciano Fonseca (PT), que foi preso e está usando tornozeleira acusado de chefiar uma quadrilha de desvio de recursos públicos, agora é a vez do prefeito Ribinha de Campo Maior (PT), ser investigado por ter usado valores do FUNDEF, recursos oriundos dos precatórios, para pagar empréstimos consignados dos servidores, que ele descontou dos contracheque mas não repassou para as instituições bancárias.

A confirmação foi feita pela própria Caixa Econômica Federal, em documento encaminhado ao Ministério Público. Esses recursos só poderiam serem gastos em ações de manutenção e desenvolvimento do ensino para educação básica pública e, mediante plano de ação estratégico elaborado pelo município. O MP agora vai acochar o Ribinha.(Silas Freire)

PL quer as duas maiores prefeituras do Piauí: Parnaíba e Teresina

Hélio quer ser candidato de W.Dias em Parnaíba (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica)

O Partido Liberal (PL) trabalha para conquistar a prefeitura das duas maiores cidades do Piauí: Teresina e Parnaíba. Se na capital o deputado federal Fábio Abreu oficializou a pré-candidatura, em Parnaíba o deputado estadual Dr. Hélio se mantém como pré-candidato.

“Eu tenho facilidade de diálogo com todo mundo em Parnaíba. Temos lá mais de um grupo no raio de apoio ao governador e temos a capacidade de dialogar, buscar uma convergência. Não sendo possível, Parnaíba é uma cidade grande, de 150 mil habitantes, politizada, acho que comporta projetos tanto do PT, do PL e do próprio atual gestor municipal”, falou.

Dr. Hélio foi o deputado estadual mais votado em Parnaíba e não retira a pré-candidatura a prefeito. Dentro da base do governador Wellington Dias (PT), ele enfrenta a concorrência do também pré-candidato Zé Hamilton (PTB), ex-prefeito do município. Dr. Hélio diz estar disposto a dialogar com o ex-gestor, mas lembra que o PL quer sua candidatura.

“É um partido que quer crescer ainda mais. Da mesma forma que tem como objetivo administrar Teresina, que é a maior cidade, seria muito importante para o PL ter possibilidade de mostrar sua capacidade gerencial numa cidade como Parnaíba, com tantos desafios, mas tão importante e significativa no contexto socioeconômico do Piauí”, disse.

Embora seja a segunda maior cidade do Piauí, Parnaíba não tem segundo turno. Esse fator aponta para que apenas um nome da base do governador seja candidato contra o atual prefeito Mão Santa (DEM). Dr. Hélio e Zé Hamilton concorrem para ver quem será o escolhido, já que a divisão da oposição seria uma colher de chá para a reeleição de Mão Santa.(Gustavo Almeida)

PSL terá vereador André Neves e confirma apoio a Mão Santa

O apoio da sigla à reeleição do prefeito Mão Santa (DEM) foi sacramentado num encontro do presidente estadual, Luis André, com a secretária de Infraestrutura do município, Gracinha Moraes Souza. Segundo Luis André, o PSL  parnaibano terá o reforço do vereador André Neres, que trocará o PDT pela legenda, ampliando a bancada na Câmara Municipal para três parlamentares.

Na formação da chapa de candidatos a vereador e na aliança com Mão Santa, o PSL entra com robusto tempo de TV na propaganda eleitoral e relevante fundo eleitoral, ingredientes que tornam o partido atraente para coligações. (Informações de Elivaldo Barbosa)

Zé Filho mantém apoio a Mão Santa e anuncia pré-candidatura da filha

A foto que repercutiu em toda a imprensa política do Piauí

POR:BERNARDO SILVA

Diante da repercussão que teve a visita do vereador Beto ao prefeito Mão Santa, que suscitou especulações a respeito da possível escolha dele como vice, no projeto de reeleição  de Mão Santa, chegou-se a falar em descontentamento do ex-governador Zé Filho, que poderia desejar a indicação do candidato a vice-prefeito. 

de acordo com o Portal do jornalista Douglas Cordeiro,  “Zé Filho reafirmou o apoio ao projeto de Mão Santa na cidade, mesmo não recebendo o espaço desejado no atual governo, Zé Filho busca manter a base já consolidada no norte do estado através da aliança com o tio. O ex-governador revelou também que uma de suas filhas pode ser candidata a vereadora na cidade”.

“A minha relação ele está muito boa, ele tem direito a reeleição e tudo nos leva a continuar com esse apoio. Ele está fazendo uma bela gestão e eu acho que devemos continuar com esse apoio. Talvez eu tenha uma filha que está querendo ser candidata a vereadora em Parnaíba, isso é uma escolha muito pessoal, eu não dou opinião para ser ou não ser candidata. Ela está decidindo e vamos aguardar”, finalizou Zé Filho.

Sinte quer reajuste igual ao anunciado por Bolsonaro

A presidente do Sinte/PI, Paulina Almeida (Foto: Marcos Melo/PoliticaDinamica.com)

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (Sinte) vai cobrar do governador Wellington Dias (PT) reajuste igual ao que foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada. A presidente do Sinte-PI, Paulina Almeida, avisa que a categoria não abre mão do mesmo reajuste e vai exigir que a gestão estadual repasse o aumento de 12,84%.

Além disso, o Sinte ainda vai exigir mais. A categoria também quer 4,17% do reajuste de 2019 para os aposentados e cobra que seja colocado em forma de vencimento os 4,17% que foi dado naquele mesmo para os ativos. O reajuste do piso do professores está previsto na Lei 11.738 /2008, que estabelece aumento anual no mês de janeiro. No entanto, todo ano o percentual a ser dado vira uma verdadeira batalha em alguns estados, como no Piauí.

“Temos posição. Queremos 12,84% referente a 2020 e os 4,17% de 2019 para os aposentados. E ainda colocar em forma de vencimento os 4,17% que foi dado para os ativos. Queremos dialogar com o governo estadual. Já expedimos ofício solicitando audiência e primamos pelo debate. Mas sem diálogo não dá”, disse Paulina Almeida ao Política Dinâmica.

Na segunda-feira (20), o Governo do Piauí disse que vai dar aumento, mas sinalizou que não seguirá o reajuste anunciado pelo governo federal. Por meio de nota enviada ao Política Dinâmica, a gestão de Wellington Dias informou que ainda vai sentar com o Sinte para ouvir a categoria e adiantou que o reajuste será “dentro das possibilidades do estado”.

Governo do Piauí sinaliza que aumento será menor (Foto: Charge/Jônatas/PoliticaDinamica)Governo do Piauí sinaliza que aumento será menor (Foto: Charge/Jônatas/PoliticaDinamica)

Nesta quarta (22), o Sinte/PI inicia um congresso de trabalhadores em educação na capital. Cerca de 800 delegados estarão no encontro, onde será discutida a conjuntura educacional. Em Teresina, a prefeitura, que já paga bem acima do piso, estuda o reajuste para 2020.(Gustavo Almeida)

W.Dias diz que fará reajuste do piso dos professores, mas não será igual ao anunciado por Bolsonaro

O governador Wellington Dias sinalizou que irá cumprir a lei que trata sobre o aumento do piso do magistério, entretanto, afirmou que o reajuste não será o mesmo anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro, de 12,84%.

Sinte-PI afirma que irá cobrar o cumprimento da proposta atual, além do reajuste de 4,17% de 2019, que ainda não foi pago pelo governo.

De acordo com o governo, será realizada uma reunião com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (Sinte-PI), para tratar de um acordo sobre o valor do reajuste. Em contrapartida, a presidente do Sinte-PI, Paulina Almeida, reitera que a classe irá pedir ao governo igualdade, em relação à proposta da esfera federal.

“O governo consegue pagar, é só uma questão de organização da gestão. O governador Wellington Dias está em seu quarto mandato, então ele precisa se organizar para poder pagar o reajuste. Porque essa não é uma questão dele, diz respeito ao cumprimento de uma lei federal”.

A presidente ainda afirma que, caso o reajuste não seja realizado, o sindicato irá organizar uma greve geral dos servidores da educação. “Se o reajuste não for feito, não teremos outra saída, a não ser deflagrar uma greve geral da categoria no estado, tendo em vista o pacote de maldades que o governador tem aplicado aos trabalhadores e trabalhadoras, como reforma da Previdência sem necessidade de urgência e sem debate com as classes”.

Paulina Almeida ainda destaca que irá cobrar do governo o cumprimento do reajuste de 4,17%, referente ao ano de 2019.

“Aqui no estado, o governo do Piauí ainda precisa cumprir com o reajuste de 2019, referentes aos 4,17% que ainda não foram pagos para os aposentados. Além disso, esse reajuste ainda não é o suficiente, pois tivemos muitas perdas ao longo das gestões públicas no estado, pois também temos questões relacionadas à valorização, referentes aos planos de carreiras dos profissionais da educação, acesso, nível, reenquadramento dos técnicos, aposentadorias, enfim, vários pontos”, disse. (Laurivânia Fernandes)

“O Piauí não tem governador, tem dono” – diz Mão Santa

Em entrevista exclusiva, concedida ao Blog do B. Silva, o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, lamentou o fato de Parnaíba não haver eleito nenhum representante político, legitimamente escolhido pelo voto popular, tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara dos deputados. Lembrou que o deputado estadual Dr. Hélio, embora tenha investimentos empresariais em Parnaíba, é natural do município do Canto do Buriti.

“Eu me fiz profissional médico. O povo me fez político. E quando me candidatei pela primeira vez, a deputado estadual, em 1978, o município tinha pouco mais de 20 mil eleitores. Eu sai eleito de Parnaíba, com 11 mil votos. Foi uma época em que Parnaíba elegia até 4 deputados numa eleição, como elegeu Mão Santa, Ribeiro Magalhães, Elias Ximenes e Paulo Silva. Agora, na última eleição, nenhum parnaibano eleito. Muitos nomes bons se lançaram, mas os malandros chegam, invadem a cidade e compram votos, patrocinando a corrupção”, comentou Mão Santa.

O prefeito disse que contou um pouco dessa história na sede da OAB- subseção de Parnaíba, na última segunda-feira, quando participou de uma ação da Caravana do Direito Eleitoral que esteve na cidade, objetivando a capacitação profissional e a atualização dos conhecimentos relativos às regras a serem utilizadas no pleito eleitoral de 2020. “Nosso país é muito atrasado. Nosso atraso nos faz envergonhar. Nossos escravos, a maior nódoa da nossa história, foram os últimos a serem libertos”, disse o prefeito naquela ocasião, acrescentando que o atraso maior é na democracia porque “os que fazem as leis são muito traquinas. Há uma história de retardamento da nossa democracia”, pontuou Mão Santa.

Para finalizar, ele disse que, neste sentido, no Piauí tudo é muito pior. “Quando fui governador, governei respeitando os Poderes. O Piauí hoje não tem governador, tem dono. O governador atual é o donatário, como nas  capitanias hereditárias. O Sr. Governador do Piauí é o dono de tudo. Até da justiça”.

Vão trazer mesmo o Lula para a Campanha de Fábio Novo?

A cúpula do PT no Piauí -inclua aí o governador Wellington- tem articulado a vinda do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva para Teresina pedir votos para dar uma movimentada na pré-campanha do secretário de Cultura Fábio Novo. Ainda sem data confirmada, espera-se para meados de março.

GOVERNADOR DO DF VEM REFORÇAR A CAMPANHA DE PESSOA

Considerado hoje uma das maiores lideranças do MDB nacional, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha confirmou que vem a Teresina nos próximos dias e reforçará pedido de voto a favor do candidato do partido, o ex-deputado Dr Pessoa. O MDB, aliás, está preparando uma grande reunião para a próxima semana com suas principais lideranças no estado para tratar do assunto. (Com informações de Alisson PAixão)

Vem aí um festival de pesquisas eleitorais em Teresina e em todas as cidades do Piauí

Atenção eleitor: prepare-se para receber pesquisa eleitoral com alguns nomes colocados como pré-candidatos a prefeito indicando quem está na frente, quem está atrás…

São números com a intenção de voto do eleitor, não custa lembrar, mas que para muitos norteiam o rumo do pleito de outubro de 2020. Geralmente o primeiro colocado e seus aliados espalham o resultado de uma pesquisa dessas na intenção de fazer a cabeça de eleitor indeciso

Até aí, tudo bem. Faz parte do jogo político. Sobretudo em cidades do interior do estado, onde há um acirramento dos ânimos maior do que na capital e nas maiores cidades do estado. Mas fique atento, sobretudo você, eleitor: tem muito instituto disposto a vender resultado pensando em ficar rico da noite pro dia!

E olha, em tempos de redes sociais, Whatsapp, Instagram etc é importante estar atento ao que vai chegar até você. Não deixe de fazer valer seu direito. Com seu telefonezinho celular, filme, fotografe, denuncie! Além de registrar algum caso suspeito nas redes sociais, acredite na imprensa. Mande pra gente aqui no OitoMeia: [email protected]

Uma pesquisa dessas não sai por menos de R$ 20 mil. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) costuma ser implacável contra esses institutos mais sabidos. E quando começar a aparecer um bocado de pesquisa, fique atento!(Por: Alisson Paixão)

Para Bolsonaro, ataques contra Regina Duarte reforçam acerto na Cultura

Para Bolsonaro, ataques contra Regina Duarte reforçam acerto na CulturaApós reações (e até ameaças) presidente avalia que ‘foi feliz’ a escolha da atriz para a Cultura

A reação agressiva da oposição ao convite à atriz Regina Duarte deu ao presidente Jair Bolsonaro, segundo fontes do Palácio do Planalto, a certeza de que ele foi feliz na escolha da nova titular da Secretaria Especial de Cultura do seu governo. Regina foi atacada e até ameaçada, após o convite. A doce “namoradinha do Brasil” não se deixou impressionar, mas fez um apelo dramático aos apoiadores, nas redes sociais: “Fiquem comigo, vou precisar saber que estão comigo”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Além de atacar a atriz, opositores têm alegado que ela “nada tem a ganhar” ou que o presidente pretende apenas usar sua imagem.

Pesa contra Regina Duarte a inexperiência, mas não será a primeira pessoa, representante da vida artística, invicta em gestão pública.

Críticos que duvidam da capacidade de Regina Duarte, inclusive na classe artística, mal disfarçam o caráter preconceituoso contra mulher.

No Twitter, Carlos Bolsonaro responde ‘Veja’ com xingamento e diz que publicação não checou fatos

Carlos Bolsonaro

O vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, através do seu perfil no Twitter respondeu de maneira inusitada a um tuíte da Revista Veja. 

A publicação em questão afirmava que ele seria contra a indicação da atriz Regina Duarte para a Secretaria de Cultura do governo de Jair Bolsonaro. 

Veja prints do “diálogo”:

(Samantha Cavalca)

 

Deputado Dr. Hélio quer ser é candidato a prefeito: vice nunca

A apresentadora Najla Fernandes, em seu programa Bom Dia News, numa emissora de TV de Teresina, entrevistou o deputado estadual Dr. Hélio Oliveira e ouviu deste o desejo de manter a candidatura a prefeito de Parnaíba. Negou peremptoriamente qualquer possibilidade de aceitar convite para ser candidato a vice, de quem quer que seja.

Natural o desejo do deputado que se elegeu deputado por Parnaíba. Porém, como ele faz parte do bloco da base do governador W. Dias, não se  sabe o que fará Dr. Hélio se na hora “H” o governador chamar o deputado “pra grande” e dizer: Senta aí! Lá em Parnaíba as coisas vão ser como EU quiser. E o candidato a prefeito não é você! Será que Dr. Hélio vai encarar? Afinal, W. Dias é apenas e tão somente o dono do Piauí, como diz Mão Santa.

Deu no Portal AZ:(Sobre o Hospital Dirceu em Parnaíba)

Alô, Alô:A denúncia precisa ser apurada pelo Ministério Público: de que o governo está superlotando o Hospital Dirceu Arcoverde em Parnaíba, com estudantes de instituições particulares sem que elas ofereçam qualquer contrapartida. Pior é que os campos de prática da UFPI passaram a ser de exclusividade de faculdades particulares.

Grana boa:Olha aí as coisas melhorando para Wellington Dias. Vai receber R$ 2 bilhões do FNE. Quem anda soltando rojões também são os credores do governo, os agiotas, os lobistas. (Portalaz)

Mão Santa diz que cumprirá a a lei sobre o reajuste salarial do magistério

Por: Bernardo Silva

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa, ao ser questionado se vai pagar o reajuste do piso salarial dos professores anunciado, disse que, assim como tem feito desde o início do seu governo, vai cumprir a lei em respeito à categoria. O aumento anunciado  para este ano é de 12,84% do piso salarial previsto no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb)

Bem ao contrário do governador do Estado, Wellington Dias, que “enrolou”  o ano inteiro e não pagou devidamente aos professores, ativos e inativos, o reajuste de 4,31% em 2019, Mão Santa foi um dos primeiros prefeito a fazê-lo. Este ano mais uma vez W. Dias tem alegado dificuldades fiscais para não se aprofundar no assunto.

O prefeito de Parnaíba, com esse gesto dá exemplo a outros prefeitos que se negam a pagar o reajuste salarial que, segundo o ministro Weintraub, “é o maior aumento em reais desde 2009”.

“Vamos cumprir a lei como sempre temos feito, reconhecendo os direitos dessa valorosa classe. Assim tem sido feito com relação a vantagens, como os acessos que são solicitados  e as aposentadorias. A educação de qualidade nas escolas do município continua sendo prioridade do nosso governo. E para cobrarmos isso, precisamos de profissionais motivados e comprometidos”, disse o prefeito.

 

Reajuste salarial: W. Dias vai enganar os professores de novo?

Reajuste de Wellington deverá ser menor (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou nesta segunda-feira (20) que vai cumprir a lei de piso do magistério e dará aumento para os professores este ano. No entanto, o petista evitou falar no percentual de aumento que será concedido pelo estado. Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro anunciou reajuste de 12,84% para o magistério.

“O estado vai cumprir a regra do piso da educação com a garantia de implementar aquilo que foi previsto na lei, pagando o piso como patamar mínimo para quem trabalha 40 horas”, falou Wellington Dias ao ser questionado pelo Política Dinâmica.

Após a fala do governador, a reportagem do PD procurou a Secretaria de Administração para saber sobre o percentual de reajuste. Em nota enviada pela assessoria de imprensa, a secretaria informou que o governo ainda vai sentar com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte-PI) para discutir um reajuste que esteja dentro das suas possibilidades.

“O governo do estado informa que deve sentar com o Sinte para ouvir a categoria. Em seguida, o assunto será discutido pela Comissão de Gestão Financeira e Gestão por Resultados (CGFR) dentro das possibilidades do Estado”, informa a nota enviada ao PD.

Ao falar que discutirá um reajuste “dentro das suas possibilidades”, a gestão de Wellington Dias sinaliza que não dará aumento semelhante ao que foi anunciado pelo presidente da República. Em Teresina, a prefeitura, que já paga bem acima do piso para os professores da rede municipal, estuda a possibilidade de conceder mais um reajuste em 2020.(Gustavo Almeida)

Regina Duarte quer muito assumir a Cultura, mas pensa na rebordosa

Regina Duarte quer muito assumir a Cultura, mas pensa na rebordosaEla pensa nas consequências, mas que ninguém se engane com seu jeito doce de ser

A atriz Regina Duarte quer mesmo a Secretaria Especial de Cultura. Nem faz questão do status de ministério, apesar de considerar isso positivo, segundo pessoas mais próximas. Faz questão é de estrutura e recursos, para uma gestão marcante. Apesar do jeito doce e de haver dito certa vez ter medo do PT no poder, Regina é valente, como se viu na campanha de 2018, e fascinada com a chance de pôr em prática suas ideias para o setor. Quanto ao medo, Mensalão e Lava Jato mostraram que ela tinha razão. A informação é de Cláudio Humberto, colunista do Diário do Poder.

Regina Duarte não tem medo, mas reflete sobre se quer mesmo para ela e a família uma rotina que pode ser cruel. Rotina de pancadaria.

A eterna “namoradinha do Brasil” sabe que enfrentará a patrulha ideológica, que não admite um artista apoiando o governo Bolsonaro.

Se há o risco de ataques, Regina Duarte conta com autêntico exército de admiradores em todo o País, pronto para defender suas posições.

A conversa no Rio pode ter dado a Regina a certeza de que Bolsonaro a ajudará a fazer um bom trabalho. E a enfrentar caras e bocas.